Atualidades 12/01/2015

Vale a pena cumprir bem e sem erros o dever diário; não procure evitá-lo ou adiá-lo para amanhã. Fazendo logo o que hoje deve ser feito, poder viver um bom dia. (Sakyamuni).



O Globo
Manchete : Pressionado, governo já aceita negociar ajuste
Filho de Picciani vira líder do PMDB (Pág. 4)
Acidente em plataforma da Petrobras mata três
TCU livra Graça, mas pune ex-diretores
Patrocínio de ditador é criticado
Ilimar Franco - O PMDB e o ‘golpe’
Merval Pereira - Críticas ao distritão
Míriam Leitão - Dólar é só sintoma
Editoriais - As enganosas tentações do sistema eleitoral do distritão
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Explosão e mortes em plataforma da Petrobras
Sem carteira, multa mais alta
Horário de Verão termina no dia 22
Prorrogação cogitada para economizar luz não valeria a pena, afirma governo (Notícias | 21 e 25)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : BB tem lucro 9,5% maior e presidente quer elevar a rentabilidade
Comércio fecha quase no zero a zero
Explosão em plataforma no ES deixa três mortos
Mais dor de cabeça para o governo 
Dívida cresce 8,15% em 2014
Mosaico Político - PT : MILITANTES SEM ORIENTAÇÃO
Ponto de Vista - DESALAVANCAGEM DAS FAMÍLIAS
O mercado como ele é... - BC AFINA TOM COM FAZENDA
Cliente & Cia - UM NOVO OLHAR DA FISCALIZAÇÃO
A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça divulgou esta semana a lista das empresas com mais reclamações nos Procons de 26 estados e do Distrito Federal. São as mesmas de sempre da última década, dos dois setores que reúnem mais queixas, o de Telecomunicações e o Financeiro. (Pág. 13)
Ponto Final - O QUE É ISSO, COMPANHEIROS?
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Alta do dólar complica contas da Petrobras
Explosão em plataforma de petróleo deixa 3 mortos no ES
Agência corta nota, e Brasil perde selo de bom pagador
Plano de rodízio prevê 5 milhões de pessoas sem água em SP
Para evitar falta de água em hospitais, Sabesp faz obras de ligação direta (Cotidiano C3)
Governo desiste de prorrogar o horário de verão
Foto-legenda : Occupy
Editoriais - Leia “Pragmatismo líquido”, sobre primeiros desafios do Comitê de Crise Hídrica, e “Bolsa parlamentar”, a respeito do chamado Orçamento impositivo. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
12 de fevereiro de 2015
O Globo

Manchete : Pressionado, governo já aceita negociar ajuste
Planalto deve ceder nas mudanças em benefícios trabalhistas

Áreas técnicas estudam emendas para abrir negociação, admitida por ministros; ‘Ninguém é dono da verdade’, diz Manoel Dias

Diante da reação contrária do PT, de partidos aliados no Congresso e das centrais sindicais, o governo já admite negociar alterações nas suas propostas de mudanças em benefícios trabalhistas, como pensões e seguro-desemprego, incluídas no ajuste fiscal. Ciente das dificuldades para aprovar as medidas provisórias da forma como foram enviadas, técnicos do governo refazem contas e estudam modificações para negociar com o Congresso. Perguntado sobre a possibilidade de o Planalto ceder, o ministro do Trabalho, Manoel Dias, disse que “ninguém é dono da verdade”. O ministro Pepe Vargas (Relações Institucionais) admitiu que o governo está disposto a discutir , mas não detalhou o que poderia ser mudado: “Quem abre diálogo já dizendo o que vai ceder?” (Pág. 3)

Filho de Picciani vira líder do PMDB (Pág. 4)

Acidente em plataforma da Petrobras mata três
Uma explosão na casa de bombas de um navio-plataforma a serviço da Petrobras, no litoral do Espírito Santo, deixou três mortos, sei s desaparecidos e dez feridos, sendo quatro em estado grave. O navio Cidade de São Mateus é da norueguesa BW Offshore. O acidente foi o mais grave em plataformas desde 2001, quando 11 pessoas morreram e a P-36 adernou na Bacia de Campos. A presidente Dilma pediu explicações a Aldemir Bendine, que assumiu o comando da Petrobras há três dias. No momento do acidente, às 12h50m, havia 74 trabalhadores a bordo. Até as 22h, os três corpos não tinham sido resgatados. (Pág. 17)
TCU livra Graça, mas pune ex-diretores
Dez ex-diretores da Petrobras tiveram ontem os bens bloqueados pelo Tribunal de Contas da União (TCU). A ex-presidente da estatal Graça Foster foi poupada. Os ex-gestores são apontados como responsáveis por um prejuízo de US$ 792,3 milhões na compra da Refinaria de Pasadena, no Texas. (Pág. 5)
Patrocínio de ditador é criticado
O patrocínio de R$ 10 milhões dado à Beija-Flor pelo ditador da Guiné Equatorial, Teodoro Obiang, foi criticado por juristas e ONGs de direitos humanos. Para a juíza Denise Frossard, falta ética no controle da verba que financia o carnaval. (Pág. 9)
Ilimar Franco
O PMDB e o ‘golpe’

Muitos aliados do PSDB estão assustados com o discurso adotado pelos tucanos. A ala do PMDB que deu apoio a Aécio Neves está tirando a camiseta do time. Não concorda com a radicalização e adota o mesmo tom dos petistas na sua crítica ao que chamam de “golpismo”. Um desses aecistas, Geddel Vieira Lima, protesta: “Impeachment, só com batom na calcinha, fora disso é golpe!” . (Pág. 2)

Merval Pereira
Críticas ao distritão

A proposta do distritão na reforma eleitoral que a Câmara começará a debater depois do carnaval, ao mesmo tempo em que parece ter a preferência de uma maioria que vai se consolidando entre os parlamentares, tem adversários, especialmente entre os estudiosos de sistemas eleitorais como o cientista político Jair o Nicolau, professor da UFRJ. (Pág. 4)

Míriam Leitão
Dólar é só sintoma

O real foi a moeda que mais perdeu valor nos dez primeiros dias de fevereiro. O seguro cobrado de quem quer se proteger contra o risco brasileiro subiu 16% só este ano. Isso é um sintoma do aumento da insegurança em relação aos rumos da economia brasileira e tem como pior efeito mais impacto na inflação. Os sinais que o Brasil têm dado não são tranqüilizadores. (Pág. 18)

Editoriais
As enganosas tentações do sistema eleitoral do distritão

Como o modelo induz a escolha de ‘puxadores de votos’, as bancadas tenderão a ter grande proporção de personalidades sem maior ligação com os partidos (Pág. 14)

Inflação alta de janeiro corrige o passado

No segundo semestre, os índices de preços já deverão começar a refletir no Brasil o efeito do ambiente internacional de deflação, convergindo para a meta (Pág. 14)

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Explosão e mortes em plataforma da Petrobras
Em meio à crise na estatal, acidente em navio usado na produção de gás e petróleo no litoral do Espírito Santo matou pelo menos três pessoas, deixou seis trabalhadores desaparecidos e outros 10 feridos. (Notícias | 6 e 7)
Sem carteira, multa mais alta
Ministério do Trabalho vai intensificar fiscalização sobre informalidade (Notícias | 20)
Horário de Verão termina no dia 22
Prorrogação cogitada para economizar luz não valeria a pena, afirma governo (Notícias | 21 e 25)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : BB tem lucro 9,5% maior e presidente quer elevar a rentabilidade
O resultado do Banco do Brasil em 2014 foi de R$ 11,3 bilhões, contra R$ 10,4 bilhões de lucro ajustado em 2013. Os números superaram as expectativas e o novo presidente do banco, Alexandre Abreu, disse que quer aumentar a rentabilidade sobre o patrimônio líquido, que hoje está em 15%. (Pág. 18)
Comércio fecha quase no zero a zero
O crescimento do varejo restrito, sem material de construção e veículos, foi de apenas 2,2%, o menor percentual dos últimos 11 anos. (Pág. 8)
Explosão em plataforma no ES deixa três mortos
O acidente foi na praça de máquinas da embarcação, que produzia 2,2 milhões de metros cúbicos por dia de gás natural, e deixou ainda dez feridos. Segundo a ANP, não houve vazamento de óleo. (Pág. 4)
Mais dor de cabeça para o governo 
Eleição de novo líder do PMDB, o fluminense Leonardo Picciani, e proposta de ampliação do orçamento impositivo reforçam a agenda negativa para a presidenta Dilma. (Pág. 3)
Dívida cresce 8,15% em 2014
Resultado, porém, ficou dentro da meta. Para Levy, ajuste fiscal ajuda a criar sociedade mais "justa e correta". (Pág. 6)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

PT : MILITANTES SEM ORIENTAÇÃO

Além de Dilma Rousseff exigir que seus ministros e assessores defendam o governo, militantes do PT estão sendo convocados pela direção do partido para sair às ruas e responder às manifestações em favor de uma tentativa de impeachment da presidenta. (Pág. 2)

Ponto de Vista
Carlos Thadeu de Freitas

DESALAVANCAGEM DAS FAMÍLIAS

Com as medidas de política fiscal e monetária recentemente anunciadas, é esperado que em 2015 o processo de desalavancagem das famílias continue. (Pág. 9)

O mercado como ele é...
Luiz Sérgio Guimarães

BC AFINA TOM COM FAZENDA

O Banco Central resolveu cantar no mesmo tom soturno da Fazenda. Para um fiscalista puro-sangue como Joaquim Levy a meta para este ano de superávit primário não é um joguinho de faz de conta. Ou ele faz o 1,2% do PIB prometido ou pega o boné e vai embora. (Pág. 21)

Cliente & Cia
Nadja Sampaio

UM NOVO OLHAR DA FISCALIZAÇÃO

A Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) do Ministério da Justiça divulgou esta semana a lista das empresas com mais reclamações nos Procons de 26 estados e do Distrito Federal. São as mesmas de sempre da última década, dos dois setores que reúnem mais queixas, o de Telecomunicações e o Financeiro. (Pág. 13)

Ponto Final
Octávio Costa

O QUE É ISSO, COMPANHEIROS?

Houve tempo em que o PT foi comandado com disciplina rígida. Nos moldes clássicos dos grupos de esquerda, prevalecia o centralismo democrático. (...) Para quem conviveu com os petistas naqueles dias, é difícil entender o que está acontecendo hoje com o partido do ex-presidente Lula. Como interpretar, por exemplo, os recentes ataques da senadora Marta Suplicy à presidente Dilma Rousseff, da qual ela foi ministra da Cultura até setembro do ano passado? (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Alta do dólar complica contas da Petrobras
Câmbio encarece importações e eleva a dívida; moeda dos EUA vai a R$ 2,88

A recente valorização do dólar vai ajudar a deteriorar as contas da Petrobras, reduzindo o caixa, encarecendo importações e investimentos, e elevando ainda mais a dívida, que está 70% em moeda norte-americana. A estatal está muito exposta aos efeitos do câmbio. Segundo analista, cerca de 7 5% de suas despesas estão em dólares, e apenas 25% das receitas da estatal são obtidas em moeda forte. Especialistas consideram ser a tempestade perfeita para a empresa, que já enfrenta o escândalo de corrupção e a troca da presidência. Consultoria estima que a recente variação do dólar pode ter elevado a dívida líquida da estatal de R$ 261 bilhões para R$ 290 bilhões. No quarto dia consecutivo de valorização, o dólar subiu 2% e fechou cotado a R$ 2,879. É o maior valor desde outubro de 2004. A moeda sofre pressão de fatores internos, como a dificuldade de Dilma em aprovar medidas de austeridade, e externos, como a expectativa sobre os juros dos EUA e a desaceleração na China. Analistas consideram que o BC poderia intensificar o aperto monetário. (Mercado B1)

Explosão em plataforma de petróleo deixa 3 mortos no ES
Uma explosão em navio plataforma que presta serviços à Petrobras na costa do Espírito Santo deixou três mortos e dez feridos, segundo informações da estatal. De acordo com o sindicato dos petroleiros, um vazamento de gás causou a explosão. A Agência Nacional do Petróleo comandará as investigações sobre o caso, e a Marinha abrirá inquérito para esclarecer causas e responsabilidades. (Mercado B5)
Agência corta nota, e Brasil perde selo de bom pagador
A piora nas contas do governo levou a consultoria e agência de classificação de risco britânica Economist Intelligence Unit a retirar o grau de investimento que havia concedido ao Brasil em janeiro de 2012. A nota da dívida soberana brasileira caiu de BBB para BB. Com isso, o Brasil perdeu o selo de que é um país seguro para investir e voltou ao grau especulativo. (Mercado B7)
Plano de rodízio prevê 5 milhões de pessoas sem água em SP
Ao menos 5 milhões de pessoas serão atingidas se vingar proposta em estudo no governo Alckmin (PSDB) de restringir eventual rodízio de água na Grande SP à área atendida pelo Cantareira. Será afetada a maior parte da zona norte da capital, abastecida pelo sistema e que não tem como se interligar a outros mananciais da região metropolitana. (Cotidiano C1)
Para evitar falta de água em hospitais, Sabesp faz obras de ligação direta (Cotidiano C3)

Governo desiste de prorrogar o horário de verão
O ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, anunciou que o governo não irá prorrogar o horário de verão, que termina no dia 22. Segundo ele, a proposta, cogitada na semana passada, traria ganhos limitados. O governo elabora um projeto para incentivar o uso de geradores por grandes consumidores. (Mercado B6)
Foto-legenda : Occupy
Manifestantes tomam plenário da Assembleia Legislativa do Paraná em protesto contra pacote do governo Beto Richa (PSDB) que restringe benefícios de servidores públicos; deputados fizeram sessão em restaurante (Poder a8)
Editoriais
Leia “Pragmatismo líquido”, sobre primeiros desafios do Comitê de Crise Hídrica, e “Bolsa parlamentar”, a respeito do chamado Orçamento impositivo. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016