Atualidades 04/09/2014

If you wish to free yourself from the sufferings of birth and death you have endured since time without beginning and to attain without fail unsurpassed enlightenment in this lifetime, you must perceive the mystic truth that is originally inherent in all living beings. 

"On Attaining Buddhahood in This Lifetime" (WND, 3)




O Globo
Manchete : Dilma reage nas pesquisas e agora fala em mudar equipe
‘Tenho de confiar’ , mas ‘eleições se perdem’
Marina acusa PT de ‘ressuscitar o medo’
Após confirmar , petista cancela entrevista ao ‘Jornal da Globo’ (Pág. 5)
Cesar Maia diz que vai priorizar reformas política e tributária (Pág. 12)
No Acre - A primeira patroa de Marina
BC mantém juros em 11% e não indica mudança
Primo de Chávez assume Petróleo
Contra a dengue - Primeira vacina pode vir em 2015
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Maior inquérito da PF tem 549 indiciados
Ana Amélia soma 39% e Tarso, 31%
Imagem manchada
Inibidor de apetite volta com polêmica
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Petrobras economiza US$ 1,7 bi com etanol e biodiesel
Ibope: Dilma sobe 3 pontos e Marina ainda vence no 2º
Banco Central mantém de novo os 11%
Dilma: nova equipe no novo governo
Usina Santo Antônio perde mais uma e ameaça parar 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Marina para de crescer, mas continua na frente no 2 º turno
Dilma indica que, se reeleita, mudará política e equipe
Em SP, Skaf sobe, mas Alckmin ainda vence no 1º turno
Plano de demissão na USP prevê corte de 10% de pessoal
BC mantém juros em 11% pela 3ª reunião seguida (Mercado B3)
Governo quer 30 meses para pagar dívida com FGTS
Foto-legenda : De patroa a eleitora
------------------------------------------------------------------------------------
04 de setembro de 2014
O Globo

Manchete : Dilma reage nas pesquisas e agora fala em mudar equipe
Presidente sobe no Ibope e no Datafolha, mas Marina ainda vence no 2º turno

Pela primeira vez na campanha, a petista diz que fará mudanças no seu Ministério , caso seja reeleita, e admite problemas na economia, reconhecendo que a situação da indústria no país hoje é ‘complexa’

Novas pesquisas do Ibope e do Datafolha mostram que Dilma Rousseff (PT) e Marina Silva (PSB) continuam tecnicamente empatadas, mas a ex-senadora vence a atual presidente no segundo turno. Aécio Neves (PSDB) cai e se mantém em terceiro. No Ibope, Dilma subiu três pontos (foi a 37%), o que não acontecia desde julho, e Marina cresceu quatro (ficou com 33%). No Datafolha, a petista cresceu um (35%), e a ex-senadora ficou estável (34%). O Ibope ouviu eleitores de 31 de agosto a 2 de setembro. O Datafolha, de 1º a 3 de setembro. Ao discursar na CNI, ontem, Dilma disse que, se reeleita, fará mudanças na política industrial e também em sua equipe. Ela admitiu que é “complexa ” a situação da indústria e afirmou que gostaria de ver o Brasil crescendo “em ritmo muito mais acelerado ”. (Págs. 3 e 4)

‘Tenho de confiar’ , mas ‘eleições se perdem’
Ao ser perguntado sobre o fato de Marina estar à sua frente nas pesquisas, inclusive em Minas, seu reduto eleitoral, o candidato Aécio Neves (PSDB) afirmou que “eleições se perdem ”, mas disse ainda confiar na vitória. (Pág. 9)
Marina acusa PT de ‘ressuscitar o medo’
Após ser comparada a Collor na campanha de Dilma, Marina disse que a petista ressuscita o medo usado contra Lula em 2002. Dilma reagiu: “Não é questão de medo, mas de verdade.” (Pág. 6)
Após confirmar , petista cancela entrevista ao ‘Jornal da Globo’ (Pág. 5)


Cesar Maia diz que vai priorizar reformas política e tributária (Pág. 12)


No Acre - A primeira patroa de Marina
Terezinha Lopes, de 82 anos , diz que para ela “pode homem com homem e mulher com mulher (Pág. 8)
BC mantém juros em 11% e não indica mudança
O Banco Central manteve, pela terceira vez seguida, os juros básicos em 11% ao ano. Desta vez, o BC não usou a expressão “neste momento” para justificar a decisão. Para analistas, isso indica que juros ficarão neste patamar por um bom tempo, apesar de o país ter passado por uma recessão. (Pág. 23)
Primo de Chávez assume Petróleo
O presidente Maduro trocou ministros de lugar e pôs um primo de Chávez na pasta do Petróleo. Críticos condenaram a falta de medidas contra escassez de produtos e inflação. (Pág. 34)
Contra a dengue - Primeira vacina pode vir em 2015
O laboratório francês Sanofi Pasteur anunciou a primeira vacina contra a dengue, com eficácia de 60%. A chegada ao mercado, inclusive brasileiro, poderá ser já em 2015. (Pág. 30)
Ilimar Franco
Na garupa de Marina

A candidata Marina Silva gravou mensagem para ser exibida nos programas de TV do PSB. Ela pede: "Vote 40 para deputado federal". O tesoureiro socialista, deputado Márcio França, diz que o voto na legenda do partido deve crescer de 5% a 7%. E aposta: o PSB pode eleger cerca de 50 deputados e entrou na briga para ser a terceira maior bancada da Câmara. Ele crê que o naufrágio de Aécio Neves afetará os tucanos. (Pág. 2)

Merval Pereira
A resiliência de Dilma

Enfim, uma série de notícias boas para a presidente Dilma, apesar de as pesquisas continuarem mostrando uma tendência de que seja derrotada no 2º turno por Marina. Até mesmo nesse caso, porém, a distância dela para sua principal competidora está sendo reduzida, uma consequência da melhora da avaliação de seu governo. (Pág. 4)

Míriam Leitão
As dissonâncias

Há fatos estranhos nesta eleição. A presidente Dilma acusa a candidata Marina de ser um novo Collor, tendo Collor na sua base de apoio. Dilma e o candidato Aécio Neves falam da falta de base política de Marina, mas o PT e o PSDB precisaram da ajuda dos outros partidos para governar. Marina diz que governará com os melhores, sabendo que se for eleita terá que formar coalizão. (Pág. 24)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Maior inquérito da PF tem 549 indiciados
Investigação sobre fraude em compra de medicamentos envolve mais de 300 cidades, 119 delas no RS, e está longe de terminar. (Notícias | 18 e 19)
Ana Amélia soma 39% e Tarso, 31%
Pesquisa Datafolha mantém polarização para o Piratini e empate entre Lasier e Olívio na disputa do Senado. (Notícias | 8 e 10)
Imagem manchada
Por unanimidade, sessão do STJD acompanhada pelo presidente Fábio Koff condenou o Grêmio a exclusão da Copa do Brasil, multa e suspensão de torcedores por atos de racismo contra goleiro do Santos. (Esporte | 36 e 37)

Inibidor de apetite volta com polêmica
Decreto legislativo libera venda de remédios para emagrecer proibidos desde 2011. (Sua Vida | 30 e 31)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : Petrobras economiza US$ 1,7 bi com etanol e biodiesel
Aprovado pelo Senado, o aumento da mistura de etanol na gasolina representa sozinho uma economia de US$ 786 milhões em importações. A empresa deve ganhar ainda com a adição de 7% de biodiesel ao diesel. A presidente da estatal, Graça Foster, disse que a produção de petróleo em agosto chegou a 2,1 milhões de barris por dia. (Págs. 12 e 13)
Ibope: Dilma sobe 3 pontos e Marina ainda vence no 2º
A intenção de votos nas candidatas do PT e do PSB cresceram em relação à pesquisa anterior. Marina ganhou quatro pontos no primeiro turno, indo de 29% para 33%, enquanto Dilma passou dos 34% para 37%. No segundo turno, Marina cresceu de 45% para 46% e Dilma, de 36% para 39%. (Pág. 4)
Banco Central mantém de novo os 11%
Mais uma vez por unanimidade, o Comitê de Política Monetária do BC decidiu pela manutenção da Selic, que está no mesmo nível desde o mês de abril. (Pág. 20 e 21)
Dilma: nova equipe no novo governo
Em discurso para a Confederação Nacional da Indústria (CNI), petista falou em atualização das políticas e apelou para o papel do pré-sal como componente para tecnologia e inovações. (Pág. 3)
Usina Santo Antônio perde mais uma e ameaça parar 
Empresa teve recurso negado pelo STJ e diz que não tem dinheiro para pagar dívida de R$ 860 milhões. (Pág. 5)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

SURPRESA NA PERIFERIA

O presidente do PSB de São Paulo, Márcio França, candidato a vice-governador na chapa de Alckmin, disse que Marina está ganhando de Dilma "de lavada" nos bairros pobres de periferia. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, afirmou que os números de pesquisas internas do seu partido são melhores e não refletiriam os índices divulgados. (Pág. 2)

Ponto de Vista
Carlos Thadeu de Freitas

A DESACELERAÇÃO NO VAREJO

De acordo com os dados mais recentes do Caged, o mercado de trabalho formal no Brasil registrou o menor saldo na geração de vagas para meses de julho (11,796 mil) desde 1999, quando a diferença entre admissões e desligamentos foi positiva em 8.057. Esse não foi um resultado pontual. (Pág. 6)

O mercado como ele é...
Luiz Sérgio Guimarães

DILMA REAGE E PREGÃO "REALIZA"

Com o resultado do Copom já no "preço" — manteve a Selic em 11% e não fez nenhuma sinalização para o futuro —, câmbio e juros operaram ontem ao sabor dos boatos e contra boatos em torno das pesquisas que horas depois seriam divulgadas pelo Ibope e pelo Datafolha. A volatilidade foi intensa, principalmente no mercado futuro de juros da BM&F. (Pág. 21)

Ponto Final
Octávio Costa

A RECONSTRUÇÃO DE DILMA

Antes de ser divulgada a última pesquisa do Ibope, um especialista em consultas de opinião garantia ontem à tarde que o panorama da sucessão presidencial está consolidado: "A ascensão de Marina é muito consistente. Haverá segundo turno e Dilma e Marina vão disputar até o final". (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Marina para de crescer, mas continua na frente no 2 º turno
Datafolha mostra empate técnico entre Dilma (35%) e Marina (34 %) no 1 º turno; Aécio tem 14 %

A candidata do PSB à Presidência, Marina Silva, parou de crescer nas intenções de voto, e a disputa com a presidente Dilma Rousseff (PT) acirrou-se, segundo pesquisa Datafolha finalizada nesta quarta-feira (3). Se o primeiro turno fosse hoje, Dilma teria 35% dos votos, e Marina, 34%, o que configura empate técnico. Na semana passada, as duas apareciam com 34%. A margem de erro é de dois pontos para mais ou para menos. A estabilização de Marina ocorreu após o início de ataques dos ri vais e depois de a candidata mudar trecho de seu programa sobre direitos de homossexuais. Já o candidato Aécio Neves (PSDB) oscilou de 1 5% para 14 % . (Poder A4)

ANÁLISE

Espaço para grandes mudanças agora é menor, escrevem Mauro Paulino e Alessandro Janoni. (A6)

Dilma indica que, se reeleita, mudará política e equipe
A presidente Dilma Rousseff acenou em Belo Horizonte com a hipótese de, se reeleita, mudar a política e a equipe de governo. Foi a primeira sinalização da petista nesse sentido, acatando recomendação do ex-presidente Lula. O PT tenta reconquistar o apoio do empresariado e atender o desejo do eleitorado por mudanças no país. (Poder A7) 
Em SP, Skaf sobe, mas Alckmin ainda vence no 1º turno
Pesquisa Datafolha mostra que Paulo Skaf (PMDB) subiu seis pontos, para 22%, na disputa pelo governo de São Paulo. Geraldo Alckmin (PSDB), que busca novo mandato, oscilou dois pontos para baixo, dentro da margem de erro. Com 53%, o governador venceria no primeiro turno. (Poder A10)
Plano de demissão na USP prevê corte de 10% de pessoal
Projeto votado pelo Conselho Universitário prevê corte de até 10% dos servidores (1.700 pessoas) com o plano de demissão voluntária da USP , que deve somar R$ 400 milhões. Reitores das universidades estaduais paulistas decidiram oferecer reajuste de 5,2%. (Cotidiano C1)
BC mantém juros em 11% pela 3ª reunião seguida (Mercado B3)


Governo quer 30 meses para pagar dívida com FGTS
O governo propôs 30 meses para quitar débito de R$ 10 bilhões com o FGTS. Trata-se de verba acumulada pelo Tesouro desde 2008, de arrecadação extra para pagar dívidas com trabalhadores lesados por planos econômicos. (Mercado B1)
Foto-legenda : De patroa a eleitora
Ao lado de familiares, Terezinha Lopes, 81, manifesta apoio a Marina Silva, que trabalhou na sua casa em Rio Branco (AC) como empregada doméstica na adolescência, depois de deixar seringal na zona rural. (Poder A8)
Eliana Cantanhêde
Nunca se pode desprezar o poder da máquina do PT. (Opinião A2)
Editoriais
Leia “Santo Estado laico”, acerca de relação de candidatos e setores religiosos, e “Imprensa à bolivariana”, sobre repressão na América Latina. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016