Atualidades 24/10/2014

“Instead of engaging in cutthroat competition, we should strive to create value. In economic terms, this means a transition from a consumer economy - the mad rush for ownership and consumption - to a constructive economy where all human beings can participate in the act of creating lasting worth.” 
― Daisaku Ikeda.



O Globo
Manchete : Dilma descola de Aécio
‘Veja’: doleiro de escândalo diz que Dilma e Lula sabiam
Tesoureiro do PT deixa cargo em Itaipu após nova acusação
Ministros fazem inaugurações casadas com agenda eleitoral
Campanha ganha as ruas em clima de confronto, até físico
Lula lá no Copa
Desemprego cai, mas sem abertura de novas vagas
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Duas visões para o RS
Medicina faz alunos trocarem de Estado
A R$ 2,51
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Custo de captação de água sobe em SP e Rio
Dilma avança na reta final
‘Os preços administrados já foram reajustados’
Operação financeira fora de banco cresce
Emprego tem melhor setembro 
Mosaico Político - APOSTA EM AUSÊNCIAS
Sintonia Fina - TEMAS DO PRÓXIMO GOVERNO
Cinema Corrente - O QUE O CINEMA ESPERA DO NOVO PRESIDENTE?
O mercado como ele é... - A VEZ DO RUMOR CONSPIRATIVO
Mundo Emergente - AS URNAS DA AMÉRICA LATINA
Ponto Final - TODOS NO MESMO BARCO
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Dilma abre 6 pontos sobre Aécio
Dólar fecha no maior valor em quase seis anos
Presidente da Câmara culpa Lula por eventual revés
Foto-legenda : Torcidas organizadas
Cantareira deve ter o outubro mais seco desde 2003
Uruguai terá referendo sobre a redução da maioridade penal (Mundo a13)
Atirador agiu sozinho, afirma polícia do Canadá
Candidata do PT avança em todas as classes sociais
------------------------------------------------------------------------------------

24 de outubro de 2014
O Globo

Manchete : Dilma descola de Aécio
Datafolha e Ibope mostram petista de 6 a 8 pontos à frente de tucano

Na disputa pelo governo do Rio, Pezão lidera com 8 a 9 pontos de vantagem sobre Crivella, segundo os dois institutos ; considerando só os votos válidos, diferença chega a dez pontos

Pesquisas Ibope e Datafolha divulgadas ontem confirmaram a tendência de crescimento de Dilma Rousseff (PT). Pela primeira vez no 2º turno, os dois institutos a mostram com uma vantagem sobre Aécio Neves (PSDB) superior à margem de erro de dois pontos. No Ibope, a petista tem 49% das intenções de voto, contra 42% do tucano. Considerando só votos válidos , o placar fica em 54% a 46%. No Datafolha, Dilma chegou a 48% e Aécio, a 42% (53% a 47% dos válidos). Na disputa pelo governo do Rio, Pezão (PMDB) lidera com 46% tanto no Ibope como no Datafolha. Já Crivella (PRB) aparece com 37% num instituto e 38% no outro. Considerando-se só os votos válidos, Pezão hoje venceria por 55% a 45%. (Pág. 3)

‘Veja’: doleiro de escândalo diz que Dilma e Lula sabiam
Em edição antecipada para hoje, revista relata que Alberto Youssef afirmou à PF e ao MP , terça-feira, que Dilma e Lula conheciam esquema de corrupção na Petrobras. Advogado confirma depoimento , mas diz desconhecer teor (Pág. 5)
Tesoureiro do PT deixa cargo em Itaipu após nova acusação
Vaccari Neto, acusado de participar do esquema de corrupção na Petrobras, disse que deixará o Conselho de Itaipu em 2015. (Pág. 11)
Ministros fazem inaugurações casadas com agenda eleitoral
A três dias do 2º turno, ministros entregaram casas e visitaram obras em locais onde era distribuído material de campanha. (Pág. 7)
Campanha ganha as ruas em clima de confronto, até físico
Em SP, militantes petistas e tucanos entraram em confronto ontem. No Rio, debate na PUC teve clima acalorado. (Pág. 6)
Lula lá no Copa
Após acusar tucanos de elitismo, em São Gonçalo, Lula foi para a suíte presidencial do Copacabana Palace. (Pág. 10)
Desemprego cai, mas sem abertura de novas vagas
O desemprego nas seis maiores regiões metropolitanas do país caiu para 4,9% em setembro, a menor taxa para o mês desde 2002. Mas não houve abertura de postos de trabalho. O número de ocupados teve ligeira queda, de 0,2%. A taxa de desemprego só recuou porque diminuiu o número de pessoas em busca de vagas. (Pág. 27)
Ilimar Franco
Analistas se dividem sobre razões da queda de Aécio. (Pág. 2)
Merval Pereira
Denúncia de doleiro deve impactar debate de hoje. (Pág. 4)
Míriam Leitão
A crise não é o fim do mundo, mas é o fim do modelo. (Pág. 28)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Duas visões para o RS
Cautela foi a marca do último debate do segundo turno entre Sartori (PMDB) e Tarso (PT). No encontro de ontem, na RBS TV, candidatos ao Piratini reduziram intensidade dos ataques.

Disputa pelo Planalto

Dilma aparece à frente de Aécio no Ibope e Datafolha

Candidatos à presidência se enfrentam na TV hoje

Governo do Estado

Datafolha mostra Sartori com 53% e Tarso com 36% (Notícias | 6 a 20)

Medicina faz alunos trocarem de Estado
Como efeito do Enem, quase metade dos calouros de cursos no RS não é do local onde escolheu estudar. (Sua Vida | 34)

A R$ 2,51
Dólar tem a maior cotação desde 2008. (Notícias | 18)

------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : Custo de captação de água sobe em SP e Rio
Depois de aprovar aumento de 8% para a Bacia dos Rios Piracicaba, Capivari e Jundiaí, o Comitê Nacional de Recursos Hídricos avalia reajuste de 9% para a Bacia do Rio Paraíba do Sul. É a primeira correção desde que a captação de águas passou a ser paga em 2003. Num país acostumado ao desperdício de água, apenas quatro bacias cobram pela captação. (Pág. 12)
Dilma avança na reta final
As últimas pesquisas antes do segundo turno da eleição presidencial mostram que Dilma Rousseff aumentou a vantagem sobre Aécio Neves. (Págs. 3 a 5)
‘Os preços administrados já foram reajustados’
O ministro da Fazenda garante que a necessidade de tarifaço está na cabeça de quem quer subir os preços e aumentar arrecadação. Em entrevista ao Brasil Econômico, Mantega confirmou que deixa o governo no dia 1º de janeiro, mesmo que Dilma Rousseff seja reeleita. (Págs. 8 a 10)
Operação financeira fora de banco cresce
Consultoria prevê que 7 bilhões de transações - considerando apenas os mobile payments - serão realizadas no mundo ao largo do sistema convencional em 2015. (Pág. 18)
Emprego tem melhor setembro 
parente contradição com desaceleração econômica é explicada pelo menor número de pessoas procurando trabalho: IBGE aponta que população desocupada, de 1,2 milhão de pessoas, caiu 10,9% ante setembro de 2013. (Pág. 6)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

APOSTA EM AUSÊNCIAS

Políticos do PSDB não escondem a torcida pela abstenção na eleição no próximo domingo, principalmente no Norte e Nordeste do País. O não comparecimento de eleitores às urnas costuma ser maior nessas regiões, nas quais a candidata do PT, a presidenta Dilma Rousseff, leva grande vantagem sobre o candidato do PSDB, Aécio Neves. (Pág. 2)

Sintonia Fina
Julio Gomes de Almeida

TEMAS DO PRÓXIMO GOVERNO

A agenda de política econômica que o Brasil deverá enfrentar, seja qual for o desenlace das eleições, inclui muitos temas, mas sobre alguns deles devemos ter presentes os fatos e tendências que os condicionam. No crescimento, onde está o maior e mais desafiante dos problemas, o país terá que restabelecer uma trajetória de crescimento que mantenha o dinamismo do período imediatamente anterior à crise global. (Pág. 7)

Cinema Corrente
Ricardo Cota

O QUE O CINEMA ESPERA DO NOVO PRESIDENTE?

Seja qual for o resultado das urnas no próximo domingo, o novo presidente da República já sabe exatamente no que será cobrado pelos agentes do cinema e da indústria do audiovisual. Há duas semanas da eleição, um grupo de 82 cineastas entregou uma carta aberta aos candidatos Dilma Rousseff (PT) e Aécio Neves (PSDB). Pelo teor, uma conclusão já pode ser tirada: a categoria espera mais do próximo governante. (Pág. 17)

O mercado como ele é...
Luiz Sérgio Guimarães

A VEZ DO RUMOR CONSPIRATIVO

Na quinta-feira sangrenta, penúltimo pregão antes das eleições, teve até rumor conspirativo. Além de fazer uso negocial do clássico boato que antecipa o resultado de pesquisa de instituto respeitável, os especuladores do mercado de câmbio inovaram ao utilizar a teoria da conspiração para fazer armações. (Pág. 20)

Mundo Emergente
Florência Costa

AS URNAS DA AMÉRICA LATINA

Este foi um dos anos mais ricos para América Latina em termos de eleições presidenciais. Com pleitos em sete países (quatro no primeiro semestre e três no segundo), o continente vive um de seus momentos políticos mais produtivos. Apenas 2006 foi mais agitado, com 10 eleições presidenciais em 18 países. (Pág. 27)

Ponto Final
Octávio Costa

TODOS NO MESMO BARCO

Pela sexta vez consecutiva, brasileiras e brasileiros vão às urnas para escolher entre PT e PSDB. Como a polarização se repete, pode-se concluir que os dois partidos nascidos em São Paulo representam os anseios do eleitorado. Mas isso seria um erro. (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Dilma abre 6 pontos sobre Aécio
Petista cresce entre as mulheres e os mais pobres e alcança 53% dos votos válidos, aponta Datafolha; tucano tem 47%

A três dias da eleição, Dilma Rousseff (PT) assumiu a liderança do segundo turno da corrida presidencial e abriu seis pontos de diferença sobre o candidato do PSDB, Aécio Neves, segundo pesquisa Datafolha. A petista tem 53% das intenções de votos válidos, e o tucano, 47%. Pela primeira vez nesta etapa final, a diferença entre os candidatos está fora da margem de erro da pesquisa — dois pontos para mais ou para menos. (...) A presidente Dilma afirmou que acredita que “está havendo uma espécie de virada, visível nas ruas”. Já o tucano Aécio declarou que a eleição será disputada e disse que “há uma onda muito forte de mudança”. Levantamento do Ibope mostrou a candidata do PT oito pontos à frente do tucano: 54% a 46% dos votos válidos. (Eleições 2014 pág. 1)

Os presidenciáveis Dilma e Aécio fazem hoje na TV Globo, às 22h10, o último debate desta eleição. (Pág. 4)

Dólar fecha no maior valor em quase seis anos
O dólar à vista fechou nesta quinta (23) em R$ 2,51, o maior valor desde 4 de dezembro de 2008. O principal índice da Bolsa baixou 3,24% e zerou os ganhos do ano. Durante o governo de Dilma, o valor de mercado da Petrobras, do Banco do Brasil e da Eletrobras recuou de R$ 500 bilhões a R$ 300 bilhões. (Mercado b1 e b3)
Presidente da Câmara culpa Lula por eventual revés
Atrás na disputa pelo governo do Rio Grande do Norte, o presidente da Câmara, Henrique Eduardo Alves (PMDB), culpa o ex-presidente Lula por eventual fracasso — o petista gravou vídeo de apoio ao rival Robinson Faria (PSD). Segundo ministro do PT, Alves escolheu “outro caminho” ao se aliar ao PSDB. (Eleições 2014 pág. 8)
Foto-legenda : Torcidas organizadas
Militantes de Dilma e de Aécio entram em confronto perto do Theatro Municipal, no centro de São Paulo, onde um grupo de tucanos com bandeiras se deparou com petistas que distribuíam adesivos; a briga durou menos de cinco minutos e ninguém foi preso (Eleições 2014 pág. 4)
Cantareira deve ter o outubro mais seco desde 2003
Outubro deve acabar com menos da metade das chuvas previstas para a região do sistema Cantareira, que abastece a Grande SP. A média histórica para o mês nas represas do sistema é de 130 mm, mas, pela previsão, o volume atingirá só 60 mm, o pior desde 2003. (Cotidiano C1)
Uruguai terá referendo sobre a redução da maioridade penal (Mundo a13)

Atirador agiu sozinho, afirma polícia do Canadá
A polícia do Canadá relatou que Michael Zehaf-Bibeau agiu sozinho no ataque que matou um policial e colocou a capital Ottawa em estado de alerta. Para o premiê Stephen Harper, o caso surgiu de radicalismo “inspirado” na milícia radical Estado Islâmico. (Mundo a8)
Candidata do PT avança em todas as classes sociais
ANÁLISE MAURO PAULINO E ALESSANDRO JANONI

A liderança da presidente Dilma (PT) reflete crescimento nos estratos mais ricos e nos mais pobres. Mesmo com variação negativa, é o Sudeste, SP em especial, que sustenta Aécio Neves (PSDB). (Eleições 2014 pág. 3)

Editoriais
Leia “Debate de crédito”, acerca de diferentes papeis dos bancos públicos, e “Contrabando legislativo”, a respeito de distorção de medida provisória. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016