Atualidades 09 de junho de 2017

Desconectar-se um pouco dos problemas é importante para manter uma atitude positiva.

P (pensamento) + S (sentimento) + A (ação) = R (resultado).



O Globo
Manchete: ‘A razão é uma só: arrancar toda a prova da Odebrecht’
Planalto faz ofensiva contra a JBS
Piloto confirma versão de Joesley sobre voo
Governo arma BC para delação de Palocci
Colunistas 
CANTINHO DO MORENO - Mais um assessor deverá dar dor de cabeça a Temer. (Pág. 2)
LYDIA MEDEIROS  - Ainda que salvo no TSE, Temer terá vitória ilusória. (Pág. 2)
MERVAL PEREIRA  - Decisão atingirá gravemente o Judiciário. (Pág. 4)
MÍRIAM LEITÃO - Festival de sofismas no TSE ameaça absolver Temer. (Pág. 18)
NELSON MOTTA - Congresso não tem moral para eleger Miss Bumbum. (Pág. 15)

Ainda mais joias
STF decide que lei é constitucional
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Ministros sinalizam vitória de Temer no julgamento do TSE
Senado tem dúvida sobre cassar Aécio
Instituição financeira poderá fazer acordo de leniência com BC
Fim da Infraero deve render R$ 43 bi (Economia / Pág. B5)
Cresce internação psiquiátrica no País
Celso Ming - IBGE prevê safra recorde de 239 milhões de toneladas, 29,2% maior do que a de 2016. (ECONOMIA / PÁG. B2)
Notas & Informações - O caráter pedagógico de um julgamento 
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Relator indica abuso e pede cassação de Temer
PAINEL  - Janot deve acusar presidente de chefiar organização criminosa (Poder A4)
Bernardo Mello Franco - Para salvar Temer, TSE faz de conta que a Lava Jato não existe (Opinião A2)
Caixa e Petrobras tomam medidas contra dona da JBS
Justiça permite que Doria elimine função de cobrador
Partido de May perde maioria no Reino Unido, diz boca de urna
Ex-chefe do FBI afirma no Senado que Trump mentiu
Editoriais - “Dilema tucano”, sobre apoio do PSDB ao governo Temer, e “Ensino engessado”, acerca de gastos obrigatórios em educação no Estado de SR. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------


09 de junho de 2017
O Globo

Manchete: ‘A razão é uma só: arrancar toda a prova da Odebrecht’
Relator insiste na inclusão de delações, mas deve ser derrotado

Julgamento deve ser concluído hoje e, baseado nas manifestações feitas ontem pelos ministros, placar final tende a ficar em 4 a 3 pela não cassação de Temer, o que também livra Dilma de punição

Na sessão de ontem, o TSE indicou que, por 4 votos a 3, vai rejeitar as revelações feitas nas delações da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura, as provas mais incisivas do processo de cassação da chapa Dilma-Temer. O relator, ministro Herman Benjamin, protestou: “A razão (das argumentações da defesa e do presidente da Corte, Gilmar Mendes) é uma só: é arrancar (do processo) toda a prova relativa à Odebrecht.” O julgamento deve ser concluído hoje, e a tendência é que o presidente e a ex-presidente escapem da cassação por 4 a 3. Indicaram estar com o relator os ministros Luiz Fux e Rosa Weber. “Nós somos uma Corte. Avestruz é que enfia a cabeça no chão”, disse Fux. Já Napoleão Maia, Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira se manifestaram por não incluir as provas, acompanhando Gilmar Mendes. (Págs. 3 e 4)

Temer busca base para ‘sobreviver’

Já contando com a vitória no TSE, o presidente Temer trabalha para ter mais do que os 172 votos necessários na Câmara para impedir a abertura de processo contra ele no STF. (Pág. 5)
Planalto faz ofensiva contra a JBS
Por determinação do Planalto, estatais e órgãos públicos estão ampliando a fiscalização e revendo negócios com a JBS, que delatou Temer. A Petrobras interrompeu o fornecimento de gás à termelétrica do grupo. O governo adiou o parcelamento de dívidas de produtores rurais porque beneficiaria a empresa. E bancos públicos restringem o crédito. (Págs. 17 e 18)

Piloto confirma versão de Joesley sobre voo
A versão de Joesley Batista sobre a viagem do então vice-presidente Temer e família em avião da JBS foi confirmada ao GLOBO pelo piloto do voo, José de Oliveira Cerqueira. Ele, que levou o casal de São Paulo a Comandatuba, em 2011, confirmou ter entregado um buquê de flores à mulher de Temer no jatinho, na volta para São Paulo, revela THIAGO HERDY. “A empresa me orientou a informar que quem enviou foi dona Flora”, contou, referindo-se à mãe de Joesley. O piloto disse não se lembrar se houve conversa sobre os donos do avião. (Pág. 7)
Governo arma BC para delação de Palocci
O governo deu mais poderes ao Banco Central (BC) e à Comissão de Valores Mobiliários (CVM) para fiscalizar e punir infrações no mercado financeiro. As novas regras foram criadas por medida provisória e têm por objetivo proteger o sistema financeiro dos efeitos das denúncias que devem vir à tona na iminente delação do ex-ministro da Fazenda Antonio Palocci, que pode envolver o BTG. A CVM e o Banco Central poderão, a partir de agora, fazer acordos de leniência. E as multas máximas aplicadas foram elevadas para até R$ 2 bilhões. (Pág. 19)
Colunistas 
CANTINHO DO MORENO

Mais um assessor deverá dar dor de cabeça a Temer. (Pág. 2)

LYDIA MEDEIROS

Ainda que salvo no TSE, Temer terá vitória ilusória. (Pág. 2)


MERVAL PEREIRA

Decisão atingirá gravemente o Judiciário. (Pág. 4)

MÍRIAM LEITÃO

Festival de sofismas no TSE ameaça absolver Temer. (Pág. 18)

NELSON MOTTA

Congresso não tem moral para eleger Miss Bumbum. (Pág. 15)
Ainda mais joias
Delatores da H.Stern listaram 30 joias a mais, num total de R$ 4 milhões, compradas pelo ex-governador Cabral e sua mulher, com recursos desviados. (Pág. 8)
STF decide que lei é constitucional
Lei que reserva 20% de vagas de concursos públicos federais para negros foi declarada, pelo STF, constitucional. (Pág. 27)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Ministros sinalizam vitória de Temer no julgamento do TSE
Relator vê indício de abuso de poder político e econômico e indica voto pela cassação da chapa

A maioria dos ministros do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) já sinalizou que vai votar para livrar o presidente Michel Temer da condenação na ação contra a chapa presidencial, acusada de abuso de poder político e econômico na campanha de 2014. A expectativa é de que o julgamento seja encerrado hoje, com 4 votos a favor e 3 contra o presidente. O desfecho favorável foi desenhado logo ontem de manhã, quando os ministros Gilmar Mendes, presidente da Corte Eleitoral, Napoleão Nunes Maia, Admar Gonzaga e Tarcísio Vieira defenderam a exclusão de provas apresentadas pelas delações da Odebrecht e dos marqueteiros João Santana e Mônica Moura. O relator, ministro Herman Benjamin, por outro lado, já indicou que votará pela cassação da chapa. Para ele, mesmo sem as provas, há indícios de abuso de poder. Benjamin afirmou que os políticos têm conhecimento de que receberam recursos ilícitos.
(POLÍTICA / PÁGS. A4 a A7)

Eliane Cantanhêde

Na Câmara, Temer x Janot

Se Temer passar no TSE, a guerra com Rodrigo Janot será na Câmara, seu hábitat natural. (POLÍTICA / PÁG. A6)
Senado tem dúvida sobre cassar Aécio
Presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA) diz sentir que colegas “não concordam com o afastamento” de Aécio Neves. (POLÍTICA / PÁG. A9)
Instituição financeira poderá fazer acordo de leniência com BC
O sistema financeiro ganhou novas regras para a investigação e punição de irregularidades cometidas por instituições financeiras ou pessoas físicas. Uma medida provisória criou a possibilidade de que envolvidos em esquemas financeiros, como os investigados pela Lava Jato, possam delatar em troca de redução de pena. Multas aplicadas a bancos e corretoras poderão alcançar R$ 2 bilhões. Houve pressão do BC pela edição da MP. (ECONOMIA / PÁG. B1)
Fim da Infraero deve render R$ 43 bi (Economia / Pág. B5)

Cresce internação psiquiátrica no País
O aumento do uso de drogas lícitas e ilícitas fez as internações psiquiátricas de pacientes com planos de saúde crescerem 58% em quatro anos no País. (METRÓPOLE / PÁG. A13)
Celso Ming
IBGE prevê safra recorde de 239 milhões de toneladas, 29,2% maior do que a de 2016. (ECONOMIA / PÁG. B2)
Notas & Informações 
O caráter pedagógico de um julgamento

Ocaso em questão no TSE não envolve apenas Dilma Rousseff e Michel Temer. Um equívoco causaria dano direto a todo o País. (PÁG. A3)

Angústias tucanas

Fará bem a cúpula do partido em tentar conter os que advogam o desembarque do governo. (PÁG. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Relator indica abuso e pede cassação de Temer
Herman enfrenta resistência, e maioria do TSE sinaliza tendência contrária

Depois de três dias de julgamento no Tribunal Superior Eleitoral, o relator Herman Benjamin apresentou nesta quinta-feira (8) seu voto, que pede a cassação da chapa de Dilma Rousseff e do presidente Michel Temer. Segundo Herman, que deve finalizar o voto hoje, houve abuso de poder político e econômico, visto que a campanha que elegeu Dilma (PT) e Temer (PMDB), em 2014, foi abastecida por dinheiro desviado da Petrobras.

Para ele, havia “poupança ilícita acumulada ao longo dos anos” pelos dois partidos, uma “propina-gordura”.

O relator enfrentou, porém, resistências na corte, que já sinalizou formar maioria contrária ã sua posição. Os ministros se posicionaram de forma preliminar sobre o uso da delação da Odebrecht no mérito da ação, projetando placar hipotético de 4 votos a 3 pela exclusão e, provavelmente, pela absolvição da chapa. (Poder A4)
PAINEL
Janot deve acusar presidente de chefiar organização criminosa (Poder A4)
Bernardo Mello Franco
Para salvar Temer, TSE faz de conta que a Lava Jato não existe (Opinião A2)
Caixa e Petrobras tomam medidas contra dona da JBS
Preocupadas com o esquema de propina revelado pelos irmãos Batista, a Caixa e a Petrobras tomaram medidas contra a J&F, dona da JBS. O banco cobra, antecipadamente, empréstimo de R$ 50 milhões, e a petroleira encerrou contrato de fornecimento de gás. (Mercado A19)
Justiça permite que Doria elimine função de cobrador
O Tribunal de Justiça considerou inconstitucional lei de 2001 que obrigava a Prefeitura de São Paulo a manter cobradores nos ônibus. Assim, o prefeito João Doria (PSDB) poderá levar adiante seu projeto de extinguir gradualmente a função. Cabe recurso. (Cotidiano B1)
Partido de May perde maioria no Reino Unido, diz boca de urna
O Partido Conservador, da primeira-ministra Theresa May, ganhou as eleições gerais desta quinta (8) no Reino Unido, porém perdeu a maioria no Parlamento, indicam pesquisas de boca de uma. Ela precisará costurar acordos para governar.

May, que antecipou 0 pleito , buscava ampliar 0 número de cadeiras para negociar os termos de saída da União Européia. (Mundo A12)
Ex-chefe do FBI afirma no Senado que Trump mentiu
O ex-diretor do FBI James Comey disse a senadores acreditar que 0 presidente Donald Trump tentou parar investigação sobre ligações de um assessor com a Rússia. Segundo Comey, demitido por Trump, 0 mandatário mentiu nas versões dadas para sua saída. (Mundo A14)
Editoriais 
“Dilema tucano”, sobre apoio do PSDB ao governo Temer, e “Ensino engessado”, acerca de gastos obrigatórios em educação no Estado de SR. (Opinião A2)

------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos