Atualidades 18/06/2014

Um antigo provérbio diz: 

"Se semeio urtigas, não posso colher rosas". 
É através das minhas ações que o mundo reage a mim. 
Elas plantam as sementes do meu futuro. 
Se tenho atitudes raivosas, obtenho respostas raivosas. 
Se desempenho ações pacíficas, os resultados são pacíficos. 
É através das ações que eu crio fortuna ou infortúnio. 
Deveríamos deixar que todas as nossas ações 
fossem para edificar ao invés de violentar. - 
Brahma Kumaris

Correio Braziliense
Manchete: Agora é torcer, jogar e ganhar em Brasília
Relatoria do mensalão vai para Barroso
EUA articulam reaproximação com o Brasil
Mais real circulando mundo afora

Zero Hora
Manchete: Da emoção à decepção
O alívio depois de três horas de terror
Tarifaço na RGE: Luz 23% mais cara para 3,7 milhões de gaúchos. (Págs. 1 e Notícias 18)


Brasil Econômico
Manchete: Indústria briga para renovar máquinas
Energia: Consumo segue ritmo das torcidas
Intel: Brasileiro dá pouca atenção à privacidade
Nadja Sampaio: Copa evidencia que o Brasil tinha tudo para ser, mas não é preparado para o campismo. (Págs. 1 e 14)
Serviços: Setor registra em abril menor crescimento nominal desde março de 2013. (Págs. 1 e 9)
Mensalão: Joaquim Barbosa diz estar sofrendo ameaças e pede para sair da relatoria. (Págs. 1 e 5)

Folha de S. Paulo
Manchete: Barbosa critica advogados e deixa caso do mensalão
EUA mudaram política de vigilância, diz vice americano
Trânsito trava, e torcedores de SP perdem início do jogo
Robson Marinho, conselheiro do TCE, é alvo de ação na Justiça. (Págs. 1 e Poder A5)
Brasil usará visita de líder chinês para diversificar exportação. (Págs. 1 e Mercado B1)


18 de junho de 2014
Correio Braziliense

Manchete: Agora é torcer, jogar e ganhar em Brasília
México, capital Fortaleza. Apesar de ocupar apenas um quarto do estádio, a torcida do adversário ganhou em animação da brasileira. Em campo, a Seleção comandada por Felipão também não fez bonito diante da mexicana. Mas teve pelo menos quatro oportunidades claras de gol. Só não abriu o placar porque esbarrou num paredão: Ochoa, eleito o craque do jogo pela Fifa. Com defesas arrojadas, o goleiro garantiu o empate em 0 x 0. Hoje, caso Camarões vença a Croácia, o Brasil terá uma pedreira pela frente na próxima segunda-feira no Mané Garrincha. Isso porque, além do México, o time africano chegará à última partida da primeira fase com chance de classificação para as oitavas de final da Copa. Haja emoção. (Págs. 1 e Superesportes, Capa e 3 a 5)
Relatoria do mensalão vai para Barroso
O novo responsável pela Ação Penal 470 foi escolhido por sorteio
eletrônico. Prestes a se aposentar, Joaquim Barbosa deixa o caso e diz que foi alvo de insultos. (Págs. 1 e 2)
EUA articulam reaproximação com o Brasil
Após assistir à vitória da seleção contra Gana, Joe Biden, o vice de Obama, discute com Dilma o incidente da espionagem e promete liberar documentos sobre a ditadura. (Págs. 1 e 10)
Mais real circulando mundo afora
O grande número de turistas brasileiros no exterior fez com que o total de cédulas da moeda nacional negociadas fora do país aumentasse 2.057%, passando de RS 6,6 milhões, em 2008, para R$ 142,2 milhões, em 2014. A maior parte desses reais está na América Latina. (Págs. 1 e 6)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete: Da emoção à decepção
Durante o hino, Neymar chorou. No jogo, parou diante do México no Castelão. Brasil ficou no 0 a 0 e precisa de um empate contra Camarões, segunda-feira, para avançar às oitavas. (Págs. 1 e Jornal da Copa)
O alívio depois de três horas de terror
Mulher de Pedro Simon conta como foi o sequestro relâmpago que sofreu na Capital. (Págs. 1 e Notícias 16)
Tarifaço na RGE: Luz 23% mais cara para 3,7 milhões de gaúchos. (Págs. 1 e Notícias 18)

------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete: Indústria briga para renovar máquinas
Espinha dorsal da competitividade, o parque industrial do país sofre com defasagem tecnológica. Segundo a Abimaq, a idade média das máquinas do segmento de transformação é de 7 anos nos EUA e de 17 anos no Brasil. A associação apresentará a proposta para a renovação hoje, quando o governo divulgará novas medidas de incentivo para diversos setores. O anúncio será feito pela presidenta Dilma Rousseff. (Págs. 1, 6 e 7)
Energia: Consumo segue ritmo das torcidas
Balanço do ONS mostra que os jogos da Itália contra a Inglaterra e Argentina contra Bósnia foram os que mais mobilizaram torcedores, superados apenas pelo Brasil. No jogo de estreia, o pico no consumo foi equivalente à potência das usinas Jirau e Santo Antônio. (Págs. 1 e 10)
Intel: Brasileiro dá pouca atenção à privacidade
Fernando Martins, presidente da empresa, revela que população prefere ter carro monitorado a enfrentar engarrafamentos. (Págs. 1, 12 e 13)
Nadja Sampaio: Copa evidencia que o Brasil tinha tudo para ser, mas não é preparado para o campismo. (Págs. 1 e 14)

Serviços: Setor registra em abril menor crescimento nominal desde março de 2013. (Págs. 1 e 9)

Mensalão: Joaquim Barbosa diz estar sofrendo ameaças e pede para sair da relatoria. (Págs. 1 e 5)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete: Barbosa critica advogados e deixa caso do mensalão
Presidente do STF acusa defensores de condenados de agirem para pressioná-lo

Com a aposentadoria marcada para o fim do mês, o presidente do Supremo Tribunal Federal, Joaquim Barbosa, deixou a relatoria do processo do mensalão, abrindo mão do controle do caso que o tornou célebre.

Barbosa atribuiu a sua decisão à ação de advogados de condenados que, segundo ele, passaram a atuar “politicamente” para pressioná-lo, por meio de “manifestos e até mesmo partindo para insultos pessoais”.

O advogado de José Genoino acusou o ministro de “perseguição”. “O melhor é que ele saia”, disse a defesa de Delúbio Soares. Para membros do STF, Barbosa visa evitar o constrangimento de mais derrotas na corte.

Definido por sorteio, o novo relator do mensalão será Luis Roberto Barroso, que considerou rigorosas as penas aplicadas pelo STF. O ministro encaminhará pedidos dos condenados rejeitados por Barbosa. (Págs. 1 e Poder A4)
EUA mudaram política de vigilância, diz vice americano
Em visita a Brasília, o vice-presidente dos EUA, Joe Biden, disse que teve uma “conversa franca” com a presidente Dilma sobre espionagem americana, tema de mal-estar com o Planalto.

Biden afirmou que os EUA fizeram “mudanças reais” em sua “vigilância” e que a internet “não é ferramenta de repressão de governos”.

Ele anunciou ainda que o país liberará papéis sobre a ditadura no Brasil. (Págs. 1 e Mundo A11)
Trânsito trava, e torcedores de SP perdem início do jogo
O trânsito travou em São Paulo no meio da tarde e frustrou torcedores que saíram do trabalho mais cedo para ver o jogo do Brasil.

Em apenas duas horas, o congestionamento teve um salto de 586%. O pico foi às 15h, faltando uma hora para o início da partida, quando a lentidão atingiu 302 km — o terceiro maior índice já registrado. O engarrafamento fez torcedores perderem parte do jogo. (Págs. 1 e Poder A8)
Robson Marinho, conselheiro do TCE, é alvo de ação na Justiça. (Págs. 1 e Poder A5)

Brasil usará visita de líder chinês para diversificar exportação. (Págs. 1 e Mercado B1)

Editoriais
Leia “Pactos frustrados” acerca de promessas não cumpridas por governantes, e “Arauto de Obama”, sobre visita de vice-presidente dos EUA. (Págs. 1 e Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016