Redes - Telefonia IP

Conceito
A Comunicação de Voz em Redes IP, chamada de VoIP, consiste no uso das redes de dados que
utilizam o conjunto de protocolos das redes IP (TCP/UDP/IP) para a transmissão de sinais de Voz em tempo real na forma de pacotes de dados. A sua evolução natural levou ao aparecimento da Telefonia IP, que consiste no fornecimento de serviços de telefonia utilizando a rede IP para o
estabelecimento de chamadas e comunicação de Voz.
Nessas redes são implementados protocolos adicionais de sinalização de chamadas e transporte de Voz que permitem a comunicação com qualidade próxima àquela fornecida pelas redes
convencionais dos sistemas públicos de telefonia comutada ou de telefonia móvel.

Digitalização de Sinais de Voz
Nos sistemas tradicionais o sinal de Voz utiliza uma banda de 4 kHz, e é digitalizado com uma
taxa de amostragem de 8 kHz para ser recuperado adequadamente (Princípio de Nyquist). Como cada amostra é representada por um byte (8 bits, com até 256 valores distintos), cada canal de Voz necessita de uma banda de 64 kbit/s (8.000 amostras x 8 bits). Esta forma de digitalização do sinal de Voz atende a recomendação ITU-T G.711 - Pulse code modulation (PCM) of voice frequencies.
Nos sistema de transmissão de Voz sobre IP, onde a demanda por banda é crítica, torna-se
necessário utilizar também algoritmos de compressão do sinal de Voz. Esses algoritmos têm papel relevante pela economia de banda que proporcionam. O seu uso tem sido possível graças ao desenvolvimento dos processadores de sinais digitais (DSP’s), cuja capacidade de processamento tem crescido vertiginosamente.
Estas necessidades incentivaram o desenvolvimento de tecnologias mais complexas para a
digitalização e compressão de Voz, e que foram registradas através de recomendações do ITU-T.
Estas recomendações são apresentadas na tabela abaixo, com algumas características relevantes.Requisitos para a Telefonia IP
· Transmissão de Voz em tempo real com tempo de latência (atraso) menor que 300 ms;
· Existência de Procedimentos de Sinalização para o estabelecimento e controle de chamadas,
e para o fornecimento de serviços adicionais (conferência, chamada em espera,
identificador de chamadas, etc.);
· Existência de Interfaces com os sistemas públicos de telefonia comutada e móvel.
Telefonia sobre o Protocolo IP

O transporte de Voz sobre o protocolo IP levou ao desenvolvimento de um conjunto de novos
protocolos para viabilizar a comunicação com as mesmas características das redes tradicionais.


Nas redes IP os pacotes de dados com informação de Voz são enviados de forma independente,
procurando o melhor caminho para chegar ao seu destino, de forma a usar com maior eficiência os recursos da rede. Os pacotes de dados associados a uma única origem de comunicação de Voz
podem, portanto, seguir caminhos diferentes até o seu destino, ocasionando atrasos, alteração de
seqüência e mesmo perda desses pacotes. A tecnologia desenvolvida para a comunicação VoIP,
implementada através dos novos protocolos, assegura a reordenação dos pacotes de dados e a
reconstituição do sinal original, compensando o eco decorrente do atraso fim-a-fim dos pacotes de dados, o jitter e a perda de pacotes.
Estes novos protocolos funcionam como aplicações específicas sobre o protocolo IP para prover
comunicação em tempo real e sinalização de chamadas para as aplicações de Voz. Esses
protocolos são executados por máquinas existentes nas redes IP (roteadores, switches) e por novos elementos funcionais que complementam a arquitetura dos sistemas de Telefonia IP.

Na telefonia tradicional, a rede é hierárquica, ou seja, é baseada em grandes centrais telefônicas
interligadas de forma hierárquica e que detém a inteligência da rede. Além disso, os terminais são desprovidos de inteligência e o seu endereçamento depende da geografia da área de abrangência da rede (ver tutorial do Teleco “Telefonia Fixa no Brasil”).
Na telefonia IP, a rede é plana, não hierárquica, especializada no roteamento e transporte de
pacotes de dados, e pode oferecer vários tipos de serviços. Os terminais são inteligentes, seu
endereçamento independe de sua localização geográfica, e o processamento e a realização das
chamadas ocorrem em vários equipamentos que podem estar localizados em qualquer parte da rede.
A figura a seguir apresenta a arquitetura típica de rede para a telefonia IP.

Apresenta-se a seguir cada um dos elementos desta arquitetura.
Rede IP
É a rede de dados que utiliza os protocolos TCP/IP. Sua função básica é transportar e rotear os
pacotes de dados entre os diversos elementos conectados a rede. Conforme o seu porte, pode ter
um ou mais segmentos de rede.
Sistema de Telefonia Fixa Comutada (STFC)
É o sistema público convencional de comunicação de Voz, que interliga empresas e residências em âmbito nacional e internacional. O sistema de telefonia móvel atual também pode ser considerado convencional, para os serviços de comunicação de Voz.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos