Atualidades 13/06/2016

Guardar raiva é como segurar um carvão em brasa com a intenção de atirá-lo em alguém; é você que se queima.





O Globo
Manchete: Terror e ódio homofóbico matam 50 no maior ataque a tiros dos EUA
MPs agravam contas de Dilma
Sirkis confirma reunião, mas nega caixa 2 para Marina (Pág. 6)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Homem mata 50 em boate gay no maior ataque a tiros dos EUA
Planalto e Centrão tiram apoio a mandato de Cunha
MPF vai investigar sites pornográficos
Ipiranga bate rivais e compra rede Ale por R$2,17 bi
Denis Lerrer Rosenfield - Mentalidades 
Notas & Informações  - Sinais de reação 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Maior atentado a tiros nos EUA mata 50 em boate gay
Petistas presos sugerem acordo de leniência para o partido
Entrevista da 2ª: Mudanças de regras afetam setor petroleiro
Celso Rocha de Barros - Conjuntura expõe quem tem poder e quem só se elegeu 
Editoriais - Leia “Fora de hora”, sobre declaração de Dilma a favor de nova eleição, e “A fundo perdido”, acerca de projeto para fundações de previdência privada. (Opinião a2)
------------------------------------------------------------------------------------

13 de junho de 2016
O Globo

Manchete: Terror e ódio homofóbico matam 50 no maior ataque a tiros dos EUA
Americano, filho de afegãos, jurou lealdade ao Estado Islâmico e abriu fogo em boate gay em Orlando

Número de vítimas é o maior no país desde o 11/9. Grupo jihadista reivindica autoria, mas FBI ainda não confirma. Em seu 16º pronunciamento à nação após um tiroteio, Obama critica, mais uma vez, o fácil acesso dos americanos às armas

Um atirador homofóbico, que jurou lealdade ao Estado Islâmico, perpetrou o maior ataque terrorista nos EUA desde o 11 de Setembro, matando 50 pessoas e ferindo 53 na lotada boate gay Pulse, em Orlando. Filho de afegãos, Omar Mateen, de 29 anos, fora interrogado em três ocasiões pelo FBI por possíveis conexões com o terror. Por meio de uma agência na internet, o Estado Islâmico reivindicou o ataque, considerado o maior a tiros na História dos EUA e também o mais mortífero direcionado a gays. Mas o FBI não confirmou vínculos entre o atirador e o grupo jihadista. Segundo o pai, Mateen não era religioso, mas demonstrava claros sinais de homofobia. Em seu 16º pronunciamento à nação após um tiroteio, o presidente Barack Obama classificou o ato como de terror e ódio: “Isso mostra como é fácil que uma pessoa consiga uma arma e dispare dentro de escola, restaurante, cinema ou boate.” O massacre causou enorme comoção no país e no mundo. (Págs. 20 a 23)
MPs agravam contas de Dilma
O Ministério Público junto ao Tribunal de Contas da União (TCU) classificou como “grave irregularidade” a edição de quatro medidas provisórias, em 2015, que criaram gastos extras de R$ 49,6 bilhões. As MPs não teriam sido editadas com critérios de urgência, imprevisibilidade ou calamidade. O parecer integra o processo no TCU que analisa as contas da presidente afastada, Dilma Rousseff. O julgamento no plenário da corte de contas ocorre na quarta-feira. (Pág. 3)
Sirkis confirma reunião, mas nega caixa 2 para Marina (Pág. 6)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Homem mata 50 em boate gay no maior ataque a tiros dos EUA
Um homem que jurou lealdade ao Estado Islâmico matou a tiros 50 pessoas e deixou outras 53 feridas na madrugada de ontem na casa noturna Pulse, frequentada pelo público LGBT em Orlando, na Flórida. O caso está sendo investigado como o maior atentado terrorista nos EUA desde o 11 de Setembro. Em mensagem, o EI disse que o ataque foi realizado por um de seus seguidores, o americano filho de afegãos Omar Mateen, de 29 anos. É o maior tiroteio em massa dos EUA desde o registrado na universidade Virginia Tech, em 2007, quando 32 pessoas morreram. Carregando um fuzil AR-15 e uma pistola automática comprados legalmente, o atirador entrou na boate quando cerca de 300 pessoas estavam no local. O pai de Omar disse que, há dois meses, o filho ficou transtornado ao ver dois homens se beijando. O presidente Barack Obama afirmou que o ato foi de “terror e ódio”. Brasileiros relataram o pânico na cidade e a angústia de ter amigos mortos ou feridos. Homenagens às vítimas foram organizadas em diversas cidades do mundo, entre elas São Paulo. (Internacional/Págs. A8 e A10 a A12)
Planalto e Centrão tiram apoio a mandato de Cunha
O deputado Eduardo Cunha(PMDB-RJ) perdeu apoio do Planalto, do PMDB e do Centrão (maior bloco parlamentar informal do Congresso) na luta para manter o mandato. Antes poderoso, o presidente afastado da Câmara está acuado por antigos aliados, que o pressionam para que renuncie ao cargo, e pela Lava Jato.Cunha tenta preservar o mandato para não perder o foro privilegiado. Ele foi procurado por dois parlamentares do Centrão, grupo que ajudou a criar. Ambos o aconselharam a renunciar. Cunha se descontrolou e disse que jamais tomará essa atitude. (Política/Pág. A4)
MPF vai investigar sites pornográficos
Ministério Público Federal investigará sites que lucram com fotos roubadas de jovens, após denúncia do Estado,e a disseminação de imagens de pornografia infantil. (Metrópole/Pág. A13)
Ipiranga bate rivais e compra rede Ale por R$2,17 bi
O Grupo Ultra, por meio da marca Ipiranga, comprou a rede de postos de combustíveis Ale, a quarta maior do País, por R$ 2,17 bilhões. Comandada pelo empresário Marcelo Alecrim, a Ale detém 3% do mercado e vai ajudar a vice-líder Ipiranga a se aproximar da BR Distribuidora, da Petrobrás. Raízen (parceria entre Cosan e Shell) e fundos de investimentos também tinham interesse na compra da Ale. (Economia/Pág. B1)
Denis Lerrer Rosenfield 
Mentalidades

Ética na política é bandeira social. Exige que a classe política e o novo governo entrem em sintonia com a sociedade portadora de nova mentalidade. (Espaço Aberto/Pág. A2)
Notas & Informações 
Sinais de reação

Sinais positivos constituem importante capital de um novo governo. Fazê-lo render é a grande tarefa. (Pág. A3)

Ideia delirante

Dilma está propondo ideia estapafúrdia: se for reconduzida, convocará plebiscito sobre a antecipação da eleição. (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Maior atentado a tiros nos EUA mata 50 em boate gay
Atirador, que foi morto, declarava repulsa a homossexuais; Obama defende restrição a compra de armas

Pelo menos 50 pessoas foram assassinadas e outras 53 ficaram feridas no maior atentado a tiros registrado na história dos EUA, na madrugada de ontem, executado em uma casa noturna em Orlando, na Flórida. Cerca de 200 pessoas dançavam na Pulse, uma das principais boates gays da cidade, quando o som foi interrompido por rajadas de fuzil AR-15 e de uma pistola. O autor do massacre, Omar Mateen, 29, americano de ascendência afegã que declarava ter repulsa a gays, ligou para a polícia antes de agir e disse que atuava em nome do Estado Islâmico. O atirador chegou a manter reféns em uma área restrita da boate, enquanto outros se protegiam nos banheiros. Ele foi morto em tiroteio com policiais três horas após o início do ataque. Mateen chegou a ser investigado pelo FBI, mas não foi visto como uma ameaça. O presidente Barack Obama voltou a criticar a facilidade com que é possível comprar armas nos EUA. (Mundo a12)
Petistas presos sugerem acordo de leniência para o partido
Presos em Curitiba, os petistas José Dirceu e João Vaccari Neto sugerem que o partido tente fazer um acordo de “leniência partidária” nos moldes das empresas envolvidas na Lava Jato. Pela proposta, o PT assumiria crimes, pagaria multa e seus integrantes revelariam informações às autoridades, se beneficiando com penas menores. (Poder a6)
Entrevista da 2ª: Mudanças de regras afetam setor petroleiro
Mesmo sustentando que o investimento privado é importante, o Brasil vem tomando medidas que podem inviabilizar projetos na área de petróleo e gás. Para o presidente da Shell Brasil, André Araújo, mudanças repentinas na regulação causam incertezas. (Pág. a16)
Celso Rocha de Barros 
Conjuntura expõe quem tem poder e quem só se elegeu

Ao que tudo indica, a esquerda é fraca demais para devolver o mandato de Dilma Rousseff, mas a direita é forte o suficiente para absolver Michel Temer em ação no TSE. É em horas como essa que se vê quem tem poder e quem só ganhou eleições. (Poder a10)
Editoriais
Leia “Fora de hora”, sobre declaração de Dilma a favor de nova eleição, e “A fundo perdido”, acerca de projeto para fundações de previdência privada. (Opinião a2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos