Concursos já autorizados somam mais de 12 mil vagas

Editoria de Arte



Na quinta, ministro disse que concursos autorizados estão mantidos.
Maior número de vagas é para as Instituições Federais de Ensino (IFES).
Os concursos públicos autorizados pelo governo que podem acontecer em 2008 totalizam mais de 12 mil vagas, segundo levantamento do G1. Na quinta-feira (3), o ministro do Planejamento, Paulo Bernardo, afirmou que esses concursos estão mantidos, apesar dos cortes que o governo vai fazer no Orçamento em função da perda da arrecadação da Contribuição Provisória Sobre Movimentação Financeira (CPMF).
http://g1.globo.com/Noticias/Concursos_Empregos/0,,MUL99030-9654,00-CONFIRA+LISTA+DE+CONCURSOS+E+OPORTUNIDADES.html

Os concursos autorizados estão mantidos. Os novos não serão publicados enquanto não reequilibrarmos o Orçamento", disse o ministro Paulo Bernardo, em referência aos R$ 40 bilhões que o governo deixará de arrecadar por conta da não renovação da CPMF.

Até agora, sem considerar os concursos que já encerraram as inscrições, o Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso para o preenchimento de 12.478 vagas. A maior parcela delas (7.543) foi autorizada para as Instituições Federais de Ensino (IFES), vinculadas ao Ministério da Educação.

Segundo a Portaria nº 450, são 2.543 vagas para professor de 3º grau (nível superior), 2.272 vagas para cargos de técnico administrativo (nível superior e formação específica) e 2.728 vagas para cargos de técnico administrativo (nível médio).

"Os concursos autorizados estão mantidos. Os novos não serão publicados enquanto não reequilibrarmos o Orçamento", disse o ministro Paulo Bernardo, em referência aos R$ 40 bilhões que o governo deixará de arrecadar por conta da não renovação da CPMF.

Até agora, sem considerar os concursos que já encerraram as inscrições, o Ministério do Planejamento autorizou a realização de concurso para o preenchimento de 12.478 vagas. A maior parcela delas (7.543) foi autorizada para as Instituições Federais de Ensino (IFES), vinculadas ao Ministério da Educação.

Segundo a Portaria nº 450, são 2.543 vagas para professor de 3º grau (nível superior), 2.272 vagas para cargos de técnico administrativo (nível superior e formação específica) e 2.728 vagas para cargos de técnico administrativo (nível médio).

Com edital

Quatro concursos já tiveram editais publicados. É o caso do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), que abriu 1,4 mil vagas para técnico do seguro social, de nível médio, e 621 para analista do seguro social, de nível superior.


As inscrições para o concurso do INSS podem ser feitas somente pela internet, no site www.cespe.unb.br/concursos/inss2007, entre as 10h do dia 10 de janeiro e 23h59min do dia 12 de fevereiro. Leia o edital.


A Superintendência da Zona Franca de Manaus (Suframa) oferece 144 vagas; o Ministério das Relações Exteriores, 105 para diplomata; e o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP), 140.

No caso do INEP, as inscrições poderão ser realizadas de 8 a 18 de janeiro nas Agências credenciadas dos Correios relacionadas no Anexo II do edital ou através da internet, na página da Fundação Cesgranrio (www.cesgranrio.org.br). Leia o edital.

As inscrições para o concurso da Suframa podem ser feitas pela internet, no site da superintendência (www.suframa.gov.br), no endereço www.funrio.org.br, da FUNRIO, e nos postos credenciados, entre 28 de janeiro a 3 de março. Leia o edital.

As inscrições de admissão à carreira de diplomata serão abertas no dia 14 de janeiro. As inscrições poderão ser feitas somente pela internet, no site www.cespe.unb.br/concursos/irbr_-_diplomacia_2008/, até o dia 14 de fevereiro. Leia o edital.

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) também teve edital publicado, mas o concurso foi suspenso após o vazamento da prova. O concurso para 340 vagas não sofrerá alterações em seu edital e deverá ser realizado até março, segundo a PRF.

Sem edital

Também tiveram concursos autorizados a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e
Biocombustíveis (ANP), a Controladoria-Geral da União (CGU), a Agência Brasileira de Inteligência (ABIN), a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) e os Ministérios do Meio Ambiente, Ciência e Tecnologia, Planejamento, Defesa e Esporte.

Para a ANP, o governo autorizou a realização de concurso para o preenchimento de 325 vagas; para a CGU, de 400; para a ABIN, de 190; para o Ministério do Meio Ambiente, de 83; para o Ministério da Ciência e Tecnologia, de 268; para o Ministério do Planejamento, de 95; para o Ministério do Esporte, de 94; e para a Capes, de 140.

No caso do Ministério da Defesa, foram autorizados concursos para contratação de 87 professores destinados aos quadros de pessoal dos Colégios Militares e 148 para o Grupo de Defesa Aérea e Controle de Tráfego Aéreo (Dacta).

Provas já realizadas

Os concursos da Defensoria Pública da União, com 61 vagas, da Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), com 309, do Instituto Nacional de Metrologia, Normalização e Qualidade Industrial (Inmetro), com 638, e do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), com 191, já tiveram provas realizadas.

Governo autoriza concurso para 95 vagas no Ministério do Planejamento

São 60 vagas para especialista e 35 para analista, ambos de nível superior.
Preenchimento dos cargos deverá ocorrer em 2008.

O Ministério do Planejamento autorizou nesta quarta-feira (19) a realização de concurso público para 95 vagas do Grupo de Gestão, nas carreiras de especialista em políticas públicas e gestão governamental e de analista de planejamento e orçamento.

1 comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016