Processos do GED - CapArmGerDisPre

1) CAPTAÇÃO
É o modo como o informações e documentos, eletrônicos ou em papel, passam para um repositório de conteúdo para reutilizar, distribuir e armazenar
a) Agregação
O processo de combinar a entrada de dados de criação e autoria de diferentes ferramentas e outros sistemas.
b) COLD/ERM
Armazena e indexa saídas de computador (principalmente relatórios) em discos magnéticos, discos ópticos e fitas magnéticas. Uma vez armazenados, os relatórios podem ser acessados, visualizados, impressos, transmitidos por fax ou distribuídos pela Internet. Freqüentemente usado para aplicações de contas pela Internet.
c) Categorização
Organiza documentos, páginas web e outros conteúdos em um agrupamento lógico baseado no próprio conteúdo.
d) Document Imaging
Processo de captação, armazenamento e busca de documentos, independentemente do formato original, usando microformas e/ou imagem digital (digitalização, OCR, ICR etc).
e) Eforms/WebForms
Formulários desenhados, gerenciados e completamente processados num ambiente eletrônico.
f) Forms Processing
A habilidade de um software aceitar formulário digitalizado e extrair dados das caixas (campos) e linhas para alimentar banco de dados. Software usualmente inclui a habilidade de tirar a máscara do formulário para aumentar o nível de reconhecimento. Reconhecimento inteligente de documento identifica automaticamente os tipos de documentos através de layout e estrutura do documento.
g) HCR
Reconhecimento de Caracter Manuscrito – Tecnologia OCR desenvolvida para transformar imagens de caracteres manuscritos em código ASCII.
h) ICR
Reconhecimento Inteligente de Caracteres – Forma avançada de tecnologia OCR que pode incluir capacidades como aprender fontes durante o processo ou usar o contexto para fortalecer probabilidades de reconhecimento correto ou reconhecer caracteres manuscritos.
i) OCR
Reconhecimento Óptico de Caracteres – Técnica pela qual imagens de caracteres podem ser identificadas por máquina e assim serem convertidas em códigos processáveis por computadores.
j) OMR
Reconhecimento Óptico de Marca – Detecta presença ou ausência de marcas em áreas definidas, usado para processar questionários, testes padronizados etc.
l) Indexação
Identificação de atributos específicos de um documento ou registro da base de dados para facilitar a busca.
m) Design de entrada
Modelos usados para habilitar autores para facilmente colocar conteúdo num sistema customizado, baseado no tipo e formato do conteúdo que será inserido.
n) XML
eXtensible Markup Language – Um padrão estabelecido, baseado na SGML – Standard Generalized Markup Language, desenvolvida para facilitar a construção de itens padronizados de dados. Também usado como um mecanismo genérico de troca de dados.

2) ARMAZENAMENTO
É onde se coloca o conteúdo e como você o encontra novamente.
a) Trilhas de auditoria
Registro de quem fez mudanças, quando e quais, para efeito de contabilidade.
b) CD-ROM
Compact Disc Read Only Memory – Disco óptico criado por um processo de masterização e usado para distribuir informação apenas de leitura.
c) Check In-Check Out
Assegura que somente uma pessoa pode trabalhar num documento a qualquer tempo.
d) Content Management System (CMS)
A capacidade de gerenciar e rastrear o local e relacionamento entre conteúdos dentro de um repositório.
e) Data Warehouse (DW)
Repositório central para todos, ou a maioria, dos dados estruturados da organização.
f) Database
1- Coleção eletrônica de registros armazenados num arquivo central e acessível por muitos usuários e para muitas aplicações.
2 – Coleção de elementos de dados dentro de registros ou arquivos que têm relacionamento com outros registros ou arquivos. Banco de dados relacionais são mais comuns – o dado é armazenado em linhas, colunas e tabelas padronizadas. Banco de dados em XML são tecnologia em desenvolvimento.
g) DVD
Digital Versatile Disc – Disco óptico de 120 mm no qual vídeo digital, áudio, dado e imagens podem ser armazenadas. Disponível nos formatos R, RW, e ROM.
h) Sistema de Arquivo(Diretórios)
O modo pelo qual arquivos são nomeados e onde estão alocados logicamente para armazenamento e busca mais comumente numa estrutura hierárquica de árvore (diretórios).
i) Magneto-óptico
Gravar dados usando combinação de meios ópticos e magnéticos para trocar a polaridade de um campo magnético na mídia de gravação. O dado pode ser apagado ou regravado.
j) NAS
Pode ser parte da SAN. Armazenamendo direto no HD ligado a rede de trabalho para prover acesso à informação.
L) Disco óptico
Mídia que aceita e retem informação na forma de marcas ou densidade de modulação numa camada de gravação que pode ser lida com um feixe de luz óptico.
m) RAID
Redundant Array of Independent Disks – Armazena os mesmos dados em múltiplos HDs para melhorar o desempenho e tolerância a falhas.
n) Repositórios
Parte do sistema de Document Management. Funcionalidade específica para controlar o check in/out de material, controle de versão e pesquisa junto a atributos definidos.
o) Retrieval
Procedimento de busca e de extração de registros e conteúdo da base de dados.
p) SAN
Uma rede de trabalho com alta velocidade que conecta sistemas de computadores e elementos de armazenamento e permite o movimento de dados entre o sistema de computadores e elementos de armazenamento e entre os elementos de armazenamento.
q) FitaMídia de armazenamento magnética.
Tamanhos padrão são 8mm, 1/8 polegada, ¼ polegada, ½ polegada, 4mm DAT (Digital Áudio Tape) e DTL (Digital Linear Tape) em rolos ou cassetes.
r) Controle de versão
Procedimentos para identificar o autor e as seqüências de diferentes versões do documento.

3) GERENCIAMENTO
São as ferramentas e técnicas para mover conteúdo pela organização e monitorar o desempenho delas.
a) Ferramentas Colaboração
Autoria colaborativa, videoconferência, quadros compartilhados etc, que permitem a usuários trabalharem o mesmo conteúdo num ambiente comum.
b) Document Management
Software que controla e organiza documentos pela empresa, incorpora captação de conteúdo e documento, Workflow, repositórios de documento, sistemas de saída e COLD/ERM e sistemas de busca de informação.
c) Web Content Management
Uma tecnologia que direciona a criação do conteúdo, revisão, aprovação e processo de publicação de conteúdo baseado na web.
d) Workflow/BPM (Gerenciamento de Processo de Negócio)
Automação de processos de negócio no todo ou em parte, em que documentos, informação ou tarefas são passadas de um participante a outro para ação, de acordo com regras estabelecidas. Um processo de negócio é um conjunto de fluxos de trabalho logicamente relacionado, passos de trabalho e tarefas que provêem um produto ou serviço para clientes. BPM é um mix de gerenciamento de processos e Workflow com tecnologia de integração de aplicação.
e) Gestão Documental - Records Management
Capacita uma empresa a atribuir um ciclo de vida específico a uma peça individual de informação corporativa da criação, recebimento, manutenção e uso até a última disponibilização dos registros. Um registro não é, necessariamente, o mesmo que um documento. Todos os documentos são potenciais registros, mas não vice-versa. Um registro é essencial para o negócio, documentos são containers de informação para se trabalhar. Registros são documentos com valor de evidência.
4) DISTRIBUIÇÃO
Como você consegue o conteúdo certo para o público certo no dispositivo certo. (Acesso)
a) COLD/ERM
Saída de Computador para Disco Laser/Gerenciamento Eletrônico de Relatórios.
b)Compressão
Técnica usada para reduzir o número de bits num arquivo de imagem digital, como Tiff e JPEG.
c) Gerenciamento de Direitos Digitais
Permite a distribuição segura e desabilita distribuição ilegal de conteúdo pago na web.
d) Assinatura Digital
Usada para autenticar o remetente da mensagem.
e) PDF - Portable Document Format
Formato desenvolvido pela Adobe Systems para publicação de documentos.
f) Personalização
Relaciona o conteúdo com o indivíduo.
g) PKI
Habilita a troca segura de conteúdo através do uso de um par de chaves pública e privada criptografada, obtida por autoridade confiável.
h) Syndication (Associação)
Provisão de conteúdo para reutilizar e integração com outros materiais, geralmente através de pagamento de uma assinatura.
i) Transformação
A troca de formato de um conteúdo para outro, conforme a necessidade para a distribuição.
j) XML
Um padrão estabelecido, baseado na SGML – Standard Generalized Markup Language, desenvolvida para facilitar a construção de itens padronizados de dados. Também usado como um mecanismo genérico detroca de dados.

5) PRESERVAÇÃO
As suas opções para armazenamento a longo-prazo do conteúdo essencial de sua empresa.
a) Microfilme(Cartão-janela, microficha, jaquetas, rolo de 16mm)
1 - Grão fino de filme de alta resolução usado para registrar imagens reduzidas em tamanho em relação ao original.
2- Microforma no formato de tira ou rolo. O registro micrográfico num filme.
b) Disco óptico
Originalmente, WORM – Write-Once, Read Many. Disco óptico no qual dados são gravados pelo usuário uma vez (e é inalterável) e pode ser lido muitas vezes.
c) Papel Secular
Como o microfilme, um dos dois modos de assegurar que documentos sejam lidos daqui a cem anos ou mais.
d) SAN, NAS e CAS
Todos estão sendo progressivamente usados para armazenar conteúdo. CAS é uma metodologia de arquivamento planejada para rápido acesso a conteúdo fixo.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016