Acessibilidade - fontes


Considerações

As fontes têm muitas funções de modo a propiciar formas de letras para a leitura. Assim como outros elementos visuais, as fontes organizam a informação ou criam uma disposição particular.
Variando o tamanho e o peso de uma fonte, nós vemos um texto como sendo mais ou menos importante e, também, percebemos a ordem em que ele deve ser lido. Pela própria natureza da tela do computador, as fontes são geralmente menos legíveis na tela do computador do que quando impressas.

2 Esquema de Fontes
2.1 Recomendações

Recomenda-se o uso fontes com serifaG. (Marcus, 1992)
Estudos mostram um pequeno aumento de legibilidade em fontes com serifa.

Limite o número de fontes e estilos em uma mesma página. (Robertson, 1993)
Use o máximo de duas fontes (por exemplo, Arial e Times New Roman), duas inclinações (romano e itálico), dois pesos (regular e negrito), e quatro tamanhos (título principal, subtítulo, texto e nota de rodapé). (Marcus, 1992) (Mullet e Sano, 1995)

Não é recomendado o uso de fontes muito grandes. (Nielsen, 1996)
O uso de fontes muito grandes dá ao usuário a impressão de que o texto está "gritando" com ele.

Recomenda-se usar fontes com caixas altaG e baixaG. (Robertson, 1993)
Fontes com caixas alta e baixa usadas juntas são mais legíveis e compreensíveis.

Recomenda-se que a seleção da fonte seja feita de acordo com o tipo de documento a ser executado. (Marcus, 1992)
Tipos com serifa são mais apropriados para documentos formais. Para literatura pode ser utilizados os tipos sem serifa, Helvética ou Arial.

Use, sempre que possível, o sistema-padrão de fontes para elementos comuns do site.
O uso de um sistema padrão torna a interface mais consistente gerando uma padronização da mesma.

De preferência, use o conjunto de fontes padrão do seu browser e ajuste a fonte da sua página de acordo com ele
Isso evita que sua página na Web apresente problemas cada vez que o usuário alterar o browser.

Em terminais de vídeo de baixa resolução, recomenda-se o uso de fontes sem serifa e com estilo regular. (Marcus, 1992)
Nesse caso, o uso da serifa deve ser evitado pois ela pode não ser visualizada.

Recomenda-se deixar um espaço antes e depois da palavra para aumentar a visibilidade do vídeo reverso. (Robertson, 1993)
Tal procedimento aumenta a visibilidade da palavra.

Recomenda-se o uso do itálico para atrair a atenção do usuário. (Robertson, 1993)
O uso do itálico atrai a atenção do usuário e não causa quebras significativas no ritmo do leitura, mas deve ser usado somente para textos curtos.

Evite o uso de caracteres brilhando e piscando. (Nielsen, 1996) (Robertson, 1993)
Eles distraem e competem pela atenção do usuário. O usuário precisa de paz para a ler as informações. (Nielsen, 1996)

2.2 Observações
As fontes podem ser usadas para realçar uma página na web da mesma maneira que a cor. (Robertson, 1993)
Os leitores preferem a fonte a qual eles estão mais acostumados a ler. (Marcus, 1992)
As fontes com serifa são mais apropriadas para documentos formais. (Marcus, 1992)
Uma organização clara e regular de tipografia na página aumenta a legibilidadeG e a leiturabilidadeG. (Marcus, 1992)
De preferência, use caixa baixa ou caixa mista (caixas alta e baixa) do que caixa alta. (Marcus, 1992)
Usar muitas fontes normalmente resulta em poluição visual. (Marcus, 1992)
Fontes de diferentes famílias (por exemplo, Times New Roman e Arial) de um mesmo estilo (com ou sem serifa) não devem ser misturadas em nenhuma circunstância. ( Mullet e Sano, 1995)


O que é SERIFA?

Serifas são pequenos traços ou espessamentos aplicados às extremidades das letras. É um recurso antigo, nascido da escrita manual, um luxo que se perdeu no tempo e na correria da modernidade.
Além do caráter ornamental, a serifa tem aspectos funcionais importantes. Primeiro, ela guia os olhos do leitor de uma letra para outra. Isso acontece devido à linha imaginária criada pelos achatamentos que existem nas extremidades inferiores dos tipos, ou seja, nos pés das letras, que permite uma leitura mais fluente. Segundo, as serifas dão mais identidade às letras, de forma que é mais fácil diferenciá-las (dependendo da fonte tipográfica usada, algumas letras podem ser “parecidas” umas com as outras, dificultando a leitura). Por esses aspectos funcionais, as letras serifadas são muito usadas em grandes volumes de texto, como nos livros.
A serifa foi um elemento pioneiro na história da informação. Ela foi escolhida para batizar nossa empresa porque, além da elegância e delicadeza do seu nome, ela nos empresta a tradição de um conceito secular e reafirma a nossa opção pela precisão, agilidade, flexibilidade, bom gosto e atenção a detalhes.

3 comentários

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos