Atualidades 14/11/2015



O Globo
Manchete : Massacre em Paris 
Desemprego sobe e castiga mais os jovens
Contra O Globo - Cunha usa lei de direito de resposta (Pág. 6)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete : Atentados simultâneos em Paris matam ao menos 40 e ferem dezenas
Chefe do STF fala em ‘golpe institucional’
Com crise, trabalho infantil volta a crescer 
Reintegração de escola é suspensa 
Samarco sofre bloqueio de R$ 300 milhões 
Pauta cheia do Conselho de Ética favorece Cunha (Política/Pág. A5 e A8)
Notas&Informações - O PT secou - O partido assiste, aparvalhado, à construção de uma unanimidade : é o mais detestado do País (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Ataques deixam mortos e levam terror a Paris
Pesquisa do IBGE - 42% dos lares gaúchos são comandados por mulheres (Sua Vida | 20 e 21)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Tiros e explosões coordenados matam ao menos 45 em Paris
Imprensa vê ‘declaração de guerra’
Desigualdade social no Brasil diminui pelo 10º ano consecutivo (Mercado A21)
Aliado que agrediu mulher concorrerá e vencerá em 2016, diz Eduardo Paes (Poder A8)
Editoriais - Leia “Triplo sequestro”, acerca da mudança de rumo do PSDB, e “Sempre a cracolândia”, sobre o programa da Prefeitura de São Paulo para a região. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

14 de novembro de 2015
O Globo

Manchete : Massacre em Paris 
Homens-bomba e atentados a tiros em 6 locais deixam mais de 140 mortos

Cem pessoas foram assassinadas em casa de shows. Hollande é retirado do Stade de France, onde ocorreram explosões, e pede união contra o terrorismo. Dois brasileiros são feridos. Para Obama, foi ataque contra a Humanidade

Os maiores atentados terroristas da história de Paris paralisaram a capital francesa e mergulharam a França em estado de choque na noite de ontem. Ataques a tiros em seis locais, incluindo uma casa de shows com mais de cem jovens, e três explosões no Stade de France, onde jogava, França e Alemanha, deixaram ao menos 140 mortos, segundo a Agência France Presse. (Págs. 33 a 35)
Desemprego sobe e castiga mais os jovens
Mais 617 mil brasileiros ficaram desempregados no ano passado, e os jovens de 15 a 24 anos são 75% desse grupo, mostrou a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios, do IBGE. A presença dos jovens na escola não avançou. A desigualdade de renda caiu, e 2 milhões de brasileiros saíram da miséria. (Págs. 23 a 28)
Contra O Globo - Cunha usa lei de direito de resposta (Pág. 6)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Atentados simultâneos em Paris matam ao menos 40 e ferem dezenas
Restaurante, casa de espetáculos e estádio onde jogava a seleção francesa sofreram ataques terroristas. Presidente Hollande decreta estado de emergência e fecha as fronteiras. Obama oferece ajuda para reação. Segundo embaixada, dois brasileiros foram atingidos

Em noite de pânico e terror, atentados simultâneos atingiram diferentes locais de Paris e mataram ao menos 40 pessoas. Dezenas ficaram feridas, incluindo dois brasileiros. Um dos alvos foi o Stade de France, onde duas explosões foram ouvidas no fim do primeiro tempo de amistoso entre França e Alemanha. O presidente francês, François Hollande, estava no estádio e foi retirado às pressas. Em pronunciamento na TV, ele declarou estado de emergência e anunciou o fechamento das fronteiras para impedir a fuga dos terroristas. (Internacional/Pág. A11 e A12)
Chefe do STF fala em ‘golpe institucional’
Presidente do STF, Ricardo Lewandowski criticou ações pró-impeachment de Dilma Rousseff e pediu paciência para aguentar três anos sem "golpe institucional". (Política/ Pág. A4)
Com crise, trabalho infantil volta a crescer 
O aumento da informalidade fez o trabalho infantil voltar a crescer no País pela primeira vez em uma década, segundo dados da Pnad 2014, do IBGE. (Economia / Págs. B4 a B13)
Reintegração de escola é suspensa 
A Justiça reverteu ontem à noite sentença de remoção de alunos de duas escolas estaduais da capital. Até as 21h30, oito colégios estavam ocupados. (Metrópole / Págs. A19 e A20)
Samarco sofre bloqueio de R$ 300 milhões 
A Justiça bloqueou R$ 300 milhões da Samarco. O dinheiro deverá ser usado para reparação de danos. O governo quer tomar mais rígidas leis para exploração de minas. (Metrópole / Págs. A24 e A25)
Pauta cheia do Conselho de Ética favorece Cunha (Política/Pág. A5 e A8)

Notas&Informações
O PT secou - O partido assiste, aparvalhado, à construção de uma unanimidade : é o mais detestado do País (Pág. A3)

Rede de mentiras - Mesmo para os padrões ordinários da baixa política, Eduardo Cunha está passando dos limites (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Ataques deixam mortos e levam terror a Paris
Explosões e tiroteios, em atentados simultâneos, ocorreram na noite de ontem na capital da França, fazendo dezenas de vítimas. As ações atingiram vários pontos da cidade, incluindo dois restaurantes e uma famosa casa de shows, invadida pela polícia para libertar uma centena de reféns. O presidente François Hollande, que na hora das agressões assistia a um amistoso entre França e Alemanha, declarou emergência e determinou o fechamento das fronteiras do país. (2, 6, 7 e 26)
Pesquisa do IBGE - 42% dos lares gaúchos são comandados por mulheres (Sua Vida | 20 e 21)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Tiros e explosões coordenados matam ao menos 45 em Paris
Presidente da França decreta emergência e fecha fronteiras. Atentado terrorista é o maior no Ocidente em 10 anos. Grupo mantinha cem reféns. Há 2 brasileiros feridos

Uma série de ataques simultâneos em Paris deixou ao menos 45 mortos e dezenas de feridos na noite desta sexta (13). Houve tiroteios e explosões em diversos pontos da capital francesa. É o maior atentado terrorista no ocidente em uma década. Uma bomba explodiu fora do estádio de futebol onde ocorria um amistoso entre as seleções francesa e alemã. Retirado às pressas do local, o presidente da França, François Hollande, decretou estado de emergência e fechou as fronteiras do país. (Mundo A12)
Imprensa vê ‘declaração de guerra’
O estado de emergência, decretado pelo presidente François Hollande após os ataques, foi interpretado pela mídia local como uma declaração de guerra, relata Cíntia Cardoso, em Paris. a medida fecha fronteiras e dá poderes especiais à polícia. Em pronunciamento, Hollande afirmou que os atentados foram “um horror”, mas que a França não se deixará intimidar. “Sabemos de onde veio o ataque”, disse. “Frente ao terror, as autoridades têm que ser firmes.” (Mundo a12)
Desigualdade social no Brasil diminui pelo 10º ano consecutivo (Mercado A21)

Aliado que agrediu mulher concorrerá e vencerá em 2016, diz Eduardo Paes (Poder A8)

Editoriais
Leia “Triplo sequestro”, acerca da mudança de rumo do PSDB, e “Sempre a cracolândia”, sobre o programa da Prefeitura de São Paulo para a região. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016