ePING - Interoperabilidade E-GOV

Apresentação
A arquitetura ePING - Padrões de Interoperabilidade de Governo Eletrônico – define um conjunto mínimo de premissas, políticas e especificações técnicas que regulamentam a utilização da Tecnologia de Informação e Comunicação (TIC) na interoperabilidade de Serviços de Governo Eletrônico, estabelecendo as condições de interação com os demais Poderes e esferas de governo e com a sociedade em geral. As áreas cobertas pela ePING estão segmentadas em:
  • Interconexão;

  • Segurança;

  • Meios de Acesso;

  • Organização e Intercâmbio de Informações;

  • Áreas de Integração para Governo Eletrônico.

O documento de referência da ePING contém:

  • os fundamentos de concepção, implantação e administração da ePING, relacionando os
    benefícios esperados com o trabalho, definindo os limites da abrangência da arquitetura
    ePING e destacando as premissas consideradas e as políticas estabelecidas;
  • o modelo de gestão da ePING, discriminando responsabilidades, critérios de verificação
    de conformidade, gestão de mudanças, divulgação e orientação para capacitação;
  • as políticas e as especificações técnicas estabelecidas para todos os componentes de cada um dos segmentos da ePING;
  • glossário de termos técnicos referenciados;
  • créditos – Relação dos colaboradores da presente versão deste documento.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos