UML - thread condicional

(FCC) Em um diagrama de atividades da UML, o estado de execução "thread condicional" é uma exceção à regra de
a) junção
b) desvio
c) separação
d) intercalação
e) concorrência dinâmica

No diagrama de atividades da UML há a presença de comportamento paralelo modelado através de forks e joins. Quando uma transição de entrada é acionada, há uma separação dos processos e todas as transições de saída são executadas em paralelo.
Depois de cada separação e realização dos processos é necessário de efetuar a junção, ou seja, separação e junção devem se completar. Sendo assim, toda vez que você tiver uma separação, deve ter uma junção que una a threads iniciadas por aquela separação. Esta é a regra que a questão se refere.
Existe uma exceção a essa regra, essa exceção chamada de thread condicional. A thread condicional prega que você ao sair de uma separação pode colocar uma condição para realização da thread.
* a thread conditional é uma exceção pelo fato da sincronização ser dispensada (em relação a esta thread) no caso da condição de guarda que dispara a thread conditional não ser satisfeita. Ou seja, qdo a thread conditional não for executada. * tendo sido disparada a thread conditional, a sincronização na junção deverá ser observada sim.
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016