Atualidades 01/07/2014

"Somos o que pensamos. Tudo o que somos surge com nossos pensamentos. Com nossos pensamentos, fazemos o nosso mundo."

Buda



Correio Braziliense
Manchete: Carro fica mais caro só depois da eleição
Contas públicas têm pior maio da história
Puro-sangue: Paulista será vice de Aécio
Alianças: Equilíbrio entre os palanques
Brasília é cara para turistas

Zero Hora
Manchete: Para a história
Até dezembro


Brasil Econômico
Manchete: Governo mantém IPI este ano para segurar empregos
Contas públicas: Déficit em maio foi de R$ 11,046 bi
Química: Tecnologia da ficção para o mundo real
Rogério Studart


Folha de S. Paulo
Manchete: Câmara de SP aprova Plano Diretor
Governo prorroga IPI reduzido para veículos e móveis
Partido de Maluf abandona PT e vai apoiar Skaf em SP
Editoriais


01 de julho de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Carro fica mais caro só depois da eleição
Fraco desempenho da economia leva o governo a adiar o fim de desconto no IPI de veículos e móveis. Imposto subiria a partir de hoje. Decisão foi anunciada após reunião de Mantega com empresários em São Paulo. (Págs. 1 e 9)
Contas públicas têm pior maio da história
O governo acelerou os gastos, para inaugurar obras antes das restrições eleitorais, e afrouxou o esforço fiscal para pagamento de juros da dívida. Com isso, as contas do setor público (União, estados, municípios e estatais) fecharam no vermelho em R$ 11 bilhões. Pior só em dezembro de 2008, no auge da crise mundial. (Págs. 1 e 8)
Puro-sangue: Paulista será vice de Aécio
A escolha de Aloysio Nunes Ferreira (PSDB-SP), senador mais votado do Brasil na última eleição, é vista como estratégica para a unificação do partido na corada presidencial. (Págs. 1 e 3)
Alianças: Equilíbrio entre os palanques
Balanço pós-convenções indica que, somados, Aécio e Eduardo terão praticamente o mesmo apoio que Dilma receberá de candidatos aos governos estaduais país afora. (Págs. 1 e 2)
Brasília é cara para turistas
Estrangeiros elogiam a cidade e a hospitalidade brasiliense, mas reclamam dos altos preços da comida e até dos suvenires. (Págs. 1 e 20)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Para a história
Porto Alegre viu e deu show no Mundial 2014. (Pág. 1 e Jornal da Copa)
Até dezembro
Governo mantém carros e móveis com imposto menor. (Págs. 1 e 11)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Governo mantém IPI este ano para segurar empregos
As alíquotas de IPI estabelecidas em janeiro para automóveis serão mantidas até dezembro, e não mais corrigidas hoje, como o previsto. O ministro Guido Mantega esclareceu que a decisão foi tomada devido à queda da produção de veículos no primeiro semestre. “Com isso, o setor se compromete com a manutenção do emprego”, disse ele. O imposto foi mantido também para o setor moveleiro. A desaceleração das contratações tem ocorrido em toda a indústria, que teve a maior perda de participação na geração de empregos no país. (Págs. 1 e 5 a 7)
Contas públicas: Déficit em maio foi de R$ 11,046 bi
O Brasil registrou em maio um déficit primário de R$ 11,046 bilhões, o único resultado negativo para o mês desde o início da série histórica. Mesmo assim, o BC diz não ser possível afirmar que o governo não cumprirá a meta de superávit de 1,9% do PIB em 2014. (Págs. 1 e 9)
Química: Tecnologia da ficção para o mundo real
Com 20,6 mil funcionários espalhados por mais de 100 países, a americana Agilent equipou o laboratório móvel utilizado pelo Exército brasileiro durante a Copa para prevenir ataques químicos. Seus equipamentos são vistos na série de TV ‘CSI’. (Págs. 1, 12 e 13)
Rogério Studart
Não é o momento de choques na indústria, mas sim de resistir, investir e avançar. (Págs. 1 e 8)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Câmara de SP aprova Plano Diretor
Após pressão de sem-teto, vereadores dão aval às diretrizes para a cidade por 44 votos a 8; texto vai à sanção de Haddad

Por 44 votos a 8,a Câmara Municipal aprovou o Plano Diretor da cidade de São Paulo, que define as diretrizes urbanísticas de como a capital paulista deve crescer nos próximos 16 anos.

A espinha dorsal do novo Plano Diretor é incentivar a construção dos maiores edifícios ao longo dos eixos de transporte público, como os corredores de ônibus e as estações de metrô e trem. (Págs. 1 e Cotidiano, C1)

ANÁLISE: Plano desfaz erros do século 20, escreve Raul Juste Lores. (Págs. 1 e C1)

Governo prorroga IPI reduzido para veículos e móveis
O governo prorrogou a alíquota reduzida do IPI de veículos e móveis até o final do ano. O imposto cheio voltaria a vigorar nesta terça (1°). A medida vem num momento de dados negativos da indústria, como queda da produção e da confiança do empresário. O governo deixará de arrecadar R$ 962 milhões até dezembro. (Págs. 1 e Mercado, B1)
Partido de Maluf abandona PT e vai apoiar Skaf em SP
O PP, sigla de Paulo Maluf, deixou a candidatura de Alexandre Padilha (PT) ao governo paulista para apoiar Paulo Skaf (PMDB). A defecção é mais um revés para o petista, que tem 3% das intenções de voto, segundo o Datafolha. O ex-prefeito de São Paulo Gilberto Kassab vai ser candidato ao Senado na chapa de Skaf. (Págs. 1 e Poder, A4)
Editoriais
Leia “Frustração municipal”, acerca de avaliação do prefeito Fernando Haddad, e “Armadilhas do chavismo”, sobre rebelião no governo da Venezuela. (Págs. 1 e Opinião, A2)------------------------------------------------------------------------------------Type your summary here Type rest of the post here
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016