Atualidades - 24/12/2011

Resumo dos Jornais
O Globo : EUA desistem de barreira contra etanol brasileiro
Folha de S. Paulo: Manchete: Cai sobretaxa do etanol nos EUA
O Estado de S. Paulo: EUA se abrem ao etanol do Brasil após três décadas
Correio Braziliense:  Governo estuda saída jurídica para manter promoção de 2,3 mil PMs
Zero Hora: Os bastidores da ação desastrada da polícia


24 de dezembro de 2011
O Globo


Manchete: EUA desistem de barreira contra etanol brasileiro
Fim da medida, após 30 anos, deve provocar alta de preços no Brasil

O Congresso americano entrou ontem em recesso sem votar a renovação da lei que impunha tarifa de US$ 0,54 por galão (3,78 litros) ao etanol brasileiro. Na prática, cai a barreira que durava 30 anos e o Brasil é favorecido com a possibilidade de exportar para o maior mercado mundial, a partir de janeiro de 2012. Segundo especialistas, no entanto, o aumento das exportações pode pressionar o preço do etanol no Brasil, uma vez que a produção está em queda e mais de 90% são absorvidos pelo mercado interno. Pode haver reflexo também nos preços da gasolina, já que a lei prevê 20% de mistura de álcool. O crescimento da demanda por combustíveis está fazendo a Petrobrás aumentar as importações. Só este ano, a estatal comprou lá fora o equivalente a 45 mil barris diários de gasolina, contra 9 mil de 2010. (Págs. 1 e 19)

Dilma corta R$ 0,73 do salário mínimo
Economia será de R$ 200 milhões por ano; novo valor, a partir de 1º de janeiro, é de R$ 622

A presidente Dilma Rousseff assinou decreto fixando o salário mínimo em R$ 622 a partir de 1º de janeiro. O valor é 73 centavos menor do que havia sido informado pela área econômica ao Congresso, em 20 de novembro. O reajuste vai aumentar as despesas do governo em cerca de R$ 23 bilhões por ano. Já os 73 centavos significarão economia de R$ 200 milhões anuais, considerando o universo de cerca de 21 milhões de aposentados e pensionistas que recebem o mínimo como benefício. (Páginas 3 e 4)

Enquanto isso, Senado eleva gastos

O Legislativo não poupa despesas. O presidente do Senado, José Sarney, abrirá concurso para contratar 246 novos consultores, analistas, técnicos legislativos e policiais no início de 2012. O salário inicial do consultor é de R$ 23.826,57. Os novos servidores custarão R$ 53,3 milhões aos cofres públicos por ano. (Págs. 1 e 3)

Estradas liberadas e praias interditadas
Obras são suspensas; para quem fica, mar poluído

Para tentar amenizar o aumento de fluxo de veículos no fim de ano, as concessionárias decidiram suspender as obras em quatro grandes rodovias de acesso ao Rio – Via Dutra, Via Lagos, Rio-Teresópolis e Rio-Petrópolis. Mesmo assim, ontem de manhã, já havia cinco quilômetros de congestionamento na Niterói-Manilha. Quem ficar no Rio não vai poder desfrutar de todas as praias. Só cinco delas estão liberadas, apesar de algumas terem microalgas. (Págs. 1, 12 e 16)

33 mil jornais e sites contra a lei de Cristina
A Associação Mundial de Jornais, que reúne 33 mil periódicos e sites, criticou a nova lei que põe o papel jornal sob controle do Estado argentino, acusando Cristina Kirchner de perseguir a imprensa. (Págs. 1 e 28)
Dipp: falta bom-senso a juízes e CNJ
Ex-corregedor do CNJ que pediu dados sobre juízes ao Coaf, Gilson Dipp diz que falta bom-senso na guerra do Judiciário. Ontem, associações pediram investigação sobre a atual corregedora, Eliana Calmon. (Págs. 1 e 5)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo


Manchete: Cai sobretaxa do etanol nos EUA
Congresso americano deixa de renovar barreiras contra a entrada de álcool do Brasil no país pela 1ª vez desde 1980

O Congresso americano pôs fim ontem a uma novela política de 31 anos ao sair de férias sem renovar as barreiras comerciais contra a entrada do álcool brasileiro no país, que expiram no dia 31.

Após anos de renovações periódicas, o fato de a votaçãp não ter ocorrido indica que a partir do dia 1º não será cobrada a tarifa de importação de US$ 0,54 por galão (R$,027, por litro) e acabará o subsídio interno às distribuidoras na mistura de etanol á gasolina, de US$ 0,45 por galão (R$ 0,22 por litro).

A crise econômica, o crescente deficit do governo e o lobby da indústria sucroalcooleira brasileira foram apontados como decisivos para o fim dos subsídios.

A notícia foi comemorada pelo setor no Brasil, por abrir a possibilidade de competição internacional e por incentivar o aumento da produção. (Págs. 1 e Mercado B1 e B4)

Mauro Zafalon
Brasil deve se beneficiar apenas no médio prazo (Págs. 1 e Mercado, B4)

Manifesto pró-corregedora expõe racha entre juízes
Um grupo de juízes federais começou a coletar assinaturas para um "manifesto público" condenando as críticas da Ajufe, entidade que os representa, à atuação da corregedora do CNJ, Eliana Calmon. A ideia surgiu em lista de discussão de magistrados na internet.
O texto diz não soar razoável "impedir a atuação de controle da corregedora". O presidente da Ajufe, Gabriel Wedy, atribui a iniciativa às eleições na associação.

Ontem, as associações de juízes entraram com representação contra Calmon na Procuradoria-Geral. (Págs. 1 e Poder A4)

Radar já pode ser instalado sem aviso aos motoristas
O Conselho Nacional de Trânsito revogou a exigência de placas indicando a presença de radares em vias urbanas e rodovias, informam Alencar Izidoro e André Monteiro. Infratores já podem ser multados onde não houver aviso, mas os radares não podem ficar escondidos. (Págs. 1 e Cotidiano C1)
Supremo vai decidir se consumo de drogas é crime ou direito individual dos usuários (Págs. 1 e Cotidiano C7)


Explosão de 2 carros-bomba na Síria mata 40 e fere 55
A explosão de dois carros-bomba perto de prédios do governo sírio, em Damasco, matou 40 pessoas e feriu 55, segundo a agência estatal.
Foi a ação mais violenta na cidade desde março, início da revolta contra o ditador Bashar Assad, que atribui o ataque à Al Qaeda e a rebeldes. Oposicionistas dizem que o governo pode ter tramado o atentado. (Págs. 1 e Mundo A8)

Mínimo será de R$ 622 a partir de 1º de janeiro (Págs. 1 e Poder A5)


Romário pede, e CBF dá 1% dos ingressos da Copa a deficientes (Págs. 1 e Esporte D8)


Editoriais
Leia "Biografias em risco" sobre a censura a livros que contam a vida de figuras públicas, e "Paulista para todos", acerca de protestos na avenida. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo


Manchete: EUA se abrem ao etanol do Brasil após três décadas
Congresso do país não renova barreiras nem subsídio ao etanol de milho, facilitando importação do biocombustível

O Congresso dos EUA entrou em recesso e não prorrogou a tarifa de importação e o subsídio para o etanol de milho, vigentes até 31 de dezembro. Isso significa que, a partir de 1º de janeiro, o etanol do Brasil terá acesso livre aos EUA pela primeira vez em 32 anos. A política de subsídios custou US$ 6 bilhões anuais aos cofres americanos e, na atual fase de ajuste fiscal, tornou-se injustificável. A decisão de ontem é resultado de um longo trabalho de convencimento sobre os benefícios do etanol de cana-de-açúcar. No entanto, os produtores americanos de etanol de milho dizem estar preparados para enfrentar o fim fos benefícios e que visam o mercado brasileiro - que se tornou importador de etanol dos EUA ao longo de 2011. (Págs. 1 e Economia B1)

Ministro critica colegas do STF na crise com corregedoria
O ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes, que presidiu a Corte e o Conselho Nacional de Justiça, criticou ontem as decisões de ministros do STF contra investigações da corregedoria nacional de Justiça.

"As soluções nas liminares no final do ano são atípicas e heterodoxas", disse Mendes ao Estado. Associações de magistrados pediram ao Ministério Público que investigue a corregedora Eliana Calmon. (Págs. 1 e Nacional A4)

O Natal das roupas e das vendas à vista
Clientes em loja de roupas no Shopping Center Norte; o setor de vestuário foi o campeão de vendas neste Natal, segundo a Fecomércio-SP. Já para a Associação Comercial, outro aspecto relevante foi a alta das vendas á vista. Mas o crescimento dos negócios em relação a 2010 foi considerado só moderado. (Págs. 1 e Economia B4)
Anvisa pede 'recall' de próteses de mama
A Anvisa recomendou ontem um recall nas próteses de silicone vendidas no Brasil pela empresa francesa PIP até 2010, quando seu uso foi proibido. Cerca de 25 mil brasileiras implantaram essas próteses. O motivo é o risco de rompimento no interior do organismo. (Págs. 1 e Vida A11)
Salário mínimo vai para R$ 622 a partir do dia 1º (Págs. 1 e Nacional A5)


Celso Ming
Fazer escolhas

Dilma terá de eleger em 2010 o objetivo mais importante; controlar a inflação, baixar juros ou assegurar um crescimento mais alto. (Págs. 1 e Economia B2)

Notas & Informações
O ano novo do governo

A Fazenda deveria dar maior atenção, para variar, às condições da oferta interna. (Págs. 1 e A3)

------------------------------------------------------------------------------------
Correio Braziliense


Manchete: Governo estuda saída jurídica para manter promoção de 2,3 mil PMs
Impedido pela Justiça de conceder ascensão de patente a policiais, GDF examina medidas para reverter a suspensão do benefício. E avisa: com amparo legal, pagamento será retroativo (Págs. 1 e 23)
Traços de uma guerra
Os desenhos são coloridos, e transmitem mensagens simples. Mas têm o poder de transformar histórias trágicas em ensinamentos sérios, que emocionam os adultos. No Sarah, hospial de referência no tratamento de vítimas de acidentes de trânsito, são os pequenos que educam os pais sobre prudência e bons modos nas pistas. Neste ano, 110 mil meninos e meninas, entre 10 e 12 anos, visitaram unidades da rede médica para aprender uma missão nada singela: espalhaar lições de amor à vida. E pintaram, em tons nem tão inocentes, os dramas do asfalto. (Págs. 1 e 21)
Bombeiros convocam 346
Aprovados no último concurso da corporação são chamados para tomar posse. O grupo deve se apresentar em 27 e 28 de dezembro. Confira a lista (Págs. 1 e 27)
EUA abrem mercado ao etanol brasileiro (Págs. 1 e 13)


Salário mínimo de Dilma é de R$ 622
A partir de janeiro, o menor rendimento dos trabalhadores e aposentados brasileiros será elevado em R$ 77. Até 2015, o valor deverá ultrapassar os R$ 800. (Págs. 1 e 11)
Concurso do Senado agita os brasilienses (Págs. 1, 9 e 10)


Um em cada cinco voos no DF atrasou (Págs. 1 e 12)


Silicone - Próteses põem Brasil em alerta
Anvisa seguiu o exemplo francês e recomendou que as 25 mil mulheres com implantes PIP procurem orientação médica. (Págs. 1 e 7)
------------------------------------------------------------------------------------
Estado de Minas


Manchete: Cidades de Minas tentam receber dívidas de R$ 8,8 bi
Enquanto reclamam da falta de recursos para investimentos na infraestrutura urbana e engrossam mobilização nacional por maior repasse de verbas da União, os 853 municípios do estado têm créditos bilionários a cobrar. A inadimplência de taxas e tributos junto às prefeituras mineiras somou até o ano passado nada menos do que R$ 8.807.389.789,22. Só em BH, a dívida ativa de pessoas físicas e jurídicas beira os R$ 5 bilhões. Para reaver pelo menos parte desse dinheiro, vale tudo: desconto nos juros, isenção de multas e parcelamentos, nem sempre, porém, com o resultado esperado. Cenas de Natal (Págs. 1)
Salário mínimo sobe para R$ 622 no dia 1º (Pág. 1)


------------------------------------------------------------------------------------
Jornal do Commercio


Manchete: Novo salário mínimo é fixado em R$ 622
Presidente Dilma assinou decreto, ontem, e piso passa a valer a partir de 1º de janeiro. Valor é R$ 0,73 menor do que o anunciado pela equipe econômica, em novembro, e R$ 77 maior que o atual. (Págs. 1 e Economia 1)
Celulares vão ficar mudos no Aníbal Bruno
Será instalado no presídio, segunda-feira, sistema bloqueador de telefones com tecnologia israelense. (Pàgs. 1 e Cidades 1)
Silêncio sobre a farra na Assembleia
Tribunal de Contas, Tribunal de Justiça e MPPE não opinaram sobre auxílio-moradia dos deputados estaduais (Págs. 1 e 4)
Soldado do Exército faz ex-mulher refém por quase 12 horas (Págs. 1 e Cidades 2)


------------------------------------------------------------------------------------
Veja


Manchete: Retrospectiva 2011
Dilma mostra a que veio - Steve Jobs se vai - Amy Winehouse se cala - Os ativistas gritam nas praças - Liz Taylor fecha os olhos
azul-violeta - o Mundo abre os olhos para o perigo nuclear...

Rankings
Os Estados brasileiros classificados pela qualidade da gestão pública.

Os senadores e deputados ativistas de um Brasil moderno e competitivo.

História
50 grandes nomes do passado e seu legado para o Brasil atual
Humor: As previsões de 2012
Deus intervém no Oriente Médio - O Brasil legaliza a corrupção - A Apple lança o Iguess
------------------------------------------------------------------------------------
Época


Manchete: Retrospectiva - Os rostos que marcaram 2011
E mais: as frases do ano. Os vídeos que bombaram na internet.
Os destaques culturais. As maiores gafes nas festas em família. A improvável logística do Papai Noel

Perspectivas
A economia em 2012 - O que esperar do maior desafio do Brasil e do mundo, na visão de Eike Batista, Roberto Setubal, José Sérgio Gabrielli, Luiz Carlos Trabuco, André Gerdau, Joesley Batista, Jayme Garfinkel, Ricardo Nunes, Laércio Cosentino, Marcos Lutz, Frederico Curado e dez outros líderes empresariais.

------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ


Manchete: O ano em que o mundo virou
Os acontecimentos que mudaram definitivamente o eixo da economia e da política global, transformaram a sociedade e vão influenciar a história daqui para a frente.
------------------------------------------------------------------------------------
ISTOÉ Dinheiro


Manchete: Especial - O ano que não acabou
Os fatos mais marcantes na economia, na política e nos mercados que determinaram o rumo dos negócios neste ano e irão definir a agenda dos empreendedores e executivos em 2012. E mais: como tudo isso pode afetar você e sua empresa
Finanças: A estratégia do BB para lucrar com a rede do Banco Postal


Mineração: novo concorrente da Vale nasce com investimento de R$ 8 bilhões


------------------------------------------------------------------------------------
Carta Capital


Manchete: 2011, o ano da tormenta
O primeiro ano de Dilma - Marcos Coimbra
Améria do Sul - Antonio Luiz M. C. Costa
O Brasil e a crise - Yoshiaki Nakano
Todos amam Keynes - Luiz Gonzaga Belluzzo
O mundo e a crise - Demian Fiocca
O Euro ameaçado - Stephany Griffith-Jones
A doença de Lula - Nirlando Beirão
O PSD de Kassab - Rachel Meneguello
A primeira árabe - Issa Goraieb
Os indignados - Stéfhane Hessel
A Comissão da Verdade - Vladimir Safatle
Justiça e Cidadania - Wálter Fanganiello Maierovitch
Wikileaks - Natália Viana
Barack Obama - Eduardo Graça
Os avanços da medicina - Riad Younes

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora


Manchete: Os bastidores da ação desastrada da polícia
A partir de Curitiba, ZH reconstitui a teia de equívocos que resultou na morte de PM e de refém em Gravataí. (Págs. 1, 4 e 5)
Salário mínimo será de R$ 622 (Págs. 1 e 11)


------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos