Atualidades 10/10/2011


Resumo dos Jornais
O Globo: Fraudes já provocaram cassação de 274 prefeitos
Folha de S. Paulo: Europa decide nacionalizar o maior banco da Bélgica
Correio Braziliense: A fome que escandaliza o mundo
Valor Econômico: Zona do euro busca saída para os bancos
Estado de Minas: Churrascão com sabor de campanha
Jornal do Commercio: Falta pouco, Santa (Págs. 1, 4 e 5)
Zero Hora: Detentos criaram um “Tribunal da Morte” em penitenciária de Caxias
Brasil Econômico: Volks segue Fiat e Ford e estuda fábrica no NE



10 de outubro de 2011
O Globo

Manchete: Fraudes já provocaram cassação de 274 prefeitos
Desvio de dinheiro público, licitações fraudulentas e compra de votos estão entre os crimes que já levaram à cassação 274 prefeitos - 4,9% do total de eleitos em 2008. Levantamento feito pela Confederação Nacional de Municípios mostra que 38,1% perderam os mandatos por improbidade administrativa e 36,9% por infrações nas eleições. A um ano da nova corrida eleitoral, o ritmo das cassações pode aumentar ainda mais na avaliação de especialistas. O estado do Piauí é o recordista: dos 224 eleitos, 50 não vão terminar a atual gestão. Para o Ministério Público, na maioria dos casos, a prática de crimes contra o patrimônio público é feita de maneira dolosa. (Págs. 1 e 3)
70 mil vivem em unidades protegidas
Ao admitir que nem "com um pelotão do Exército" seria possível fiscalizar as extensas Unidades de Conservarção, a ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, disse em entrevista ao GLOBO que está usando estratégias de inteligência para fechar o cerco aos grandes desmatadores. Ela adianta que o governo já sabe que pelo menos 70 mil pessoas vivem nas áreas protegidas e, até o fim do ano, lançará um plano de regularização fundiária para conter os conflitos de terra, uma das causas da devastação, segundo ela. (Págs. 1, 5 e 10)
Foto Legenda: Um mar de gente contra a homofobia
Uma multidão anima a 16ª parada gay na Praia de Copacabana. O público foi estimado em 1,5 milhão de pessoas pelos organizadores e em 700 mil pela PM. (Págs. 1 e 18)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Europa decide nacionalizar o maior banco da Bélgica
Dexia é a 1ª instituição financeira vítima da crise da dívida da Grécia

Os governos de França, Bélgica e Luxemburgo decidiram nacionalizar o banco Dexia, a maior instituição financeira belga, tido agora como a primeira vítima da crise da dívida grega.

O resgate do Dexia deve ter impacto positivo nas Bolsas, mas a nacionalização preocupa por aumentar a dívida da Bélgica, que já chega a 97% de seu PIB, e pode levar as agendas de risco a rebaixar a nota do país. (Págs. 1 e Mundo A15)

Carlos E. Lins da Silva: Falta clareza nos alvos de protesto em Wall Street
Fatores como a "justeza" da causa defendida e a qualidade dos líderes determinam o sucesso ou o fracasso das manifestações.

A série de protestos "Ocupe Wall Street" está crescendo, mas ainda precisa dizer melhor a que veio. (Págs. 1 e Mundo A13)

Dilma resiste a reajustes e descontenta sindicalistas
A busca do ajuste fiscal e o receio da escalada inflacionária levaram o governo a endurecer a política de greves, atraindo protestos de correntes sindicais.

Dilma avalia que a atual conjuntura é restritiva a reajustes e, da Europa, orientou a equipe a adotar posição firme na paralisação de bancários e dos Correios. (Págs. 1 e Poder A4)

Melchiades Filho: Nunca o inchaço dos ministérios ficou tão evidente
O inchaço da Esplanada do Ministérios nunca foi tão evidente. Vários de seus ocupantes nada fazem.

Os carteiros estão em greve. Mas do ministro do Trabalho não se ouviu falar. Indicativo de que a pasta poderia ser fundida à da Previdência, outra que perdeu importância política. (Págs. 1 e Opinião A2)

Dois terços dos concursados vão para universidades
Exceção no programa de ajuste fiscal, universidades federais lideram a contratação de servidores. Dois de cada três concursados vão trabalhar nas instituições.

De janeiro a agosto, o setor contratou 4.204 professores e outros 6.669 funcionários. Segundo o MEC, a medida visa garantir a expansão da rede. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Sírios ameaçam países que derem apoio à oposição
Junto a delegações de Cuba, Venezuela e Bolívia, o chanceler Walid al Moallem disse que a Síria vai adotar "medidas duras" contra os países que reconhecerem a coalizão de oposição à ditadura de Assad. Pelo menos 17 pessoas foram mortas ontem, em protestos. (Págs. 1 e Mundo A12)

Conflito religioso no Egito deixa ao menos 23 mortos (Págs. 1 e Mundo A12)


Editoriais
Leia "Não sem razão", sobre os protestos nos EUA, e "O super-Cade", acerca do novo modelo do sistema de defesa da concorrência no Brasil. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Europa salva banco e articula pacote amplo
Merkel e Sarkozy definem apoio a capitalização; França e Bélgica assumem perda para evitar quebra de instituição

Dois anos após o início da crise da dívida europeia, a chanceler alemã Angela Merkel e o presidente francês Nicolas Sarkozy chegaram a um acordo ontem em Berlim para capitalizar instituições e impedir um colapso bancário. Eles evitaram dar detalhes do acordo, mas prometeram apresentar uma "solução abrangente" na reunião do G-20 em 3 de novembro, na França. Além de ajudar bancos que derem papeis de países como Grécia, Irlanda e Portugal, o pacote deverá apressar a liberação do socorro de € 158 bilhões para os gregos. Em outro front do combate a crise, Bélgica, França e Luxemburgo concordaram em nacionalizar o banco belgo-francês Dexia. A instituição será desmembrada para facilitar o saneamento e a venda. (Págs. 1 e Economia B1)

€ 4 bi é o valor que a Bélgica vai injetar no Dexia.

Sanções minam apoio da elite síria a Assad
As sanções dos EUA e da União Europeia começam a estrangular a economia síria, que enfrenta quedas na receita com petróleo e turismo. A crise tem minado o apoio da elite sunita ao governo Assad. (Págs. 1 e Internacional A12)

Novo discurso

Na Turquia, a presidente Dilma Rousseff prometeu adotar posição mais dura em relação à violência na Síria. (Págs. 1 e Internacional A13)

Deputados do Amapá têm a maior verba
A verba indenizatória paga a deputados estaduais no Amapá é a maior do País: R$ 100 mil por mês. O valor foi elevado em junho, informa Bruno Paes Manso. (Págs. 1 e Nacional A4)
Para oposição, Aécio já abriu debate eleitoral
Para a oposição, o senador Aécio Neves (PSDB-MG) abriu o debate sobre a sucessão presidencial ao dizer ao Estado está preparado para enfrentar Dilma ou Lula. (Págs. 1 e Nacional A8)
JP Morgan diz que agora é para valer
Maior banco dos EUA escolheu o Brasil como prioridade. Em 2 anos, dobrou contratações e triplicou a carreira de ativos, informa David Friedlander. (Págs. 1 e Negócios)
Governo paulista dará R$ 40 milhões a hospitais (Págs. 1 e Vida A17)


MP quer lista de emendas da Assembleia paulista (Págs. 1 e Nacional A7)


Círio de Nazaré reúne 2,3 milhões em Belém (Págs. 1 e Vida Al9)


José Roberto de Toledo
Indignados e desacreditados

Por que o movimento que ganhou notoriedade na Espanha, chegou ao Chile e agora ocupa Wall Street não comoveu multidões no Brasil? (Págs. 1 e Nacional A10)

Notas & Informações
O Super Cade

Texto aprovado pela Câmara dos Deputados apresenta alguns retrocessos perigosos. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense

Manchete: A fome que escandaliza o mundo
Uma em cada sete pessoas não tem nada para comer. Situação na África do Sul e no sul da Ásia ainda é de assustar. Brasil até que melhora, mas depende da ajuda estatal. (Págs. 1, Opinião, 11 e 12)


Aposentados enfrentam o governo
Favorecidos pela demora na regulamentação, servidores inativos querem receber na Justiça as gratificações pagas aos colegas ativos. (Págs. 1, 7 e 8)
Educação: Repetência no DF é maior que média nacional
Dados do IBGE, relativos a 2010, colocam a capital do país entre as três unidades da Federação com maior número de repetentes matriculados no ensino médio em escolas públicas e privadas. Enquanto o índice nacional atinge 12,5%, aqui ele é de 18,6%. Magali, por exemplo, cursa o 1º ano pela segunda vez. No fundamental, a taxa cai para 10,1%. (Págs. 1 e l7)


PSD cresce mais em estados governados por seus aliados
Número de prefeitos filiados à legenda é maior nas unidades da Federação em que o governador ou o vice integra o partido. É o caso de Santa Catarina, Amazonas e Mato Grosso. (Págs. 1 e 2)


------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico

Manchete: Zona do euro busca saída para os bancos
A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, disse ontem que alemães e franceses estão dispostos a "fazer o que for necessário para recapitalizar os bancos". A decisão foi anunciada por Merkel depois de uma reunião de cerca de uma hora com o presidente da França, Nicolas Sarkozy, destinada a discutir um plano de estabilização para a zona do euro. Apesar da crise aguda na região, Merkel e Sarkozy só terão o plano fechado no fim do mês, antes da cúpula do G-20, marcada para os dias 3 e 4 de novembro em Cannes, na França.

O primeiro-ministro inglês, David Cameron, reforçou a pressão para que Alemanha e França enterrem suas diferenças e montem um plano que acabe com as incertezas na zona do euro. (Págs. 1, C1 e C2)

O ranking do "middle market"
Nascida como uma distribuidora de softwares da Microsoft, a AeC deve encerrar 2011 com faturamento bruto de R$ 370 milhões, estimam os sócios Antônio Guilherme e Cássio Rocha Azevedo. A companhia tem capital fechado, mas seu balanço já é auditado e a gestão, profissional. Trata-se de uma entre as 2 mil empresas de pequeno e médio portes de todo o país que integram o ranking publicado nesta edição da ValorInveste - muitas com potencial para acessar o mercado de capitais como forma de financiar seu crescimento.

O levantamento exclusivo, elaborado pela equipe do Valor Data a partir de dados de balanços e informações coletadas pela Serasa Experian, foi feito pela primeira vez no ano passado, com mil companhias. Em 2011, a pesquisa cresceu, diante do interesse de investidores e entidades dos setores público e privado nos números do segmento. A revista ValorInveste circula hoje para assinantes do jornal e venda em bancas. (Págs. 1 e Revista)

Elite francesa vê a pressão dos EUA
Em meio à angústia da crise da dívida soberana na zona do euro, parte da elite francesa suspeita que os Estados Unidos querem destruir a moeda comum europeia. Um dos representantes mais expressivos dessa tese é Jacques Attali, principal assessor do presidente François Miterrand durante dez anos (1981-91), primeiro presidente do Banco Europeu para Reconstrução e Desenvolvimento (Berd) e hoje figura importante no debate econômico na França. "Os EUA estão determinados a aniquilar o euro porque querem que o dólar continue sozinho com a única moeda internacional de reserva", afirmou Attali.

Christian de Boissieu, presidente do Conselho de Análise Econômica, órgão auxiliar do primeiro-ministro francês, é mais moderado, evita generalizações, mas admite que "muita gente nos EUA gosta de concorrência, mas só até certo ponto, e certamente não gosta de concorrência de moedas". Já Philippe Moreau Defarges, vice-diretor do influente Instituto Francês de Relações Internacionais (Ifri) alerta: "O que provavelmente os EUA querem é uma Europa mais subordinada a eles". (Págs. 1 e C1)

Foto Legenda: Política de aproximação
A Caixa vai criar cinco gerências regionais e pôr um funcionário em cada um dos 283 maiores municípios, para facilitar o acesso das prefeituras a recursos federais, diz José Duarte. (Págs. 1 e C8)
Pecuária aceita os limites do Pantanal e avança
O Pantanal tem em seu regime de inundações a fortaleza que o mantém como bioma brasileiro proporcionalmente menos devastado pela ação humana. E isso porque até hoje é impossível prever se haverá ou não cheia, e se essa cheia será ou não daquelas de alcançar até a copa das árvores. Do ponto de vista ambiental, não há melhor defesa contra os invasores e a devastação.

Mas desse santuário ecológico e turístico também depende a vida dos pantaneiros que habitam 3 mil fazendas espalhadas por seus 14 milhões de hectares. Nas planícies de Nhecolândia, no centro-sul do Pantanal, onde a força do regime das águas é uma festa para os sentidos, as pastagens naturais representam 85% do total. Nelas prosperam os criadores do boi orgânico. (Págs. 1 e B16)

Universidade federal cresce no interior
Desde o primeiro ano letivo das 14 novas universidades federais em 2006, as matrículas saltaram de 25 mil para mais de 80 mil, fatia que representa 10% de todas as vagas na rede de ensino superior federal, que conta hoje com 59 instituições. As novas universidades - algumas resultado de ampliação de instituições que já existiam - e seus campi se espalham por mais de 40 cidades brasileiras, a maioria no interior.

De comum, as novas federais têm uma infraestrutura ainda precária, com campi em obras e laboratórios pouco aparelhados. Por outro lado, há uma aposta na qualidade. A federal do ABC é a primeira universidade brasileira com 100% dos professores doutores. Em cinco anos, abriu 14 programas de pós-graduação. (Págs. 1, A6 e A7)

Fundo de previdência com ações tem retorno maior
Investidores que aceitaram correr mais riscos aplicando parte dos recursos destinados à aposentadoria em ações foram beneficiados no longo prazo. Levantamento sobre o desempenho dos fundos de previdência, feito a pedido do Valor pela consultoria NetQuant, em parceria com a Towers Watson, mostra que as carteiras com até 49% de renda variável, limite máximo permitido, foram as mais rentáveis nos últimos dez anos.

Essas carteiras acumularam retorno médio de 263%, superior ao dos fundos de renda fixa, que tiveram um ganho médio de 240,3%. Nenhuma categoria de investimento, no entanto, conseguiu superar os 299,4% do CDI. Os fundos de renda fixa renderam em média 1,6% ao ano abaixo do CDI. (Págs. 1 e D1)

Brasileiros são processados por cartel nos Estados Unidos
Pela primeira vez, executivos brasileiros estão sendo processados nos Estados Unidos por formação de cartel. Ernesto Heinzelmann e Gerson Veríssimo são réus na Corte Distrital de Michigan e podem ter de pagar multas milionárias ou mesmo serem presos.

Os executivos foram presidentes no Brasil da Whirlpool e da Tecumseh, empresas acusadas de ter participado do cartel dos compressores (equipamentos usados em aparelhos de refrigeração). Eles já fizeram acordos para se livrar do processo no Brasil e pagaram multas do próprio bolso. Mesmo assim, os dois são alvos de processo por suposta violação à Lei Antitruste dos EUA - a Sherman Act. Procurados, Veríssimo e Heinzelmann preferiram não se manifestar. (Págs. 1 e A3)

Falta de água ameaça a exploração mineral na Argentina (Págs. 1 e A11)


Algumas indústrias que foram para China estão voltando aos Estados Unidos (Págs. 1 e B10)



Higiene e beleza em expansão
No ano passado, a operação brasileira da Avon cresceu 22,2% e transformou o país no principal mercado da empresa no mundo. O Brasil também ganhou importância para outras multinacionais do setor. (Págs. 1 e B3)
Saab mira grandes eventos no país
Os interesses da sueca Saab no Brasil não se restringem à disputa para a venda do caça Gripen à FAB. A empresa espera que a Copa e a Olimpíada gerem negócios nos segmentos de radares e sensores para segurança. (Págs. 1 e B12)
O avanço das máquinas chinesas
Há dois anos no Brasil, a fabricante chinesa de equipamentos pesados LiuGong investe na ampliação da rede de vendas para enfrentar as gigantes do setor, como Caterpillar, Volvo e New Holland. (Págs. 1 e B12)
Recorde em ACCs
O Banco do Brasil deve encerar o ano com valor recorde na concessão de adiantamentos de contrata de câmbio (ACC). Até 6 de outubro, os desembolsos já superavam o total de 2010. (Págs. 1 e C7)
Facilidades no Tesouro Direto
A partir de janeiro, será mais barato investir no Tesouro Direto, sistema de negociação de títulos públicos pela internet. Entre as mudanças está a reclusão da aplicação mínima para R$ 30,00. Bolsa e Tesouro também discutem a elevação do teto para aplicações. (Págs. 1 e D3)
General Shopping busca sócio
A General Shopping negocia a entrada de um parceiro estratégico. Entre as empresas que manifestaram interesse no negócio estão a Simon Property, líder no setor de “real estate" nos EUA, e o BTG Pactual, por meio de sua área deu “private equity". (Págs. 1 e D4)

Falidas mantêm portas abertas
Incentivadas pela Lei de Falências de Recuperação judicial, cada vez mais empresas falimentares conseguem manter suas atividades, seja por iniciativa dos próprios administradores judiciais ou pelo arrendamento a terceiros. (Págs. 1 e E1)
Ideias
Sergio Leo

A criação da coordenação de contenciosos do Itamaraty está completando dez anos de existência. (Págs. 1 e A2)

Ideias
Jeffrey Sachs

As economias mais bem-suceclidas estão na Escandinávia, com impostos altos, serviços públicos de alto nível e justiça social. (Págs. 1 e Al3)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas

Manchete: Churrascão com sabor de campanha
Quase 500 pessoas foram recebidas pelo vereador de Belo Horizonte Antônio Torres Gonçalves, o Gunda (PSL), em festança numa chácara em Contagem, na Grande BH. A reportagem do EM teve acesso ao evento, em benefício da ONG Balanço Social, e conferiu que Gunda circulou com o perfeito anfitrião. Houve poses para fotos e distribuição de apertos de mão e brindes. Em certo momento, o locutor pediu aplausos para ele. No convite havia um cartão com foto do vereador e logotipo da Câmara. O promotor Edson Resende explica que, se constatado uso do evento para garantir votos, poderá haver punição por propaganda eleitoral antes da hora. Ações semelhantes tiraram do cargo o então vereador Wellington Magalhães e o deputado estadual Pinduca. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio

Manchete: Falta pouco, Santa (Págs. 1, 4 e 5)


Foto legenda: Tráfico (Págs. 1 e 11)


Irregularidade (Págs. 1 e 9)


------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Detentos criaram um “Tribunal da Morte” em penitenciária de Caxias
Em prisão concebida para ser modelo no Estado, presos organizam conselhos de sentença e decidem pela execução sumária diante das câmeras de vigilância. (Págs. 1 e 38)
Exclusivo - José Sarney: “FH e Lula é que foram me pedir apoio”
Em entrevista ao grupo RBS, senador explica por que está em todos os governos. (Págs. 1 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Volks segue Fiat e Ford e estuda fábrica no NE
Thomas Schmall, presidente da montadora alemã, revela que negocia com os governos da Bahia e de Pernambuco a instalação de uma nova unidade de produção. (Págs. 1 e 21)
Chineses farão sonda de petróleo no Brasil
Bomco, subsidiária de máquinas para perfuração das estatais PetroChina e CNPC, anuncia hoje unidade na Bahia. A filial brasileira, Bamcobras, vem com caixa de R$ 130 milhões e meta de vender 20 sondas por ano. (Págs. 1 e 18)

“A instalação da fábrica será feita em seis meses. Nosso objetivo é começar a operar no segundo semestre de 2012.”
Francisco Colnaghi, Vice-presidente da Bomco (Pág. 1)

Preço de serviços mantém pressão sobre inflação
Renda em alta, mercado de trabalho aquecido e reajuste do salário mínimo em 2012 também ajudam a empurrar os índices de preços para cima. (Págs. 1 e 8)
Barulho das vuvuzelas ainda ecoa na Bolsa de Joanesburgo
Copa da África do Sul ajudou o país a atrair corretoras internacionais, inclusive brasileiras, conta Russell Loubser, presidente da bolsa sul-africana. (Págs. 1 e 28)

Grupo de governadores brasileiros vai a Roma atrás de investimentos
Empresários e políticos do Brasil e da Itália negociam parcerias entre indústrias dos dois países para incrementar intercâmbio comercial e tecnológico. (Págs. 1 e 4)

Atrás de votos
De olho na Prefeitura de São Paulo, Paulinho da Força diz que fará campanha voltada para a periferia. (Págs. 1 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos