Atualidades 18/09/2014

O treinamento da juventude constrói a felicidade no futuro.




O Globo
Manchete : Dilma revê e Aécio insiste em ataques a Marina
'Dom Paulinho' - O silêncio do delator
‘Ninguém governa sem o PMDB’, diz vice do PSB
Rede federal no Rio sofre com déficit de 1.226 médicos
Eike pós-arresto - De volta à classe média
Enquanto isso... - Brasil já tem 61 bilionários
Escócia decide se fica no Reino Unido (Págs. 31 e 32)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Parcerias que não saem do discurso
Ana Amélia detalha corte de secretarias
"Não se governa sem o PMDB", diz Beto
Caso Petrobras - Costa ri muito, mas nada fala
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Cresce a disputa por serviços aos clientes sem-banco
Empresas de diferentes setores como Vivo, SPTrans e a própria Caixa Econômica correm para oferecer serviços de pagamento ao público “desbancarizado”. São 55 milhões de brasileiros que não possuem conta-corrente. (Págs. 20 e 21)
Apesar do risco ambiental, gás de xisto será explorado
Ser ou não ser independente
Dez anos de política industrial
Nova alta em índices de inflação não preocupa economistas
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Dilma suspende programa de governo após impasse
Ex-diretor da Petrobras se nega a falar na CPI
Acordo entre USP e sindicato deve pôr fim à greve
Prolongamento da estiagem agrava os conflitos por água no Nordeste (Cotidiano C4)
Para Eike, 'voltar à classe média é um baque gigantesco'
A dieta de Marina
Estudo indica que adoçantes podem estimular diabetes
Escócia vai à urnas hoje para decidir se fica no Reino Unido
Foto-legenda : Pegadinha
Rogério Gentile
------------------------------------------------------------------------------------

18 de setembro de 2014
O Globo

Manchete : Dilma revê e Aécio insiste em ataques a Marina
Após Ibope, candidata do PSB também reforça estratégia

Petistas consideram já ter conseguido estancar crescimento da ex-senadora, que voltou a denunciar corrupção na Petrobras com PT

Após pesquisa do Ibope mostrar Dilma Rousseff em queda, Marina Silva estável e Aécio Neves subindo, os três principais candidatos à Presidência redefinem estratégias a 18 dias da eleição. Coordenadores do PT defendem que Dilma reduza os ataques a Marina, mas o marqueteiro João Santana ainda resiste. Já Aécio continuará a bater tanto no governo como em Marina, explorando o passado petista da candidata do PSB. No comitê de Marina, a ordem é não deixar ataques sem resposta e reforçar críticas aos adversários. Ontem, ela disse que o escândalo na Petrobras é o maior mensalão da História . (Pág. 3)

'Dom Paulinho' - O silêncio do delator
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa optou por ficar calado em sessão na CPI da Petrobras, mantendo em segredo o conteúdo de sua delação ao MP sobre corrupção na estatal. A CPI convocou para depor a contadora do doleiro Youssef, condenado a quatro anos de prisão em outro processo. (Pág. 8)
‘Ninguém governa sem o PMDB’, diz vice do PSB
O candidato a vice na chapa de Marina Silva, Beto Albuquerque (PSB), disse ontem que “ninguém governa sem o PMDB”, mas que “não é preciso entregar o governo para ter governabilidade”. (Pág. 6)
Rede federal no Rio sofre com déficit de 1.226 médicos
Levantamento da Defensoria Pública da União revela que os seis hospitais federais do Rio têm déficit de 1.226 médicos, 28% do quadro necessário, e fila de 13.851 à espera de cirurgia. Entre 2010 e 2013, o estado perdeu 4.621 leitos em toda a rede pública, a maior redução do país. (Pág. 14)
Eike pós-arresto - De volta à classe média
Eike Batista, que já foi o mais rico do país, diz não se preocupar por ter hoje patrimônio líquido negativo de US$ 1 bilhão: “F ui educado como um jovem de classe média.” (Pág. 23)
Enquanto isso... - Brasil já tem 61 bilionários
Segundo estudo da consultoria Wealth-X, São Paulo é a sexta cidade com mais bilionários do mundo, com 36 afortunados. No Brasil, eles já são 61. (Pág. 24)
Escócia decide se fica no Reino Unido (Págs. 31 e 32)


Ilimar Franco
No meio do caminho

Os institutos de pesquisa estão detectando “fadiga de material” e desencanto de Minas com os tucanos. O candidato do PSDB ao governo, Pimenta da Veiga, estaria pagando a conta do aeroporto de Cláudio. A obra também estaria impedindo Aécio Neves de liderar a eleição no estado. Nos institutos, avalia-se que os mineiros não gostaram da imagem do aeroporto nas terras de um Neves. (Pág. 2)

Merval Pereira
De volta ao jogo, Aécio atacará Marina para tentar chegar ao 2º turno. (Pág. 4)
Míriam Leitão
Campanha do PT distorce o passado e mente sobre adversários. (Pág. 24)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Parcerias que não saem do discurso
PPPs poderiam, na opinião dos candidatos ao Palácio Piratini, ajudar a concretizar obras que o Estado não consegue realizar, mas crise financeira e burocracia dificultam contratos. (Notícias | 8 e 9)
Ana Amélia detalha corte de secretarias
Na terceira entrevista da série, candidata do PP fala sobre administração do RS. (Notícias | 12 e 13)
"Não se governa sem o PMDB", diz Beto
Declaração contraria discurso de Marina e de Eduardo Campos. (Notícias | 14)
Caso Petrobras - Costa ri muito, mas nada fala
À CPI, ex-diretor disse 18 vezes "nada a declarar". (Notícias | 15)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : Cresce a disputa por serviços aos clientes sem-banco
Empresas de diferentes setores como Vivo, SPTrans e a própria Caixa Econômica correm para oferecer serviços de pagamento ao público “desbancarizado”. São 55 milhões de brasileiros que não possuem conta-corrente. (Págs. 20 e 21)
Apesar do risco ambiental, gás de xisto será explorado
O secretário de Petróleo e Gás do Ministério de Minas e Energia, Marco Antonio Almeida, afirmou que o governo não abre mão de incentivar a exploração das reservas não convencionais. Segundo ele, se prevalecessem os alertas sobre riscos, o pré-sal não teria sido descoberto. (Págs. 10 e 11)
Ser ou não ser independente
O destino do Reino Unido será decidido hoje pelo voto dos indecisos. Na véspera do referendo, os partidários do “Sim” à independência mostraram força nas ruas. Mas as pesquisas indicavam leve vantagem de 2 a 4 pontos a favor do “Não”. (Págs. 26 e 27)
Dez anos de política industrial
No período, governo lançou três planos de incentivo ao setor. Ainda assim, a indústria vem perdendo participação no PIB brasileiro e diminui anualmente os investimentos necessários para alcançar a inovação. (Pág. 4)
Nova alta em índices de inflação não preocupa economistas
Apesar dos aumentos registrados no IGP-10 e no IPC-S, especialistas descartam haver uma pressão inflacionária. (Pág. 5)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

FALTA PT EM CAMPANHA PETISTA

Ligado historicamente ao PT, o sociólogo Aldo Fornazieri, professor da Fundação Escola de Sociologia e Política de São Paulo, critica o excesso de pasteurização das campanhas eleitorais do partido, em especial da presidenta Dilma Rousseff à reeleição e do ex-ministro Alexandre Padilha ao governo paulista. Para ele, os candidatos acabam aparecendo na TV praticamente sem diferencial em relação aos adversários. (Pág. 2)

Ponto de Vista 
Carlos Thadeu de Freitas

VOLATILIDADE À VISTA

Após um período prolongado de calmaria, alguns importantes índices de volatilidade e também moedas de países emergentes registraram oscilações significativas durante o mês de agosto passado. Esses movimentos ocorreram por diversos motivos, entre eles o aumento das preocupações geopolíticas na Europa e as dúvidas quanto à sustentabilidade da recuperação global. (Pág. 7)

O mercado como ele é... 
Luiz Sérgio Guimarães

CÂMBIO FORÇA A MÃO E CHAMA BC

Os mercados financeiros forçaram a mão ontem. Como não está nada fácil calibrar a rota do dólar e dos juros futuros com base naquilo que eles acham que vai acontecer, o jeito é distorcer a realidade para que ela caiba nos seus anseios. Desde o dia 6, os mercados operavam com dois pressupostos que pareciam evidentes por si mesmos: aceleração dos procedimentos monetários do Federal Reserve (Fed) e, no plano interno, fortalecimento da candidatura Dilma Rousseff. Dólar e juros dispararam desde então. (Pág. 23)

Ponto Final
Octávio Costa

A ORTODOXIA DE ARMINIO

Depois que Dilma Rousseff anunciou que, se reeleita, não pretende manter Guido Mantega à frente do Ministério da Fazenda (a pedido do próprio, disse depois), o mercado deu início a mais um de seus jogos especulativos. Desta vez, o desafio é adivinhar quem será o próximo responsável pela política econômica. (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Dilma suspende programa de governo após impasse
Divergência com alas do PT em alguns temas e 'efeito Marina' afetam decisão

Candidata à reeleição, a presidente Dilma suspendeu a divulgação do programa de governo após impasse com alas do PT que defendem propostas contrárias ao Planalto. Temas como "emprego" e "direitos humanos" geram divergências. A lei eleitoral exige dos postulantes à Presidência que, ao fazer o pedido de registro da candidatura, protocolem as propostas, mesmo que sejam textos genéricos ou diretrizes. Em julho, o PT entregou uma espécie de esboço do programa. A campanha petista admite que a experiência de Marina Silva (PSB) com o lançamento de seu projeto trouxe preocupação. (Eleições 2014 A4)

Vice de Marina afirma que ninguém consegue governar sem o PMDB. (A6)

Ex-diretor da Petrobras se nega a falar na CPI
O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa se manteve calado em mais de duas horas de sessão da CPI que investiga irregularidades na estatal. Ele se recusou 17 vezes a responder questionamentos. O objetivo foi preservar o acordo de delação premiada firmado com a Justiça. (Eleições 2014 A10)
Acordo entre USP e sindicato deve pôr fim à greve
USP e funcionários chegaram a acordo, e a greve de quase quatro meses devem enfim acabar. Em audiência no TRT, as partes concordaram com reposição de uma hora extra, por no máximo 70 dias. (Cotidiano C1)

Prolongamento da estiagem agrava os conflitos por água no Nordeste (Cotidiano C4)


Para Eike, 'voltar à classe média é um baque gigantesco'
Ao quebrar o silêncio de mais de um ano após suas empresas começarem a ruir, Eike Batista afirmou que retornou à mesma classe média em que nasceu. "É um baque gigantesco". (Mercado B3)

A dieta de Marina
Marina Silva, que já tem dieta restrita por razões de saúde, reclama de fome na campanha, relatam Natuza Nery e Marina Dias. A agenda carregada da candidata só deixa espaço para uma refeição diária. Após a morte de Eduardo Campos, ela perdeu 3 kg. (Eleições 2014 A12)
Estudo indica que adoçantes podem estimular diabetes
Estudo publicado na revista "Nature" sugere que adoçantes podem ajudar a causar diabetes. (Saúde c6)
Escócia vai à urnas hoje para decidir se fica no Reino Unido
Comparecimento recorde e resultado equilibrado devem marcar nesta quinta (18) o plebiscito na Escócia que pode pôr fim à união de 307 anos com os ingleses, relata Leandro Colon. (Mundo A16)
Foto-legenda : Pegadinha
Em Campinas (SP), Dilma é alvo de ironia de eleitor de Marina, que quis lhe 'agradecer' pelo trem-bala entre a cidade e o Rio, obra que não saiu do papel. (Eleições 2014 A6)
Rogério Gentile
Estratégia da petista dá sinais de esgotamento

A campanha de Dilma começa a enfrentar um dilema. Após 15 dias de bombardeio contra Marina, a estratégia do medo dá sinais de esgotamento. A campanha negativa começou a produzir um efeito contrário. (Opinião A2)

Editoriais
Leia "Risco líquido e certo", a respeito da crise da água em São Paulo, e "Separação imprevisível", acerca do plebiscito sobre a independência escocesa. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016