Atualidades - 21/09/2011




Resumo dos Jornais
O Globo: Inflação dobra, dólar sobe mais e país crescerá menos
Folha de S. Paulo: FMI reduz previsão de crescimento mundial
O Estado de S. Paulo: STJ acelerou anulação das provas contra filho de Sarney
Correio Braziliense: Voos, roupas, motel. Está tudo mais caro
Valor Econômico: PPA prevê novos grandes projetos de infraestrutura
Estado de Minas: Terra roubada - PF estoura esquema de grilagem e venda de terrenos públicos no Norte de Minas.
Brasil Econômico: Grupo canadense traz R$ 12 bi ao Brasil atrás de petróleo e minério
Jornal do Commercio: Copa deixa Dilma e Fifa em lados opostos


21 de setembro de 2011
O Globo


Manchete: Inflação dobra, dólar sobe mais e país crescerá menos
IPCA-15 já acumula 7,33% em 12 meses, o pior resultado em seis anos

A inflação não dá trégua. O custo de vida dos brasileiros medido pelo IPCA-15, que é uma espécie de prévia da taxa oficial, praticamente dobrou em setembro, passando de 0,27% para 0,53%. A maior pressão veio de alimentos, bebidas e passagens aéreas. Em 12 meses, o acumulado do Índice está em 7,33%, o maior em seis anos. Segundo economistas, a alta do dólar ontem, a moeda subiu 0,50%, fechando a R$ 1,789 - também deverá ter impacto nos preços, ajudando a por mais lenha na inflação. Apenas em setembro, o dólar acumula alta de 12,03%. Ontem, o Fundo Monetário Internacional (FMI) reduziu a previsão do crescimento do Brasil de 4,1% para 3,8% este ano. A expansão deve ser a segunda pior da América do Sul, atrás apenas da Venezuela (2,8%). (Págs. 1, 21 a 23 e Miriam Leitão)

Fundo alerta para recessão

O FMI piorou todas as projeções para a economia mundial em 2011 e 2012. Até a China teve taxa revista. Para os EUA, o FMI cortou a previsão de 2,5% para 1,5% em 2011 e a zona do euro, de 2% para 1,6%. O FMI alerta que pode haver recessão nos países ricos. (Págs. 1, 23 e Miriam Leitão)

Enquanto isso, Turquia em alta

Após rebaixar a Itália, a agência de classificação de risco Standard & Poor's (S&P) anunciou ter elevado a nota da Turquia, que passou a ser considerada um país com grau de investimento em moeda local, devido a "melhorias continuadas" no setor financeiro. (Págs. 1 e 23)

Dilma: mídia atua contra corrupção
Presidente destaca papel da imprensa ao falar sobre transparência governamental na ONU

Em encontro na ONU sobre transparência governamental, organizado pelo presidente dos EUA, Barack Obama, a presidente Dilma Rousseff disse que a atuação livre e vigilante da imprensa no Brasil é um instrumento no combate à corrupção, ressaltando também os esforços da Procuradoria Geral da República e da Controladoria Geral da União. Dilma não citou recentes casos de irregularidades, que derrubaram quatro de seus ministros, mas reafirmou não compactuar com "erros e malfeitos". A defesa da liberdade de imprensa vai na contramão do PT, que prega controle da mídia. Ao receber homenagem na Bahia, o ex-presidente Lula afirmou que os políticos devem ter "casco duro" para resistir às denúncias de corrupção. Hoje, a presidente Dilma discursa na abertura da Assembleia Geral da ONU. (Págs. 1, 3 e 4)

Sob pressão, Obama tenta hoje em Nova York acordo entre Israel e palestinos (Págs. 1 e 28)

Foto legenda: Pela faxina
Manifestantes protestam na Cinelândia contra a corrupção, num ato que reuniu cerca de 2.500 pessoas, segundo a PM, e 5.000, de acordo com os organizadores. (Págs. 1 e 9)
Sete horas e 80km em busca de um leito
Um rapaz com politraumatismo após cair da laje de sua casa, em Caxias, percorreu 80km de ambulância, ao longo de sete horas, até conseguir ser internado, em estado grave, num hospital com neurologista e tomógrafo. Ele passou antes por 5 unidades de saúde. (Págs. 1 e 18)
Médicos de planos fazem greve hoje
Os médicos que atendem planos de saúde vão suspender hoje, por 24 horas, atendimento aos usuários de 23 operadoras. O objetivo é forçar o aumento do valor pago pela consulta. Os Correios continuam em greve, pelo 6º dia. (Págs. 1 e 22)
'Tropa de elite' é o Brasil no Oscar
Maior bilheteria do cinema brasileiro, com mais de 11 milhões de ingressos, "Tropa de elite 2" disputará a indicação ao Oscar. (Págs. 1 e Segundo Caderno)
Genro de ministro pede para sair
André Bello Costa, genro do novo ministro do Turismo, Gastão Vieira, pediu exoneração do cargo comissionado que exercia na Câmara, nepotismo proibido pela Casa. (Págs. 1 e 4)

Testemunha contra deputado é morta; polícia crê em assalto (Págs. 1 e 10)


PF procura prefeito e primeira-dama por roubo em Alagoas (Págs. 1 e 10)


------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo


Manchete: FMI reduz previsão de crescimento mundial
Brasil ficará especialmente vulnerável em termos fiscais, segundo o fundo

O FMI reduziu a projeção de crescimento global para este ano e para o próximo e alertou que a crise da dívida europeia e a apatia econômica dos EUA ameaçam a estabilidade mundial.

Para o órgão, a economia crescerá 4% em 2011 e 2012. As previsões anteriores, eram de 4,3% e 4,5%. Nos países desenvolvidos, o crescimento mal chegará a 2%; nos emergentes, a 6%. (Págs. 1 e Mundo, A12)

Delfim Netto

O capitalismo não foi inventado. Ele foi sendo descoberto pelos homens. (Págs. 1 e Opinião A2)

Com Obama, Dilma defende coordenação contra a crise
Em encontro com Barack Obama, a presidente Dilma Rousseff defendeu ação coordenada contra a crise econômica global e elogiou o programa anunciado pelos EUA para criar empregos.

Hoje, ela discursa na ONU. Antes disso, aproveitou para andar por NY, visitando museus, livrarias e restaurantes. Ela comprou um CD da cantora de jazz Stacey Kent. (Págs. 1 e Mundo A13)

Foto Legenda: Dilma Rousseff, em encontro com Barack Obama, elogiou programa anunciado pelo governo americano para estimular criação de empregos no país.

PF investiga envolvimento da Vale com grileiro em MG
A Polícia Federal apura o possível envolvimento da Vale num suposto esquema de apropriação ilegal de áreas públicas de Minas Gerais ricas em minério de ferro.

A mineradora pagou R$ 41 milhões a acusados de fraudes na compra de terras. Foram presas nove pessoas no Estado. A Vale disse desconhecer a investigação e não ter detectado irregularidades na compra. (Págs. 1 e Poder A11)

Caminhoneiro bebe, atropela seis operários e mata cinco
Após tomar oito 'rebites' contra o sono, ingerir cachaça e ficar 20 horas sem dormir, um caminhoneiro atropelou seis operários que faziam recapeamento na Anhanguera, em Ribeirão Preto. Cinco morreram.

Blitze na capital de SP flagraram neste ano, em média, 13 motoristas alcoolizados por dia. Em 2010 e 2009, a média foi de 11. (Págs. 1 e Cotidiano C1)

Marcelo Coelho
Brasileiro inventa um novo tipo de assassinato social

Os brasileiros estão inventando um tipo novo de "assassinato social". Consiste em beber bastante, entrar num carro - quanto mais caro, melhor - e dizimar quem quer que esteja passando pela calçada. (Págs. 1 e Ilustrada E12)

Governo cede mais, mas acordo de royalty não sai
O governo federal sinalizou que pode abrir mão de mais 8% de sua receita (R$ 450 milhões) com tributos de petróleo, após ter aceitado perder R$ 800 milhões.

O impasse entre Estados produtores e não produtores, porém, continua - e poderá ser decidido em votação no Legislativo. (Págs. 1 e Poder A6)

Prévia de setembro revela inflação acima do esperado (Págs. 1 e Poder A6)


Ilustrada
Brasil escolhe ‘Tropa 2’ para tentar indicação ao Oscar. (Págs. 1 e E3)
Editoriais
Leia "A crise e seus efeitos", sobre a desvalorização do real, e
"Das boas intenções", acerca da regulamentação dos gastos dos governos com saúde. (Págs. 1 e Opinião A2)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo


Manchete: STJ acelerou anulação das provas contra filho de Sarney
Evidências obtidas pela PF foram suspensas em poucos dias; casos semelhantes levaram até dois anos

O processo de anulação das provas da Operação Boi Barrica - que investigou Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney - levou apenas seis dias para ser relatado no Superior Tribunal de Justiça e foi julgado pela 6ª Turma do STJ em uma única sessão. Dois juízes tiveram de ser convocados para completar o quorum e viabilizar o julgamento. A mesma Turma levou dois anos para julgar a processo contra a operação Castelo de Areia - foram oito meses só para relatar o caso. Na Operação Satiagraha, por sua vez, o STJ anulou as provas após 1 ano e 8 meses. Ministros do tribunal levantam dúvidas sobre a celeridade do caso Boi Barrica, concluído semana passada. (Págs. 1 e Nacional A4)

Decisão contrária

Ao anular quebra de sigilo de Fernando Sarney, o STJ desprezou diversos pareceres. (Págs. 1 e Nacional A4)

FMI: previsão de crescimento mundial cai de 4,5% para 4%
O FMI revisou para baixo sua estimativa de crescimento da economia mundial neste ano, de 4,5% para 4,0%. O grupo das economias avançadas deve ter expansão de 1,6%, segundo previsão do Fundo divulgada ontem. O desempenho global só não será pior graças aos mercados emergentes, que devem ter crescimento de 6,4%. O relatório cobrou a adoção de "medidas fortes" para melhorar esse cenário. O FMI projeta ainda que a inflação brasileira estará no centro da meta (4,5%) no fim do ano que vem, o que corrobora a política de corte de juros. (Págs. 1 e Economia B1 e B3)


Foto legenda: O avanço do crack em SP
No centro de SP, menino prepara a pedra de crack; em cidades paulistas entre 50 mil e 100 mil habitantes, o número de usuários da droga já se iguala ao de alcoólatras em unidades de tratamento de dependentes, e 3% têm entre 9 e 15 anos. (Págs. 1 e Cidades C1)
Com Obama, Dilma diz não tolerar desvios
Com o presidente dos EUA, Barack Obama, Dilma Rousseff lançou em Nova York o Governo Aberto, para o acesso à informação pública. Ela destacou instrumentos de combate à corrupção, entre eles a imprensa, e reafirmou que não aceita "o desvio e o malfeito". (Págs. 1 e Nacional A7)
Em Ramallah, palestinos manifestam descrença
Autoridade Palestina montou uma festa em Ramallah (Cisjordânia) para celebrar a adesão à ONU, que deve ser pedida nesta sexta-feira. Mas o clima é de descrença. "Isso não passa de propaganda barata", disse um palestino. (Págs. 1 e Internacional A11)


Na ONU, a busca por mais dois votos
Os palestinos precisam do apoio de mais dois países para obter os nove votos necessários no Conselho de Segurança da ONU para o reconhecimento de seu Estado como membro pleno da organização. Os EUA trabalham contra. (Págs. 1 e Internacional A13)
BNDESpar nega estatização e quer 'democratizar' mercado
O diretor do BNDESpar, braço do BNDES para participações em empresas, Julio Raimundo, nega que o banco esteja contribuindo para "estatizar" a economia. “Um dos nossos objetivos é fomentar e democratizar o mercado de capitais”, diz Raimundo em entrevista ao Estado. (Págs. 1 e Economia B14)

Código Florestal ameaça áreas em topo de morros (Págs. 1 e Vida A16)


Preso usa celular para atualizar Facebook (Págs. 1 e Cidades C4)


Notas & Informações
O nó das escolhas políticas

Escolhas políticas, tudo bem. Mas por que não de gente honesta e competente? (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense


Manchete: Voos, roupas, motel. Está tudo mais caro
A alta de preços que corrói o bolso do brasileiro ameaça também a principal missão do Banco Central: chegar ao fim de 2011 com no máximo 6,5% de inflação. Em apenas nove meses, o indicador já atingiu 5,04% - 78% do teto da meta. Na prévia de setembro, o IPCA-15, índice oficial da carestia, registrou alta de 0,53%, o dobro do resultado de agosto. O aumento do custo de vida foi catapultado principalmente por viagens aéreas e vestuário. Juntos, os dois itens representaram 30% do índice. No Distrito Federal, pesquisa do IBGE mostra que a inflação também faz estragos no bolso dos amantes. Só neste ano, motéis do DF subiram seus preços em 12,36%, quase seis vezes mais do que a média nacional. Passar de duas a quatro horas em uma suíte de luxo pode custar de R$ 589,60 a R$ 2,5 mil. (Págs. 1, 9 e 31)
Foto legenda: O dia em que Dilma, dos EUA, atropelou Lula na Bahia
Desconfortável ao ouvir Barack Obama elogiar na ONU o empenho de alguns países pela liberdade de informação e na luta contra a corrupção - sem incluir o Brasil entre eles -, a presidente Dilma não se fez de rogada. Ela deixou claro que não compactua com o malfeito nem com o constrangimento a jornalistas. E destacou o papel da imprensa no combate à corrupção. Um duro recado ao PT, que prega o controle da mídia, e a Lula, que pouco antes em Salvador havia saído em defesa de três ex-ministros, todos demitidos após denúncias de irregularidades. (Págs. 1, 2 e 3)
Abuso no Pará: Ameaças de morte e estupradores identificados
A menina de 14 anos que diz ter sido abusada sexualmente num presídio reconheceu quatro presos que a teriam atacado. No dia em que o diretor do sistema penitenciário foi demitido, um conselheiro tutelar afirmou sofrer intimidações. (Págs. 1 e 6)
Conectados
Computador é o sonho de consumo de brasileiros. (Págs. 1 e 18)
Alerta: Coqueluche tem 600 casos confirmados neste ano (Págs. 1 e 19)


Planos de saúde: Médicos prometem só atender hoje se for emergência
Cerca de 211 mil pessoas podem ser prejudicadas pelo boicote, anunciado para hoje. Os profissionais pedem reajuste no valor das consultas e pretendem suspender o atendimento aos clientes da Bradesco Saúde, da Golden Cross, da Amil e da Sul América. (Págs. 1 e 12)
Na cadeia: Usavam a religião para dar golpe em idosos
Os estelionatários vendiam Bíblia e outros artigos religiosos para sacar o dinheiro das vítimas adulterando os valores dos cheques. O bando foi preso em flagrante depois que os bancários de uma agência na Asa Sul desconfiaram do crime. (Págs. 1 e 26)
Novo país: Palestinos esperam ter nove votos no Conselho
Diplomatas dizem que ainda negociam o apoio de mais duas nações para a criação do Estado, o que garantiria a maioria no Conselho de Segurança das Nações Unidas. Um diálogo com os israelenses antes da votação foi descartado. (Págs. 1 e 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Valor Econômico


Manchete: PPA prevê novos grandes projetos de infraestrutura
Plano Plurianual 2012/15, recém-enviado ao Congresso, contém uma nova leva de grandes obras de infraestrutura e a estreia do novo regime de partilha em duas rodadas de licitação do pré-sal. No petróleo, estão programados ainda sete leilões em bacias maduras e campos marginais. O governo também planeja conceder 2.234 km de rodovias à iniciativa privada e expandir em 4.546 km a malha ferroviária. A capacidade dos aeroportos deverá ser duplicada, tanto para passageiros quanto para cargas.

O PPA está dividido em 45 programas temáticos, com 491 objetivos e 2.503 iniciativas. O texto, enviado ao Congresso no fim de agosto e que poderá receber emendas durante sua tramitação, prevê investimentos totais de R$ 5,4 trilhões no período, montante 38% maior que o anterior. Traça também o "plano de voo" do governo Dilma em todas as áreas. Uma das metas ousadas é a do equilíbrio atuarial dos regimes próprios de Previdência Social dos Estados e municípios, em que o ingresso de contribuições dos servidores na ativa é menor que os desembolsos com aposentadorias e pensões. (Págs. 1 e A4)

Ásia reluta em pagar por algodão
Exportadores brasileiros estão tendo dificuldades para concluir contratos de venda de algodão com o mercado asiático por problemas de pagamento. A estimativa é que a questão envolva, neste momento, cerca de 150 mil toneladas da pluma, ou 20% do que o Brasil deve exportar em toda a safra 2010/11. A Ásia é a principal compradora do algodão brasileiro e, encabeçada pela China, também a maior exportadora mundial de produtos têxteis.

Há um ano, diante da alta das cotações e da possível escassez de algodão, esses países fecharam compras para entrega futura a preços elevados. Depois os preços do algodão e a demanda por têxteis caíram muito, afetando o fluxo de caixa das empresas. (Págs. 1 e B15)

Bancos estão preparados para crise
O nível de capitalização do sistema bancário brasileiro caiu ligeiramente no primeiro semestre deste ano, mas continua robusto para aguentar os cenários mais catastróficos simulados pelo Banco Central. Mesmo se a crise global comprometesse o crescimento econômico, o emprego e a renda, a ponto de quase quadruplicar a taxa média de inadimplência das operações de crédito, a grande maioria das instituições ficaria dentro do mínimo prudencial exigido. Somente os acionistas de 13 instituições teriam de injetar capital extra para manter o Índice de Basileia em pelo menos 11%, segundo o Relatório de Estabilidade Financeira. O índice de liquidez, indicador criado e monitorado pelo BC, permaneceu alto, acima do que era antes da crise de 2008. (Págs. 1 e C8)
Foto legenda: Tijolo por tijolo
Especialista em gerenciamento de obras de infraestrutura e do setor imobiliário, o grupo americano Hill International quer reforçar sua equipe de engenheiros e especialistas no Brasil, onde chegou em fevereiro com a compra da Engineering, diz seu presidente global, Irvin Richter. (Págs. 1 e B12)
O desaparecimento da Unicel
Representantes da Justiça, centenas de consumidores e até a Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) estão às voltas com o desaparecimento de uma operadora de celulares, a Unicel, que estreou em 2008 com a promessa de ser a "Gol da telefonia móvel". A empresa não é encontrada e deixou um rastro de dívidas e reclamações.

Em agosto, a Anatel formalizou a dificuldade em localizá-la ao publicar no "Diário Oficial da União" que a Unicel "se encontra em local incerto e não sabido". Processos contra a empresa - como pedidos de falência - tramitam com lentidão porque oficiais de Justiça não conseguem encontrar seus representantes. Órgãos de defesa do consumidor acumulam reclamações contra a operadora. (Págs. 1 e B3)

Comissão da Verdade nasce enfraquecida
Previsto para entrar na pauta do Congresso hoje, o projeto que cria a Comissão Nacional da Verdade deve ser aprovado com apoio de todas as bancadas. O consenso, no entanto, teria sido construído, na opinião de especialistas, sobre debilidades evidentes. Sem dotação orçamentária, a comissão ficaria na dependência da boa vontade do governante. Sua estrutura, de apenas 7 titulares e 14 funcionários administrativos, seria insuficiente para dar conta de vasculhar violações aos direitos humanos no extenso período pretendido: de 1946 a 1988. Congêneres latino-americanas com períodos menores de abrangência têm mais de 200 integrantes. (Págs. 1, A10 e A11)
Nos EUA, tecnologia acena para a agricultura sem agricultor
Os fabricantes de equipamentos agrícolas estão explorando uma nova fronteira: a agricultura sem o agricultor.

A Kinze Manufacturing e a Jaybridge Robotics estão desenvolvendo uma tecnologia que permitirá que tratores sejam operados sem ninguém atrás do volante. Outros fabricantes de equipamentos, como a Case IH, exploram maneiras de automatizar o trabalho agrícola. (Págs. 1 e B13)

Vale testa nova forma de fazer o ferro-gusa
Uma nova tecnologia 100% nacional aplicada à siderurgia começa a ser testada e poderá, a médio prazo, se tornar uma opção mais barata para a produção de ferro-gusa. A ideia surgiu há mais de três décadas em pesquisas de um grupo de brasileiros. Este mês, uma planta-piloto da Vale produziu, em Pindamonhangaba (SP), ferro-gusa por cinco dias. Em vez dos altos-fornos siderúrgicos, que chegam a ter mais de 30 metros de altura, o novo método se apoia em um forno menor (de cinco metros) e dispensa o uso de coqueria e sinterização. (Págs. 1 e B1)
Exportação de frango abre nova disputa entre Estados Unidos e China na OMC (Págs. 1 e Al3)


Ministério Público teme que Belo Monte leve o caos à Altamira (Págs. 1 e A16)


Crise força países a mudar direção da política monetária, diz Blanchard (Págs. 1 e C1)


Prestígio intocado
Pesquisa mostra que a maioria da população brasileira (57%) gostaria que a presidente Dilma Rousseff não concorresse à reeleição em favor de uma candidatura do ex-presidente Lula. (Págs. 1 e Al2)
Aviso aos navegantes
Pesquisa com 19,6 mil internautas de 24 países mostra que, apesar de os brasileiros liderarem o ranking do tempo de navegação, apenas 31% têm software de segurança em seus computadores. (Págs. 1 e B3)
Temporada de verão em alta
Operadoras de turismo e redes de hotéis registram neste ano vendas, reservas e sondagens de pacotes para a alta temporada de verão até 30% maiores que no mesmo período do ano passado. (Págs. 1 e B4)

Uma pedra no meio do caminho
A Ster Engenharia iniciou ontem os trabalhos para acabar com um dos maiores e mais antigos problemas do porto de Santos, a retirada da pedra de Teffé do canal de navegação. (Págs. 1 e B12)


Magistrados tentam conter o CNJ
Em ação proposta pela Associação dos Magistrados do Brasil, o Supremo Tribunal Federal deve julgar hoje se o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) pode continuar a punir diretamente os juízes que cometeram infrações disciplinares. (Págs. 1 e E1)


TST barra multa de processo civil
Tribunal Superior do Trabalho (TST) tem derrubado multa de 10% do valor da causa imposta por juízes de instâncias inferiores com base no Código de Processo Civil em casos de atraso superior a 15 dias no pagamento da condenação. (Págs. 1 e E1)

Ideias
Cristiano Romero

Dois pilares do tripé da política econômica - o regime de metas de inflação e o câmbio flutuante - estão sendo flexibilizados. (Págs. 1 e A2)

Ideias
Martin Welf

Saída de um país da zona do euro traria corrida contra dívidas soberana e bancária e até desintegração do mercado de capitais. (Págs. 1 e Al5)

------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas


Manchete: Terra roubada
PF estoura esquema de grilagem e venda de terrenos públicos no Norte de Minas

A Operação Grilo prendeu dirigentes do Instituto de Terras de Minas Gerais (Iter) e intermediários dos negócios fraudulentos. Foi demitido do cargo o secretário extraordinário de Regularização Fundiária, Manoel Costa, em cujo nome foram encontradas quatro propriedades. Segundo a investigação, as terras devolutas eram regularizadas em nome de laranjas e depois transferidas para pessoas físicas e jurídicas, que então as vendiam a mineradoras interessadas na extração de minério de ferro. Somente um dos terrenos foi negociado por R$ 41 milhões. (Págs. 1,6 e 7)

Encontro: Com Obama, Dilma defende imprensa livre
Enviada especial a Nova York, onde Dilma abre hoje a 66ª Assembleia Geral da ONU, Denise Rothenburg relata encontro da presidente com o colega dos EUA no lançamento da Parceria para o Governo Aberto. Num recado ao PT, que prega o controle da mídia, Dilma exaltou a liberdade da imprensa brasileira como instrumento contra a corrupção. (Págs. 1 e 3)
Foto legenda: Niemeyer pede socorro
Moradores do edifício desenhado pelo mestre Oscar Niemeyer para a Praça da Liberdade, em BH, tentam vencer maratona de autorizações necessárias para restaurar um dos principais cartões-postais da capital. Inaugurado em 1950 e declarado patrimônio municipal, estadual e federal, prédio sofre com infiltrações e queda de ladrilhos da fachada. (Págs. 1 e 25)
Motoristas de BH exageram na dose
Blitzes mais rigorosas da Lei Seca na capital flagraram nível alcoólico considerado crime de trânsito em 25% dos condutores embriagados que sopraram o bafômetro. Com a fiscalização semanal, estoque de bocais descartáveis usados no aparelho está quase no fim. (Págs. 1 e 19)
Greve: Professores ignoram justiça e mantêm a paralisação
Mesmo com o movimento tendo sido declarado abusivo e sob pena de multa ao sindicato, os professores da rede estadual decidiram continuar com a greve, que já dura 106 dias (Págs. 1 e 22)
Planos de saúde
Médicos não atendem hoje por melhor remuneração. (Págs. 1 e 12)
Risco real
Casos de coqueluche no país crescem 38% este ano. (Págs. 1 e 26)
------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio


Manchete: Copa deixa Dilma e Fifa em lados opostos
Projeto da Lei Geral da Copa azedou a relação. Pedidos da entidade esportiva não foram incluídos no texto e algumas exigências da presidente estariam contrariando interesses da federação. (Págs. 1 e Economia 3)
Foto legenda: Presidente se encontra com Obama e hoje faz discurso histórico na ONU
Americano puxa a cadeira para a brasileira sentar. Na reunião de calouros foram evitados temas polêmicos, como a criação do Estado Palestino, que Dilma defenderá hoje na abertura da Assembléia Geral da ONU. Ela será a primeira mulher a cumprir este missão. (Págs. 1 e 11)
Greve para 4 mil médicos no Estado
Protesto contra planos de saúde atinge procedimentos marcados, como consultas, exames e operações. (Págs. 1 e Economia 5)

Está aberta a temporada de vagas de Natal (Págs. 1 e Economia 1)


Antigo Cefet desiste do Enem e terá vestibular (Págs. 1 e Cidades 2)


Eleição no TCU leva governistas para Brasília (Págs. 1 e 3)


Caso de febre aftosa no Paraguai deixa produtores em alerta (Págs. 1 e Capa Dois)


Televisões 3D estão conquistando lares e ficando mais baratas (Págs. 1 e Tecnologia 1 e 2)


------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora


Manchete: STF julga recálculo para aposentados que trabalham
Se a decisão do Supremo for favorável, em votação prevista para hoje, quem continua na ativa poderá solicitar a revisão da aposentadoria. (Págs. 1, 4 e 5)
Promessa de transparência
Dilma, que hoje discursa na ONU, lançou com Obama a Parceria para Governo Aberto, que toca em tema controverso. (Págs. 1, 6 e 10)
Reajuste da BM: Acordo depende de sargentos e tenentes
Cabos e soldados tendem a aprovar proposta do governo, sem exigir que o índice de 23,5% seja estendido a superiores, que hoje definem sua posição. (Págs. 1 e 36)

Provas do TJ: Denunciados 16 por fraude em concurso
Decisão não altera resultado da seleção, refeita. (Págs. 1 e 14)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico


Manchete: Grupo canadense traz R$ 12 bi ao Brasil atrás de petróleo e minério
Pouco conhecida no país, onde já desenvolve ambiciosos projetos na área de fertilizantes, a Forbes&Manhattan vai disputar mercado com a Shell, a HRT e a Petrobras e pretende explorar uma mina de ouro no Pará, seguindo os passos do empresário Eike Batista. (Págs. 1 e 18)
Dilma e Obama se unem contra a corrupção
Em Nova York, a presidente assinou a Parceria para o Governo Aberto, uma iniciativa do chefe de Estado americano que tem como objetivo ampliar a transparência dos países. A proposta foi apresentada a 60 nações. (Págs. 1 e 8)
Bancos brasileiros estão sólidos, apesar de riscos localizados (Págs. 1 e 4)


FMI alerta para risco de recessão nos EUA e na Europa
O órgão, com andado pela francesa Christine Lagarde, reviu para baixo as projeções de crescimento da economia global em 2011 e 2012. (Págs. 1 e 36)
Embraer eleva para € 170 milhões investimento em Portugal
Aporte nas duas fábricas que estão sendo construídas em Évora para atender o mercado europeu era previsto originalmente em € 148 milhões. O início das operações está marcado para agosto do próximo ano. (Págs. 1 e 22)

BNDES empresta R$ 3 bi para a Vivo aumentar capacidade
Os recursos serão aplicados principalmente na ampliação da rede e no aumento da cobertura do serviço de acesso à internet sem fio. Com isso, a companhia pretende atender à expansão da demanda de clientes evitando congestionamentos. (Págs. 1 e 24)
Entretenimento
Rock in Rio mostra fragilidade das redes de hotéis cariocas, que três dias antes do evento já tinham 95% de lotação. (Págs. 1 e 26)

Indústria automotiva
Juergen Ziegler, da Mercedes, diz que venda de automóveis da marca pode cair 50% com alta do IPI. (Págs. 1 e 21)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos