Atualidades - Caso Madaleine

A menina inglesa Madeleine McCann, em foto de arquivo (AP)

Pais acreditam que Madeleine pode estar na Espanha, diz jornal
Em entrevista ao 'El Pais', Kate e Gerry McCann ressaltaram a proximidade da fronteira.Eles disseram não acreditar em especulações divulgadas em jornais portugueses.

Os pais de Madeleine mantêm a esperança de encontrar viva a menina desaparecida em 3 de maio, em Portugal. E eles acreditam que é possível que ela esteja na Espanha, segundo reportagem do jornal espanhol “El País”.
Clique aqui para ler a cobertura completa do caso

Reuters
“A fronteira fica muito próxima do local onde ela desapareceu”, disse Kate McCann, mãe de Madeleine, em entrevista ao jornal espanhol. Segundo os pais, “não existe nenhuma razão para pensar que ela possa ter morrido”, disseram, comentando o resultado negativo da análise de amostras de sangue recolhidas no quarto em que estavam hospedados em um resort de Praia da Luz, em Portugal, quando sua filha desapareceu. “Existe a possibilidade de ela estar morta, mas também existe a possibilidade de que ela esteja viva”, disse o pai, Gerry McCann, reafirmando a esperança do casal num desfecho feliz para o caso. Os dois foram à Espanha pouco depois do desaparecimento de Madeleine, enquanto tentavam chamar a atenção para o sumiço da menina. À medida que as investigações não chegam a uma conclusão em Portugal, eles voltam os olhos também para a Espanha.

“Sabemos que o aviso às fronteiras só foi dado 12 horas depois do desaparecimento”, disseram, apontando a Espanha como possível paradeiro da filha, e afirmando que a polícia espanhola está participando das buscas.

Amigo suspeito
Os pais de Madeleine disseram não acreditar em "especulações" de que um amigo da família pudesse ser preso em breve, na Inglaterra, por suspeita de envolvimento no desaparecimento da menina inglesa, conforme informado nesta semana por jornais portugueses.


"Essas informações atrapalham as investigações e incomodam a família", disseram os pais de "Maddie" ao "El País".

Segundo reportagens, amigos da família estavam com os pais de Madeleine no resort de Praia da Luz quando a menina sumiu, e a polícia vem seguindo pistas do que considera “movimentações estranhas” por parte do suspeito na noite do desaparecimento. O jornal português "Diário de Notícias" disse que o suspeito, cujo nome não é divulgado, estava no jantar em que os McCann deixaram as crianças no quarto do hotel, mas se ausentou durante parte da noite, e caiu em contradições sobre o que fez na noite.

Envie notícias, fotos e vídeos ao VC no G1A prisão deve ser efetuada pela polícia inglesa, após receberem informações da Polícia Judiciária portuguesa.
Saiba mais
» Pais de Madeleine devem deixar Portugal em setembro
» Polícia belga descarta pista nas buscas por Madeleine
» Jornal britânico afirma que sangue não é de Madeleine
» Mãe diz que prefere saber que Madeleine está morta a viver na dúvida
» Polícia portuguesa admite que Madeleine pode ter morrido
Segundo o jornal britânico “Daily Express”, todas as folgas de policiais portugueses na região de Algarve foram canceladas por causa do “momento decisivo” vivido na investigação do desaparecimento de Madeleine. O investigador-chefe da Polícia Judiciária portuguesa, Olegário Sousa, disse à rede de TV "Sky News" que tem um “sentimento positivo” sobre a busca pela menina inglesa, que pode estar se aproximando de um desfecho.

A polícia portuguesa aguarda o resultado de perícias realizadas em laboratórios da Inglaterra para ter todas as informações de que precisam para descobrir como se deu o desaparecimento da menina.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016