Dicas - Português FCC II

Olá, caríssimos, eis mais algumas dicas para resolução de questões da Prova de Língua Portuguesa da Fundação Carlos Chagas.
Indubitavelmente questões de verbos compõem as provas da FCC de níveis diversos. Corajosamente atrevo-me a dizer que não me chamarei mais Noely (mudo de identidade) se não houver questões relativas ao assunto citado. Os comandos são repetitivos, porém a dificuldade reside nos verbos escolhidos pela banca – que, obviamente, não são os mais comuns. Então vejamos.

Modelo de questão de articulação entre tempos verbais

1. (BACEN-2006) Estão corretamente flexionadas e articuladas as formas verbais da frase:
a. Para que não sobrevissem maiores violências, seria preciso interferir nesse processo de acumulação, que a tantos destitue das mínimas condições de sobrevivência.
b. O autor do texto e seu colega Elio Gaspari conviram em que os “cidadãos descartáveis” constituíssem o efeito vivo do funcionamento da máquina liberal.
c. Para que se extingua essa expropriação histórica, fazer-se-ia necessário que haja pleno controle do processo de acumulação.
d. Os sonhos que advirem da contínua sedução que sobre nós exerce a máquina neoliberal estariam condenados à insatisfação.
e. Por não terem podido resistir à expropriação de seus pedacinhos de terra, os servos feudais não contiveram um processo que só fez crescer ao longo dos séculos.

DICA: 1º ponto: verificar os verbos que se relacionam
*Presente do indicativo com Presente do subjuntivo
Ex,: É inevitável / que cedo ou tarde estas qualidades sejam valorizadas.

* Imperativo com presente do subjuntivo
Ex.: Faça a revisão do carro / para que viaje tranqüilo.

* Futuro do presente com Presente do subjuntivo
Ex.: Fará a revisão do carro / para que viaje tranqüilo.

*Pretérito Imperfeito (indicativo) comPretérito imperfeito (subjuntivo)
Ex.: Desejávamos/ que tudo não passasse de um grande sonho.

*Pretérito Perfeito (indicativo) com Pretérito imperfeito (subjuntivo)
Ex.: Desejei / que tudo não passasse de um grande sonho.

*Futuro do Pretérito(indicativo) com Pretérito Imperfeito (subjuntivo)
Ex.: Desejaria / que tudo não passasse de um grande sonho

*Futuro (subjuntivo) com Futuro do Presente(indicativo)
Ex.: Quando terminarem a reforma da casa / ficarei sossegado.

*Pretérito Imperfeito (subjuntivo) com Pretérito Imperfeito (indicativo)
Ex.: Se eu pudesse ficar sem escrever / não escrevia mais.

2º passo: Verificar a Formação do tempos:
Tempo Primitivo e Tempo Derivado.

DICA: 1ª pessoa presente (indicativo) forma o presente (subjuntivo)
Ex.: Eu caibo / Que eu caiba (caber)
Eu trago / Que eu traga (trazer)
Eu valho / Que eu valha (valer)
Eu X / Que eu X (demolir) v. defectivo
Eu me X / Que eu me X (adequar-se) v. defectivo
Eu X / Que eu X (reaver, precaver-se)v. defectivos

Obs.: Verbos defectivos são aqueles que não são conjugados em todas as pessoas, às vezes faltam tempos inteiros. A defectividade do verbos ocorre nos tempos derivados do (EU) do presente(indicativo) que são: Presente (subjuntivo), Imperativos (afirmativo e negativo). Nos demais tempos os verbos são conjugados normalmente. Por exemplo: Pretérito Perfeito(indicativo) –ação de ONTEM (já concluída)
Reaver – eu reouve // precaver-se – eu me precavi

3º passo : Verificar tempos derivados do Pretérito Perfeito que são : pret. Mais que perfeito. Pret. Imperfeito (subj) Se eu.... Futuro (subj) quando eu...

DICA: a 2ª pessoa (TU) – STE : forma o tema do verbo que vai juntar-se à terminação dos seus derivados, que são
Pretérito mais que perfeito (-ra, - ras, -ra, -ramos, reis, ram)
Pretérito Imperfeito (subjuntivo) (-sse, -sses, -sse, -ssemos, -sseis, -ssem)
Futuro (subjuntivo) (-r, -res, -r, -rmos, -rdes, -rem)
Por exemplo:
1. VER (pret. perf TU – STE) Tu VISTE menos STE = tema VI
- mais q. perfeito – Eu Vi+ra // PREVER =pre+vira
- pret. Imp.(subj) – Se eu vi+sse // Se eu previ+sse
- futuro (subj.) – Quando(Se) Eu vi +r // Qdo. eu previ+r

Como VER se conjugam os seus derivados.

2. VIR (pret. Perf TU – STE) Tu VIESTE menos STE= tema VIE
- mais q. perfeito – Eu vie+ra // INTERVIR= eu intervie+ra
- pret. Imp.(subj) – Se eu vie+sse // Se eu intervie+sse
- futuro (subj.) – Quando(Se) Eu vie +r // Qdo. eu intervie+r

2. TER (pret. Perf – TU – STE) Tu TIVESTE menos STE= tema TIVE
-mais q. perfeito – Eu tive+ra // DETER= eu detive+ra
- pret. Imp.(subj) – Se eu tive+sse // Se eu detive+sse
- futuro (subj.) – Quando(Se) eu tive +r // Qdo. eu detive+r

Por esses modelos, vocês não poderão mais errar a flexão dos verbos, pelos menos os derivados do Pretérito Perfeito(ação de ontem)

Voltando à questão do BACEN
Na altern. a) sobrevissem – derivado de Vir (tema VIE+SSE), portanto deveria ser SOBREVIESSEM. Ainda na mesma alternativa: destitue

DICA: os verbos terminados em – air, - oer, - uir são grafados com I;
Portanto deveria ser DESTITUI;
Na altern b) conviram – derivado de Vir (tema VIE+RAM), portanto deveria ser CONVIERAM.
Na altern. c) extingua – infinitivo extinguir (sem trema) (GU- dígrafo) não é pronunciado. Portanto deveria ser EXTINGA ,no texto, ficaria melhor extinguisse. Na mesma alternativa fazer-se-ia (mesóclise- só ocorre no futuro), mas o futuro do pretérito de fazer não é fazeria e sim faria. Portanto deveria ser far-se-ia. Ainda na mesma alternativa haja, observando a correlação dos verbos, deveria ser houvesse.
Na altern. d) advirem – derivado de VIR (tema VIE+REM), portanto deveria ser ADVIEREM. Na mesma alternativa estariam, observando a correlação dos verbos, deveria ser estarão.

Gabarito: E Por não terem podido resistir à expropriação de seus pedacinhos de terra, os servos feudais não contiveram um processo que só fez crescer ao longo dos séculos.


2. (BACEN-2006) O verbo indicado entre parênteses deverá ser obrigatoriamente flexionado numa forma do plural para preencher de modo correto a frase:
a) Quanto mais interesses ________ (haver) em jogo, mais contundentes serão as iniciativas da máquina neoliberal.
b) A não _____(ser) pelas miragens que alimenta, muitas pessoas, muitas pessoas não conseguiriam sustentar o ânimo de viver.
c) O que não lhes ________ (dever) convir é abandonar todos esses sonhos que ajudam a viver.
d) Nunca me ________(sobrevir), como agora, os sobressaltos que cada sonho traz consigo.
e) _______-se (dever) a essas miragens o esforço com que muitos conduzem seu trabalho.

DICA: para resolver esse tipo de questão, devemos buscar nossos conhecimentos de concordância verbal, descobrir o sujeito, verificar se o núcleo está no singular ou plural e marcar a alternativa correta. É claro que os professores da banca não colocarão “sujeitos” tão evidentes. Lembrem-se de que há orações sem sujeito – verbo no singular.

Voltando à questão do BACEM
*Na altern a) – verbo haver (impessoal) – singular. Resposta: houver
*Na altern b) – verbo ser (emprego do infinitivo – não há sujeito evidente) concord. Singular. Resposta: ser . Segundo a gramática normativa, não há sujeito preposicionado.
*Na altern c) – o verbo convir tem como sujeito QUE(pron. Relativo) que se refere a O(pron. demonstrativo). Resposta: deve
*Na altern. e) o verbo dever tem como sujeito passivo :o esforço .
Resposta: Deve-se

Gabarito : D – Nunca me sobrevieram ...os sobressaltos sujeito


3.(TRT-13ª região/analista-2005) Está correta a flexão de todas as formas verbais na frase:
a) Giscard contrapôs às falas de Miterrand a impressão de que este se pronunciava como se detera o monopólio do coração.
b) A mãe interviu na discussão, alegando que seu filho era alérgico a pêlos de animais - razão pela qual se indispusera com a dona do cachorrinho.
c) O autor afirma que sempre se comprazeu em participar de reuniões em que todos envidam esforços na busca de soluções conciliatórias.
d) Se condissessem com a verdadeira prática democrática, as campanhas eleitorais não dariam lugar ao discurso que inclui arrogância na argumentação.
e) Caso Mitterrand contesse o ímpeto de sua fala, não houvera de argumentar com tamanha simplificação e tão visível autoritarismo.

DICA: para resolver esse tipo de questão, há que se prestar atenção a dois pontos importantes: 1ª a correlação dos tempos (mencionado no início da aula) e a conjugação dos verbos, utilizando-se das formas primitivas e derivadas, principalmente porque os tempos são quase sempre os mesmos: pretérito perfeito(tu-ste) que dá origem aos outros três tempos; confira nas páginas anteriores

Voltando à questão do TRT-13ª região
*Na altern. a) verbo detera (mais q.perf.) segue o padrão do TER (tu tiveste – STE)= tivera, logo o derivado será detivera.
*Na altern. b) verbo interviu (pret. perf.) segue o padrão do VIR (vim / vieste/ veio), logo (intervim, intervieste) , a resposta será interveio.
*Na altern c) verbo comprazeu não se correlaciona com envidam (presente), logo a resposta é compraz
*Na altern. d) verbo contesse (pret. imperf. Subj.) segue o padrão do TER (tu tiveste – STE)= tivesse, logo o derivado será contivesse. Na mesma alternativa , o verbo houvera não se correlaciona com o pret. imperf(subj); logo o verbo será haveria.
Gabarito : D Se condissessem com a verdadeira prática democrática, as campanhas eleitorais não dariam lugar ao discurso que inclui arrogância na argumentação.


Modelo de questão de Vozes do Verbo

(TRE-MG/205)Admite a transposição para a voz passiva o segmento sublinhado na seguinte frase:
a) Esse modo de pensar opõe-se a todas as formas de fundamentalismo.
b) (...) por provar que determinada linha de pesquisa estava equivocada.
c) Para os que lidam com a ciência, não há nada de excepcional nessa atitude(...)
d) (...) se prepara para apresentar as devidas correções diante de um plenário de cientistas.
e) (...) a verdade reside congelada num passado remoto.

DICA: voz ativa – sujeito agente / voz passiva – sujeito paciente / voz reflexiva – sujeito agente e paciente.

1º ponto- só é possível passar para a voz passiva se o verbo for TRANSITIVO DIRETO ou TRANS. DIRETO e INDIRETO

2º ponto: “PASSAGEM DA VOZ ATIVA PARA A PASSIVA
1º) o sujeito da ativa, se houver, passa a agente da passiva;
2º) o objeto direto da ativa passa a sujeito da passiva;
3º ) o verbo da voz ativa passa para a voz passiva, conservando-se o mesmo tempo e modo;
4º ) não sofrem alteração os outros termosoracionais que apareçam.

Exemplos
1. Ativa: Nós o ajudamos ontem.
Passiva: Ele, ontem, foi ajudado por nós.
2. Ativa: Enganar-me-ão.
Passiva: Eu serei enganado.
3. Ativa: Eles têm cometido erros.
Passiva: Erros têm sido cometidos por eles.
4. Ativa: Alugam casas.
Passiva: Alugam-se casas.”

Voltando à questão do TRE-MG
*Na altern a) verbo opõe-se a – VTI
*Na altern b) verbo estava – V de Ligação
*Na altern. c) verbo lidam com – VTI
*Na altern e) verbo reside – V Intrans.

Gabarito D : (...) se prepara para apresentar as devidas correções diante de um plenário de cientistas.
Resposta: ... as devidas correções serem apresentadas...

(TRT-3ª região/2005)Não é possível alterar a voz da forma verbal da frase:
a) A quantidade dos micreiros já constitui, de fato, uma nação, mais do que uma simples tribo.
b) No começo da informatização das redações de jornal houve um divertido mal-entendido.
c) Alguns velhos homens de letras olham com preconceito essa tribo.
d) A jovem repórter citada no texto tinha abortado uma matéria, e não um filho.
e)Recriações semânticas são feitas a partir de termos ou expressões já antigos.

Dica: revendo as orientações acerca da mudança de voz, citadas anteriormente, não há menção de que seja possível mudar a voz de verbos impessoais (haver = existir, por exemplo).


Voltando à questão do TRT-3ª região

e) O gabarito é B: No começo da informatização das redações de jornal houve um divertido mal-entendido.

Comentário: embora seja um verbo transitivo direto , o sujeito é inexistente, por se tratar de verbo impessoal.


(TRT-11ª região/2005) Transpondo-se para a voz passiva a frase:
a) (...) alternativas diversas das que tipificam a atividade profissional, a forma verbal resultante será são tipificadas
b) (...) a polícia tem praticado entradas forçosas em escritórios de advocacia, a forma verbal resultante será foram praticadas.
c) (...) a polícia tem apreendido papéis, a forma verbal resultante será têm sido apreendidos
d) A advocacia exige qualificações específicas,a forma verbal resultante têm sido exigidas.
e) (...) limitarei as anotações cabíveis aos campos da Constituição e da lei vigente, a forma verbal resultante será terei limitado.

Comentários:
*Na altern.a) a forma correta do verbo é: é tipificada.
*Na altern b) a forma correta do verbo é: têm sido praticadas.
*Na altern d) a forma correta do verbo é: são exigidas.
*Na altern e) a forma correta do verbo é: serão limitadas.

Gabarito C: (...) a polícia tem apreendido papéis, a forma verbal resultante será têm sido apreendidos.

Abraços
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016