Atualidades 16/09/2014





16 de setembro de 2014

O Globo
Manchete : Mantega anuncia redução de IR para a indústria
Juiz autoriza ida de ex-diretor da Petrobras à CPI
Donos de avião avisaram ao PSB que ele estava irregular
Marina terá versão mais detalhada de programa de governo
A pedido de Cid Gomes, juíza do CE proíbe ‘IstoÉ’ de circular
Político ofende Ronaldinho
Oficiais são presos por corrupção
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Governo reduz IR para reconquistar indústria
Contradição - Mais empregos e mais seguro-desemprego (Notícias | 6 e 7)
Número 3 da PM carioca é preso
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Mercado reduz PIB, mas Mantega vê novo ciclo de crescimento
Cresce pressão por mudanças no pré-sal
Lula lá na Petrobras
Celulares: pagamento é nova fronteira
Samsung, Huawei e Lenovo, três das maiores fabricantes de smartphones do mundo, têm um novo desafio pela frente: a entrada da Apple no mercado de pagamentos móveis que foi anunciada na semana passada. (Pág. 13)
'Estamos queimando o dinheiro dos royalties'
CATÓLICOS CONTRA MARINA
JOGANDO VERDE
O mercado como ele é... -  DÓLAR TEM SEXTA ALTA SEGUIDA
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Alckmin maquia programa de combate ao crime na TV
PSB critica modelo de exploração do PT para o pré-sal
Foto-legenda : Cineasta fiel
Justiça do CE manda recolher 'IstoÉ' a pedido de Cid Gomes (Poder A11)
Funcionários da Santa Casa caem depois de consultoria
Governo estende benefício sobre lucro no exterior
Operação no Rio prende 23 PMs acusados de extorsão (Cotidiano C1)
Iraque terá o apoio militar de 26 países contra o Estado Islâmico (Mundo A12)
------------------------------------------------------------------------------------

16 de setembro de 2014

O Globo


Manchete : Mantega anuncia redução de IR para a indústria

Estratégia é resgatar confiança de empresários no governo Dilma

Alíquota do Imposto de Renda sobre tributação de lucros no exterior cairá de 34% para 25% em todos os segmentos industriais. Benefício, que hoje é restrito a apenas alguns setores, valerá a partir de outubro

Como parte de uma estratégia para resgatar a confiança de empresários no governo da presidente Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, o ministro da Fazenda, Guido Mantega, anunciou ontem na sede da Confederação Nacional da Indústria (CNI), em Sã o Paulo, que estendeu para todos os setores da indústria manufatureira a redução da alíquota de Imposto de Renda de 34% para 25% sobre lucros no exterior. Com isso, na prática, todas as empresas com subsidiárias no exterior terão o desconto, antes restrito apenas aos segmentos de construção civil, ser viços, bebidas e alimentos. A medida valer á a partir de outubro. (Pág. 3)

Juiz autoriza ida de ex-diretor da Petrobras à CPI

Paulo Roberto Costa, que fez acordo de delação premiada com o Ministério Público após ser preso na Lava-Jato, deve prestar depoimento à comissão mista amanhã, mas tem o direito de ficar em silêncio (Pág. 6)

Foto-legenda : Só deu para encher a ponte

Com a presença do ex-presidente Lula, do líder do MST João Pedro Stédile e de centrais sindicais, cerca de mil pessoas participaram de ato em defesa do pré-sal, no Centro do Rio. O evento serviu principalmente para criticar a candidata do PSB, Marina Silva, principal adversária da petista Dilma. (Pág. 5)

Donos de avião avisaram ao PSB que ele estava irregular

Dois dias depois da queda do jato em que estava Eduardo Campos, dirigentes do PSB ouviram dos empresários que emprestaram o avião que o partido teria problemas para declarar as despesas ao TSE porque a transação de compra da aeronave estava irregular . (Pág. 8)

Marina terá versão mais detalhada de programa de governo

A campanha de Marina Silva (PSB) prepara, para o 2º turno, uma versão mais detalhada do programa de governo. O texto ainda está em elaboração, mas aliados dão como certo que haverá uma definição mais clara sobre o pré-sal. (Pág. 8)

A pedido de Cid Gomes, juíza do CE proíbe ‘IstoÉ’ de circular

A revista foi censurada porque publicou que o governador do Ceará, Cid Gomes (PROS), foi acusado por Paulo Roberto Costa. (Pág. 7)

Político ofende Ronaldinho

Irritado com engarrafamento causado por fãs do brasileiro, o mexicano Carlos Núñez, do Partido da Ação Nacional, xingou Ronaldinho de macaco no Facebook. (Pág. 3)

Oficiais são presos por corrupção

Vinte e três PMs, sendo cinco oficiais, foram presos ontem por formar quadrilha que, segundo o Ministério Público, recebia propinas na Zona Oeste. O chefe do esquema era o coronel Alexandre Fontenelle, do Comando de Operações Especiais (COE), que reúne a elite da tropa do Rio. (Pág. 12)

Ilimar Franco

Temer quer PMDB unido

O vice Michel Temer começa a conversar para unir o PMDB no segundo turno. Ele quer de volta para o palanque da presidente Dilma os que embarcaram na canoa de Aécio Neves. “Tenho a sensação que o partido pode vir inteiro”, diz Temer . A atitude excludente de Marina Silva contribui para um acordo. A operação está sendo feita para reforçar os votos de Dilma no Rio, na Bahia e no Sul. (Pág. 2)

Merval Pereira

PT enfrentará a mais difícil eleição desde 2006. (Pág. 4)

Míriam Leitão

Com reeleição, uma situação desigual em tudo. (Pág. 22)

------------------------------------------------------------------------------------

Zero Hora


Governo reduz IR para reconquistar indústria

Benefício tributário, que já valia para três setores da economia, é estendido para todas as empresas com unidades no Exterior. (Notícias | 22 e 25)

Contradição - Mais empregos e mais seguro-desemprego (Notícias | 6 e 7)


Os planos de Vieira para as rodovias

Candidato do PDT abre série de entrevistas com concorrentes ao Piratini (Notícias | 12 e 13)

Número 3 da PM carioca é preso

Chefe do Comando de Operações Especiais liderava esquema de corrupção (Notícias | 21)

------------------------------------------------------------------------------------

Brasil Econômico


Manchete : Mercado reduz PIB, mas Mantega vê novo ciclo de crescimento

Voltou a cair a previsão das instituições financeiras para o PIB deste ano. Ontem, a pesquisa Focus ficou em 0,33%, em linha com o prognóstico da OCDE, de apenas 0,3%. Em São Paulo, o empresário Benjamin Steinbruch disse que está angustiado com a situação da indústria, mas Guido Mantega garantiu que o Brasil está pronto “para um novo ciclo de crescimento”. (Págs. 8 e 9)

Cresce pressão por mudanças no pré-sal

No primeiro dia da Rio Oil & Gas, executivos do setor pediram alteração na exigência de conteúdo local e nas restrições à participação de petroleiras privadas no pré-sal. O governo acenou com o leilão da 13ª rodada de exploração. (Págs. 6 e 7)

Lula lá na Petrobras

Ao participar ontem de um abraço simbólico à Petrobras, o ex-presidente voltou a atacar Marina Silva e fez defesa veemente da estatal. “Os milhares e milhares de trabalhadores dessa empresa não podem ser confundidos com alguém que cometeu erros”, afirmou. (Pág. 3)

Celulares: pagamento é nova fronteira

Samsung, Huawei e Lenovo, três das maiores fabricantes de smartphones do mundo, têm um novo desafio pela frente: a entrada da Apple no mercado de pagamentos móveis que foi anunciada na semana passada. (Pág. 13)

'Estamos queimando o dinheiro dos royalties' 

O Brasil avançou na legislação dos royalties do petróleo, mas ainda precisa avaliar os recursos provenientes da exploração de recursos hídricos e minerais. A avaliação é do advogado especialista Fernando Scaff, que lança esta semana o livro "Royalties no petróleo, minério e energia". (Pág. 5)

Mosaico Político

Gilberto Nascimento

CATÓLICOS CONTRA MARINA

Líderes da Igreja Católica - que não costuma anunciar apoio oficial a candidatos à Presidência da República -, tendem a apoiar no segundo turno a presidente Dilma Rousseff (PT) ou anular o voto, caso realmente Marina Silva (PSB) seja a outra concorrente. Especialistas avaliam que os grupos antipetistas na Igreja não deverão votar em Marina por ela ser evangélica. (Pág. 2)

Relatório D.C.

Rogerio Studart

JOGANDO VERDE

Na semana passada, Paulo Nogueira Batista (PNB) escreveu que encontrara na porta do FMI "outro brasileiro que representa o Brasil em uma das instituições internacionais aqui em Washington" (jornal "O Globo", "Economia verde", sábado, 6 de setembro). O personagem era um triste oportunista que buscava, em última hora, encontrar alguma afinidade com a candidata Marina Silva. (Pág. 11)

O mercado como ele é...

Luiz Sérgio Guimarães

DÓLAR TEM SEXTA ALTA SEGUIDA

O mercado de câmbio persiste pessimista acerca da possibilidade da sua candidata favorita Marina Silva reassumir a dianteira da corrida eleitoral. Continuou ontem "realizando" o excesso de otimismo demonstrado de 26 de agosto até 5 de setembro, quando se iniciou a reação de Dilma Rousseff. (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------

Folha de S. Paulo


Manchete : Alckmin maquia programa de combate ao crime na TV

Sistema de Nova York citado em propaganda eleitoral não tem prazo de conclusão

A campanha do governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), candidato à reeleição, exibe no horário eleitoral sistema de combate ao crime que ainda não funciona plenamente. O Detecta também utiliza informações com problemas. Segundo a propaganda, Alckmin importou o programa de Nova York. Nas peças da TV, suspeitos são identificados por meio de uma câmera e então a polícia é acionada, mas não existe um software configurado para isso no Estado. (...) A campanha do PSDB reconheceu, em nota, que o programa, apresentado na televisão não representa o atual estágio do Detecta. (Eleições 2014 A4)

Foto-legenda : Passinho

A presidente Dilma (PT) dança com jovens na Central Única de Favelas, no Rio; em outro ponto da cidade, seu antecessor Lula, em ato com sindicalistas, disse que Marina Silva (PSB) vai 'terceirizar' a Presidência. (Eleições A8)

PSB critica modelo de exploração do PT para o pré-sal

Bandeira do governo Dilma, o modelo de exploração do pré-sal, que impõe à Petrobras o controle das áreas, recebeu crítica do PSB de Marina Silva, rival da presidente na eleição. Para Walter Feldman, chefe da campanha, a política de conteúdo local é "doutrinária" e a estatal não "responde à demanda". (Eleições 2014 A5)

Foto-legenda : Cineasta fiel

Fernando Meirelles e Marina em evento com artistas em SP; de acordo com a campanha, diretor dará consultoria a programas de TV se ela for ao 2° turno. (Eleições 2014 A11)

Justiça do CE manda recolher 'IstoÉ' a pedido de Cid Gomes (Poder A11)


Funcionários da Santa Casa caem depois de consultoria

Dois membros da cúpula da Santa Casa que receberam R$ 100 mil, como consultores, do principal fornecedor do hospital foram desligados de seus cargos. A Folha revelou o caso na quinta-feira (11). Antonio Carlos Forte, ex-superintendente, e Hercílio Ramos, ex-tesoureiro, disseram que as consultorias não trouxeram ônus para a Santa Casa, cuja dívida é de R$ 350 milhões. (Cotidiano C4)

Governo estende benefício sobre lucro no exterior

A três semanas da eleição, o governo estendeu a todas as indústrias brasileiras uma medida que na prática reduz o Imposto de Renda de 34% para 25% sobre o lucro no exterior. A regra já valia para empreiteiras e fábricas de bebidas e alimentos. (Mercado B1)

Operação no Rio prende 23 PMs acusados de extorsão (Cotidiano C1)


Iraque terá o apoio militar de 26 países contra o Estado Islâmico (Mundo A12)


Carlos Heitor Cony

Não votaria em ninguém, mesmo que fosse obrigado

Dilma e Marina baixaram o nível da campanha. Entre as duas, meu coração e meu voto não balançam. Mesmo que fosse obrigado, não votaria em ninguém. Sou um anarquista triste, humilde e inofensivo. (Opinião A2)

Editoriais

Leia "A política como ela é", a respeito de fisiologismo em campanhas eleitorais, e " No topo se fala inglês", acerca de lista de pesquisadores influentes. (Opinião A2)

------------------------------------------------------------------------------------

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos