Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2008

O que são as normas ISO?

Imagem
A International Organization for Standartization (ISO), criada em 1947, é uma organização não governamental sediada em Genebra, responsável pela elaboração e aplicação dos standards internacionais de qualidade. Em resultado da integração das normas de qualidade de 111 países, nasceram as ISO 9000, um conjunto de cinco normas para a gestão e certificação de qualidade. A ISO 9001, refere-se ao design, produção, instalações e sistema de serviço; a ISO 9002, engloba a produção e instalações; e a IS0 9003, cobre apenas o produto (inspecção e testes). Enquanto estas três modalidades podem ser utilizadas no relacionamento contratual entre clientes e forncedores, a IS0 9004 é um guia para uso interno com o objectivo do desenvolvimento de um sistema de qualidade. O tipo de certificação a escolher depende do caso individual de cada empresa.
Recentemente foram criadas as IS0 14000, um guia para a gestão ecológica. Trata-se de uma série de normas concebida para facilitar a integração de um sistema…

os mestres da QUALIDADE

Juran e Deming foram os dois pioneiros do movimento da qualidade. Os nipónicos consideram-os os inspiradores do milagre industrial japonês iniciado na década de 50. Os norte-americanos só os descobriram nos anos 80. As suas ideias foram a base de uma revolução da qualidade que restabeleceu a confiança na indústria nacional.

Mas seria injusto associar o movimento a estes dois gurus. Do lado norte-americano, Philip Crosby deu uma preciosa ajuda com a sua teoria dos zero defeitos e Armand Feigenbaum foi o grande impulsionador do conceito de controlo total da qualidade. Do lado japonês, Taoru Ishikawa e Genichi Taguchi são dois nomes sonantes. Ishikawa foi o pioneiro. Deu um cunho japonês aos ensinamentos de Deming e Juran e criou as sete famosas ferramentas do controlo estatístico da qualidade. Foi também o grande inspirador dos círculos de qualidade. Taguchi prestou um forte impulso à promoção do design industrial, que marcou a segunda vaga do movimento da qualidade no Japão após a prim…

Miniglossário da qualidade

São expressões inglesas ou japonesas e siglas complicadas que deixam desconcertado quem não as domina. Mas são também conceitos que não pode deixar de conhecer
Actividade de valor acrescentado — Actividade que acrescenta valor ao produto ou serviço quando recebido por um cliente ou clientes.
Auditoria de qualidade — Exame sistemático e independente para verificar os planos de qualidade da empresa e a sua implementação.

Benchmarking — Comparação das práticas, processos e produtos da empresa com os dos líderes, inclusive de sectores diferentes.

Brainstorming — Técnica para reunir rapidamente ideias provenientes de membros de uma equipa sobre um tópico particular. Uma das características principais de um brainstorming eficaz diz respeito ao facto de toda a gente ser encorajada a falar, sem qualquer tipo de análise, discussão ou crítica para que as ideias venham à superfície.

CAD/CAM (computer aided design/computer aided manufacturing) — O desenho e a fabricação assistidos por computador.


Cali…

O papel do Estado na estrutura econômica

Esclarece o novo papel do Estado na estrutura econômica.

Cláudia Ajaj - http://www.direitonet.com.br/artigos/x/29/69/2969/
23/10/2006

O texto constitucional de 1988 autorizou o Estado a intervir no domínio econômico como agente normativo e regulador, com a finalidade de exercer as funções de fiscalização, incentivo e planejamento indicativo ao setor privado sempre com fiel observância aos princípios constitucionais da ordem econômica. Dentro da possibilidade de regulação da ordem econômica o texto constitucional estabeleceu em seu art. 149, a competência exclusiva da União para instituir contribuições de intervenção no domínio econômico, cuja naturaza jurídica é tributária [1].

Necessário se faz, para se entender a forma de atuação do Estado, considerar sua atuação em relação ao processo econômico, a noção da atividade econômica considerando-se serviços públicos, ou seja, área de atuação estatal, a atividade econômica área de atuação do setor privado e noção de Direito Econômico.

Questã…

Simulado - Informática Básica

1-No sistema operacional Windows, quando o sistema de arquivos utilizado é NTFS, é possível utilizar um recurso de compactação e descompactação automática de arquivos e pastas para se economizar espaço em disco rígido. Analise as seguintes afirmações relacionadas ao uso desse recurso.
I. Ao mover um arquivo de uma unidade NTFS diferente, na qual ele se encontrava compactado, para uma pasta não compactada, ele será mantido compactado no destino.
II. Ao adicionar um arquivo em uma pasta compactada, ele será compactado automaticamente.
III. Ao copiar um arquivo da mesma unidade NTFS para uma pasta compactada, o arquivo manterá o estado em que se encontrava na origem, seja ele compactado ou não.
IV. Ao mover um arquivo da mesma unidade NTFS para uma pasta compactada, o arquivo manterá o estado em que se encontrava na origem, seja ele compactado ou não.

Indique a opção que contenha todas as afirmações verdadeiras.
a) I e II
b) II e III
c) III e IV
d) I e III
e) II e IV

2) Em um Disco Rígido, um clust…

Simulado Constitucional

1. A Constituição Federal, ao tratar das Comissões parlamentares de inquérito, prescreve que
I. terão poderes de investigação próprios das autoridades judiciais;
II. serão criadas para apuração de fato determinado;
III. serão criadas para atuação por prazo certo;
IV. suas conclusões, se for o caso, serão encaminhadas ao Ministério Público para que tome as providências necessárias;
V. todas as suas decisões não podem ser revistas pelo Poder Judiciário. SOMENTE está correto o que se afirma em
A I, II, III e IV.
B I, II, III e V.
C I, II, IV e V.
D I, III, IV e V.
E II, III, IV e V.

2. A Constituição Federal outorga às Comissões Parlamentares de Inquérito poderes de investigação próprios das autoridades judiciais, entre os quais o de
I. decretar a prisão preventiva;
II. determinar a quebra de sigilo fiscal e bancário;
III. determinar o afastamento de cargo ou função pública enquanto pendente a investigação;
IV. determinar a indisponibilidade de bens. Está corneto SOMENTE o que se afirma…

Simulado Licitações

1) Tratando-se de empresas em consórcio no procedimento de licitação, não é correto afirmar que:
a) Deve ser apresentada, na fase de habilitação, comprovação do compromisso, público ou particular, de constituição de consórcio, subscrito pelos consorciados;
b) Existe responsabilidade solidária dos integrantes pelos atos praticados em consórcio, tanto na licitação quanto na execução contratual;
c) A empresa consorciada pode, na mesma licitação, participar isoladamente do certame;
d) Deve haver a indicação da empresa responsável pelo consórcio, que atenderá às condições de liderança, obrigatoriamente fixadas no edital;
e) Deve haver apresentação dos documentos exigidos para regularidade fiscal por cada consorciado.


2) Para a alienação dos bens imóveis da União, cuja aquisição haja derivado de procedimento judicial ou dação em pagamento, uma vez observadas as normas legais pertinentes, conforme previsão expressa na lei 8666/93, que instituiu normas gerais para licitações e contratos da Ad…

Simulado Português

Questão 01)
1. A história da Ouvidoria, no Brasil, começa com a
2. chegada dos portugueses, em 1500. Inicialmente, a função da
3. justiça era exercida pelo Rei, que, auxiliado por funcionários,
4. já à época chamados ouvidores, resolvia as questões
5. relacionadas ao dia-a-dia da Colônia. Dotados inicialmente
6. de pouquíssimo poder de decisão, tais funcionários de el-Rei
7. organizaram-se gradativamente e constituíram a Casa de
8. Justiça da Corte, que, com o tempo, evoluiu para a chamada
9. Casa de Suplicação, órgão judicial responsável pelo
10. julgamento das apelações dos cidadãos nas causas criminais
11. que envolvessem sentenças de morte. Foi, porém, Tomé de
12. Sousa, em 1549, quem verdadeiramente deu início à
13. estruturação do Poder Judiciário no Brasil, ao estabelecer o
14. Governo-Geral e trazer consigo o primeiro Ouvidor-Geral,
15. Pero Borges.
Internet: .
1. Pelos sentidos do texto, a substituição de “à época” (l.4) seja por nessa época, seja por naquela época preserva a …