O GED na Supply Chain Management


SCM - Supply Chain Management, objetiva integrar e otimizar os processos de negócios através de todos os parceiros em toda a cadeia, desde a produção até a distribuição. Dependendo do tipo de produto, tem-se cadeias mais completas ou menos completas.

Pode se dizer que é um objetivo ambicioso, pois muitas vezes a integração e otimização dos processos de negócios dentro de uma única empresa já é um tanto complicado. Quando se fala de mais parceiros na cadeia o nível de complexidade é muito maior.
É importante salientar que o SCM não está ligado simplesmente à cadeia de fornecimento de produtos e sim à demanda de mercado, estoques dos parceiros, planejamento de produção, transporte etc. Ele consiste de um gerenciamento de redes complexas.
Um exemplo é a entrada de uma ordem de compra em um dos parceiros da rede ativando uma transação de compra com o envio das mercadorias ou mesmo a abertura de uma ordem de produção.
A completa otimização através de toda a cadeia exigiu uma padronização para o intercâmbio de informações. Desde a década de 70, esses padrões já vêm sendo definidos como:
  • o ANSI x.12, utilizado no EDI (Electronic Data Interchange).
Com o avanço da Internet, principalmente da web, as empresas rapidamente começam a disponibilizar seus sites de B2B (Business to Business) ou de B2C (Business to Consumer) num ambiente de SCM. O padrão de documento para troca de informações na web é o XML - eXtensible Mark-up Language.
O XML permite a troca de informações de modo mais amplo, compreendendo desde os padrões de transações desenvolvidos para EDI até o compartilhamento de dados para integração de aplicações de ERP entre os parceiros dentro da cadeia de fornecimento.

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos