Atualidades 02 de abril de 2019


O Globo
Manchete: Por reforma, Bolsonaro se reunirá com centrão e MDB
Aposentadoria de servidores pode ter regra mais branda
Presidente rompe tradição diplomática em Jerusalém
Câmara vota se abre processo de impeachment contra Crivella
Falência de gráfica é mais um problema para o Enem
MEC cancela mais de 65 mil diplomas da Unig por fraude
EDITORIAL - VISITA A ISRAEL ATESTA POLÍTICA EXTERNA IDEOLÓGICA (PÁGINA 2)
MERVAL PEREIRA - Apoio à reforma na Câmara ainda é majoritário, mas diminui (PÁGINA 2)
MÍRIAM LEITÃO - Sem política externa definida, presidente viaja e improvisa (PÁGINA 26)
BERNARDO MELLO FRANCO - Para o governador Witzel, policial é promotor, juiz e carrasco (PÁGINA 5)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: ‘Supremo pode perder sua legitimidade’, diz Barroso
Presidente faz visita inédita a muro sagrado em Israel
Mercado já prevê PIB abaixo de 2% para este ano
Moro fala em mandato para diretor-geral da PF
Bolsonaro critica IBGE e contesta taxa de desemprego
Caoa fecha acordo para comprar fábrica da Ford
Falência de gráfica leva incerteza a Enem
Joice Hasselmann é cotada para o Planalto DIRETO DA FONTE / PÁG. C2 
Corrupção trava economia
Palestinos criticam
Eliane Cantanhêde - O Brasil assiste à guerra entre “olavetes” e militares sem que o presidente arbitre. POLÍTICA / PÁG. A8
Ana Carla Abrão - Estamos cobrando resiliência infinita e injusta de uma parcela da população. ECONOMIA / PÁG. B4
NOTAS & INFORMAÇÕES - A confiança derrete e caem as expectativas de crescimento, enquanto o governo tropeça e o presidente se distancia das negociações com o Congresso. PÁG. A3
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete: Bolsonaro minimiza atrito com palestinos
Para embaixador, elo com Israel não pode ferir Palestina
‘Nova política’ se esgotou, diz líder de bloco na Câmara
Parlamentares estudam desidratar Previdência na CCJ
Paulo Preto declara R$ 137 mi em quatro contas na Suíça
TSE exclui de ação empresário ligado a disparos anti-PT
Hélio Schwartsman :: Nova direita cria problemas desnecessários
Gráfica que imprime Enem vai à falência e deixa exame em risco B2
EDITORIAIS A2 - Melhor o recuo
------------------------------------------------------------------------------------

02 de abril de 2019
O Globo

Manchete: Por reforma, Bolsonaro se reunirá com centrão e MDB
Após crise com Congresso, presidente diz que terá agenda diária com parlamentares

Após a crise com o Legislativo e a trégua firmada com Rodrigo Maia (DEM-RJ), o presidente Jair Bolsonaro decidiu se envolver diretamente na articulação política e negociar com partidos. Ele vai se reunir a partir de quinta-feira com líderes do centrão e do MDB, que têm 166 deputados e 35 senadores, para discutir a reforma da Previdência. Bolsonaro afirmou ainda que passará a dedicar metade de seu dia a encontros com parlamentares. Para o ex-presidente Fernando Henrique, o envolvimento do chefe do Executivo é vital para aprovar medidas no Congresso. (PÁGINAS 4 e 5)
Aposentadoria de servidores pode ter regra mais branda
Deputados avaliam mudar o texto da reforma da Previdência para tornar mais branda a regra para servidores civis admitidos antes de 2003, que têm forte lobby no Congresso. Eles manteriam idade mínima de 60 anos (homens) e 55 (mulheres) e pagariam apenas um pedágio para se aposentar com salário integral. (PÁGINA 25)
Presidente rompe tradição diplomática em Jerusalém
O presidente Jair Bolsonaro orou no local mais sagrado do judaísmo em Jerusalém ao lado de Benjamin Netanyahu, na primeira visita de um chefe de Estado ao Muro das Lamentações na companhia de um premier de Israel. Bolsonaro indicou que a transferência da embaixada deve ocorrer até o fim do mandato. (PÁGINA 30)
Câmara vota se abre processo de impeachment contra Crivella
Vereadores decidem hoje por maioria simples se abrem processo que pode levar o prefeito do Rio a perder o cargo por suposta irregularidade em contratos publicitários. (PÁGINA 13)
Falência de gráfica é mais um problema para o Enem
Gráfica que imprime com método seguro as provas decretou falência. A um mês do início das inscrições e impressões, o Inep, organizador do exame, está sem presidente. (PÁGINA 34)
MEC cancela mais de 65 mil diplomas da Unig por fraude
O MEC cancelou 65.173 diplomas emitidos pela Universidade Iguaçu, de Nova Iguaçu, investigada por fraude. Diplomados contestam. (PÁGINA 33)
EDITORIAL
VISITA A ISRAEL ATESTA POLÍTICA EXTERNA IDEOLÓGICA (PÁGINA 2)
MERVAL PEREIRA
Apoio à reforma na Câmara ainda é majoritário, mas diminui (PÁGINA 2)
MÍRIAM LEITÃO
Sem política externa definida, presidente viaja e improvisa (PÁGINA 26)
BERNARDO MELLO FRANCO
Para o governador Witzel, policial é promotor, juiz e carrasco (PÁGINA 5)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: ‘Supremo pode perder sua legitimidade’, diz Barroso
Ministro alerta para riscos com reanálise de prisão após condenação em 2ª instância, prevista para dia 10

O Supremo Tribunal Federal (STF) pode perder sua legitimidade e provocar uma crise institucional se não conseguir corresponder aos sentimentos da sociedade. O diagnóstico, do ministro da Corte Luís Roberto Barroso, tem como pano de fundo a reanálise no Supremo de decisão sobre a prisão após condenação em segunda instância, prevista para o dia 10 deste mês. Caso o entendimento dos ministros, de 2016, pela manutenção da prisão em segundo grau, seja alterado, réus como o ex-presidente Lula, condenado e preso em Curitiba, podem ser beneficiados. “Não podemos destruir as instituições nem as instituições podem se autodestruir”, disse Barroso ontem durante o evento Estadão Discute Corrupção, realizado pelo Estado e pelo Centro de Debate de Políticas Públicas. O ministro ainda defendeu a Lava Jato que, segundo ele, “deixou de ser operação e passou a ser uma atitude”. POLÍTICA / PÁG. A4
Presidente faz visita inédita a muro sagrado em Israel
O presidente Jair Bolsonaro fez ontem uma visita histórica ao Muro das Lamentações, local sagrado do judaísmo, em Israel, ao lado do premiê Binyamin Netanyahu (foto). Em seu segundo dia no país, Bolsonaro tornou-se o primeiro líder a conhecer o lugar acompanhado de um chefe de governo israelense. Ele rezou e pediu: “Deus, olhe pelo Brasil”. INTERNACIONAL / PÁG. A9
Mercado já prevê PIB abaixo de 2% para este ano
Pela primeira vez desde a posse de Jair Bolsonaro, as estimativas do mercado para o crescimento da economia (PIB) ficaram abaixo dos 2%. Com projeções de instituições financeiras, BC previu ontem a alta de 1,98% para 2019. ECONOMIA / PÁG.B1
Moro fala em mandato para diretor-geral da PF
O ministro da Justiça, Sérgio Moro, defendeu a possibilidade de que o diretor-geral da PF cumpra mandato, com tempo determinado. A ideia é uma tentativa de evitar interferências externas nas investigações. Ele falou durante o debate Estadão Discute Corrupção, realizado ontem pelo Estado, em parceria com o Centro de Debates de Políticas Públicas, com a participação do ministro do STF Luís Roberto Barroso, do procurador Deltan Dallagnol e da economista Maria Cristina Pinotti. O ministro disse ter constatado o esvaziamento das forças- tarefa da Lava Jato durante o governo Temer. POLÍTICA / PÁGS. A6 e A7
Bolsonaro critica IBGE e contesta taxa de desemprego
Bolsonaro criticou o método do IBGE para medir o desemprego – disse que é feito “para enganar a população”. Para ele, é incorreto dizer que o desemprego cresce quando mais pessoas procuram vagas com a melhora da economia. ECONOMIA / PÁG. B7
Caoa fecha acordo para comprar fábrica da Ford
A Caoa deve assumir as operações da fábrica da Ford em São Bernardo do Campo (SP). O grupo brasileiro assinou acordo para a compra da unidade e manterá apenas a produção de caminhões, que serão feitos sob licença da Ford. ECONOMIA / PÁG. B11
Falência de gráfica leva incerteza a Enem

Joice Hasselmann é cotada para o Planalto DIRETO DA FONTE / PÁG. C2 

Corrupção trava economia
Para participantes de debate no Estado, a corrupção traz impactos negativos para a economia. A economista Maria Cristina Pinotti diz que, sem o combate à corrupção, “a economia vai continuar tendo voos de galinha até o fim da vida”. PÁG. A6
Palestinos criticam
O Hamas, movimento palestino que controla a Faixa de Gaza, condenou a visita. Em Brasília, o embaixador palestino, Ibrahim Alzeben, negou que o Brasil seja inimigo. PÁG. A10
Eliane Cantanhêde
O Brasil assiste à guerra entre “olavetes” e militares sem que o presidente arbitre. POLÍTICA / PÁG. A8
Ana Carla Abrão
Estamos cobrando resiliência infinita e injusta de uma parcela da população. ECONOMIA / PÁG. B4
NOTAS & INFORMAÇÕES
A confiança derrete e caem as expectativas de crescimento, enquanto o governo tropeça e o presidente se distancia das negociações com o Congresso. PÁG. A3

Infraestrutura vergonhosa
A área com pior infraestrutura no País é o saneamento básico. PÁG. A3
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Bolsonaro minimiza atrito com palestinos
Presidente afirma ser ‘direito deles’ criticar escritório em Jerusalém, mas defende respeito à soberania de israel

Em uma tentativa de atenuar a reação de autoridades palestinas ao anúncio de um escritório comercial do Brasil em Jerusalém, o presidente Jair Bolsonaro (PSL)disse ontem que é “direito deles” se queixar. “Não pretendo ter atrito com ninguém no mundo.” Ele reafirmou, porém, que os israelenses são soberanos para escolher a cidade como sua capital. Apesar de o escritório ter sido visto como um recuo, manteve o compromisso, até o fim do mandato, de transferir para Jerusalém a embaixada brasileira, hoje em Tel Aviv. No segundo dia da viagem a Israel, Bolsonaro causou nova polêmica por ter incluído na agenda oficial ida ao Muro das Lamentações, em área que a ONU considera ocupada pelo governo israelense —líderes, em geral, fazem visita privada. Ele estava acompanhado pelo primeiro -ministro de Israel, Binyamin Netanyahu. Foi a primeira vez que o premiê visitou o local junto com outro chefe de Estado. Bolsonaro cancelou encontro com a comunidade brasileira, por dúvida quanto à segurança, e cogita antecipar sua volta. Mundo A8
Para embaixador, elo com Israel não pode ferir Palestina
Embaixador palestino no Brasil, Ibrahim Alzeben disse que o aceno de Jair Bolsonaro a Israel não pode se dar “à custa do Estado da Palestina”. Ele negou ter sido chamado para consultas após o anúncio do escritório em Jerusalém e defendeu a solução pelo diálogo. Mundo A8
‘Nova política’ se esgotou, diz líder de bloco na Câmara
Líder de bloco de 15 partidos, com mais de 300 deputados, Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) diz que a “nova política” se esgotou na campanha e que é preciso que Jair Bolsonaro (PSL) trabalhe com o Congresso. O parlamentar defende ainda que a Casa se proteja de extremismos. Poder A7
Parlamentares estudam desidratar Previdência na CCJ
Dirigentes de partidos articulam mudanças no texto da reforma já na CCJ (Comissão de Constituição e Justiça), primeira etapa da proposta no Congresso. Há um consenso no grupo de que todas as regras para aposentadorias e pensões têm que permanecer na Constituição. Mercado A11
Paulo Preto declara R$ 137 mi em quatro contas na Suíça
Paulo Vieira de Souza, conhecido como Paulo Preto e apontado como operador de recursos ilícitos do PSDB, reconheceu diante da Receita Federal que é o dono de quatro contas na Suíça cujos saldos somam R$ 137,4 milhões. Com a admissão ele tenta se livrar da acusação de crime fiscal e afastar suspeita sobre outros tucanos. Poder A4
TSE exclui de ação empresário ligado a disparos anti-PT
Considerado peça-chave na investigação sobre o impulsionamento de mensagens contra o PT pelo WhatsApp nas eleições, dono de agência foi excluído de processo no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) porque não foi localizado pela Justiça. Poder A5
Hélio Schwartsman :: Nova direita cria problemas desnecessários
Se Bolsonaro tivesse consultado um especialista ou estudado ele mesmo a matéria por 20 minutos antes de fazer a promessa de transferir a embaixada, teria nota do que os ganhos potenciais não compensavam os riscos. Opinião A2
Gráfica que imprime Enem vai à falência e deixa exame em risco B2

EDITORIAIS A2
Melhor o recuo
Sobre abertura de escritório do Brasil em Jerusalém.


------------------------------------------------------------------------------------

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Redação Ti Nota 10 - Klauss

Atualidades 18/08/2020

Multimídia, Hipertexto e Hipermídia