OpenOffice 3.0

“Enquanto uns discutem sobre o controle da Sun no OO.org atual, outros preocupam-se com a nova versão 3.0, com lançamento previsto para setembro de 2008. O wiki do OpenOffice.org já possui uma lista de funções (2) esperadas na nova versão da suíte (como a integração com blogs e wikis, suporte ao MacOS X e melhorias de performance e na interface gráfica).


Na convenção do OpenOffice.org (OOoCon 2007), ocorrida no fim do mês passado, o palestrante Louis Suárez-Potts, da Sun Microsystems, comentou sobre esta e outras mudanças. Agora deixo uma pequena reflexão sobre o assunto: Penso que a comunidade SL pode fazer do OpenOffice.org algo diferente (e melhor). A intenção do projeto (desde os tempos do StarOffice) até agora foi criar uma suite de escritório semelhante às proprietárias, como o MS Office, o Corel WordPerfect e o Lotus SmartSuite. O OO.org inovou em algumas coisas (como a adoção do padrão ODF e a exportação para PDF), mas não quebrou paradigmas.

O que quero dizer com isso? O modelo atual dos processadores-de-texto, planilhas-eletrônicas, geradores-de-apresentações e criadores-de-bancos-de-dados-domésticos está ficando insustentável. Quem nunca se perdeu ao procurar uma função especial nos menus do Word e do Writer? A cada nova versão, estes aplicativos incham seus menus mais e mais, encaixando novas funções nos menus Editar, Inserir, Formatar... e, se a função não entra numa dessas classificações, é logo jogada para o menu Ferramentas. Se discutimos tanto sobre como o sistema operacional deve ser intuitivo ou não (reclamação de muitos usuários de Windows em relação ao Linux), por que não discutimos como uma suite office pode ser intuitiva, de modo que o usuário recorra à ajuda do programa só em casos complicados?

A Microsoft percebeu isso e tirou (quase todos) os menus do MS Office, colocando barras verticais com figuras que indicam as funções do aplicativo. A IBM, no seu Lotus Symphony, tentou agrupar, à sua maneira, as funções do programa numa barra lateral. Por que estamos mantendo a interface como está? Não estou dizendo para mudar o OO.org só "porque todo mundo está mudando", mas porque podemos, de alguma forma, pensar em como tornar as coisas simples, de modo que até alguém que nunca operou aquele programa saiba operá-lo facilmente (esta é a idéia do Gnome e, creio eu, deveria ser para a maioria dos programas de computador, e não é a regra para o MS Office e OO.org).

E cá voltamos ao início. Provavelmente sairá um novo OO.org no ano que vem, e AGORA podemos decidir se continuamos com a mesma interface e as mesmas funções que sempre tivemos, inchando um pouco mais os menus, ou se fazemos dele um programa que nossos pais, nossos irmãos e filhos se orgulhem de usar, não por ser "igual ao Office" ou "ter isso que o Office não tem", mas por ser fácil, por ter o que nos interessa e por satisfazer nossas necessidades.

A interface é só uma entre várias coisas que podem melhorar no OO.org. E você, teria alguma sugestão para o novo OpenOffice.org 3.0?”

Enviado por Tércio Martins (tercioΘpop·com·br) - referência (wiki.services.openoffice.org).

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos