Atualidades 15/10/2014

“A man is not called wise because he talks and talks again; but if he is peaceful, loving and fearless then he is in truth called wise.” 
― Gautama Buddha, The Dhammapada: The Sayings of the Buddha



O Globo
Manchete : Seca reduzirá economia no horário de verão
Dilma nega ‘momento delicado’ e Aécio vê ‘desespero’ no PT
Marina diz sofrer ataques de uma ‘política atrasada’
Pezão e Crivella trocam acusações em debate
TSE: Niterói terá de manter urnas biométricas (Pág. 9)
No Rio, 57 presos por integrar rede de aborto
Câmara aprova alívio na folha
Hospitais terão que justificar cirurgia
OMS vê explosão de casos de ebola
Turquia faz ofensiva a curdos
Ilimar Franco
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Farpas no ar
Governo tenta frear número de cesáreas
Escola ficará 9,11% mais cara no ano que vem
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Economias crescem pouco, mas bancos têm lucro maior
Seca reduzirá economia com horário de verão
Desigualdade está crescendo no mundo
EUA e Rússia unidos contra EI
O presidente Barack Obama reuniu-se com membros da coalizão contra o Estado Islâmico para avaliar os próximos passos da ofensiva. Em Paris, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, anunciou o início da cooperação com a Rússia no combate ao grupo. (Pág. 28)
Ferramenta capta ‘paixão’ por Dilma e Aécio na internet
Após segundo turno, uma agenda repleta
Mosaico Político - PSDB PROCURA ISOLAR DILMA
O mercado como ele é... - EM AÇÃO, O BOATO PREMONITÓRIO
Ponto Final - O EXEMPLO DE MORALES
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Falta de água atinge todas as regiões de SP
Queda do preço do petróleo zera defasagem da gasolina no país
Ala do PT defende que Dilma admita erros na Petrobras
Conservadores da igreja contestam documento pró-gays
Governo lança plano para incentivar os partos normais
Operação no Rio contra abortos clandestinos prende 57 pessoas (Cotidiano C5)
Elio Gaspari - Partido falhou ao levar com a barriga o caso da estatal
------------------------------------------------------------------------------------

15 de outubro de 2014
O Globo

Manchete : Seca reduzirá economia no horário de verão
Corte no gasto de energia será 31% menor do que no ano passado

Estiagem provoca incêndios em Rio, SP e Minas e piora nível do Cantareira

O horário de verão, que começa na madrugada deste domingo, deve provocar economia de R$ 278 milhões com a redução do consumo de energia. O valor, porém, é 31% inferior ao obtido no verão passado, porque agora a seca levou a aumento do uso de energia termelétrica, mais cara. A estiagem já provoca incêndios em 57 unidades de conservação de Rio, São Paulo e Minas, agravando o nível de água no reservatório do Cantareira, que abastece 8 milhões de pessoas no Sudeste. No Rio, o fogo já se espalha por quatro municípios da Região Serrana. (Págs. 19, 20 e 24)

Dilma nega ‘momento delicado’ e Aécio vê ‘desespero’ no PT
A presidente Dilma Rousseff (PT) negou ontem que sua campanha viva um “momento delicadíssimo”, como afirmara na véspera o ministro Gilberto Carvalho (Secretaria Geral da Presidência). Ela disse que seguirá comparando sua gestão com a de Aécio Neves (PSDB) para “tentar entender por que ele não foi eleito em Minas”. Já o tucano acusou a campanha adversária de espalhar “mentiras e absurdos” contra sua candidatura, em função do “desespero de um governo” que estaria perto do fim : “A cada mentira, meu couro endurece”, afirmou. (Págs. 3 e 4)
Marina diz sofrer ataques de uma ‘política atrasada’
Marina Silva (PSB) classificou como uma “política atrasada” os ataques que tem sofrido após declarar apoio a Aécio Neves (PSDB). Dirigentes do PSB criticaram Roberto Amaral, ex-presidente da legenda, dizendo que ele está isolado por não ter aceitado o apoio ao tucano. (Págs. 5 e 6)
Pezão e Crivella trocam acusações em debate
Em debate ontem na rádio CBN, Pezão (PMDB) e Crivella (PRB), candidatos ao governo do Rio, voltaram a trocar acusações. Pezão afirmou que seu adversário é “testa de ferro” do bispo Macedo, da Igreja Universal, enquanto Crivella citou denúncias contra o governo de Sérgio Cabral (PMDB). (Pág. 9)
TSE: Niterói terá de manter urnas biométricas (Pág. 9)

No Rio, 57 presos por integrar rede de aborto
Seis médicos estão entre as 57 pessoas presas em operação da Polícia Civil, que desarticulou a maior rede de abortos no estado e que agia desde 1962. Entre os presos, há policiais. Apontado como chefe da quadrilha, ginecologista de 88 anos teria US$ 5 milhões na Suíça. Grupo cobrava de R$ 1 mil a R$ 7.500 pelos abortos. (Pág. 11)
Câmara aprova alívio na folha
A Câmara dos Deputados aprovou ontem o texto-base da medida provisória que torna permanente a desoneração da folha de pagamentos de 59 setores da economia. (Pág. 23)
Hospitais terão que justificar cirurgia
Para tentar reduzir a “epidemia de cesáreas”, o governo propôs à Agência Nacional de Saúde que cobre dos hospitais justificativas para partos cirúrgicos. Mais de 80% das grávidas dão à luz por cesariana no Brasil. (Pág. 26)
OMS vê explosão de casos de ebola
A Organização Mundial de Saúde (OMS) divulgou projeções ontem de que, já em dezembro deste ano, a epidemia crescerá num ritmo de dez mil novos casos por semana no mundo. (Pág. 26)
Turquia faz ofensiva a curdos
A Turquia atacou posições curdas em seu território pela primeira vez em dois anos, dificultando a luta contra os jihadistas do Estado Islâmico na vizinha Síria. (Pág. 29)
Ilimar Franco
Na direção do vento

A fusão do PSB com o PPS só sai se Aécio Neves vencer o pleito. No caso de reeleição da presidente Dilma, o comando socialista não teria força para levar todo o partido para a oposição. E o que é pior: esse movimento poderia enfraquecer a ambos porque abriria as portas para que seus políticos procurem outros partidos. O projeto de fusão entre o PSDB e o DEM vive a mesma circunstância. (Pág. 2)

Merval Pereira
Com voto cristalizado, eleitores de Marina vão decidir eleição. (Pág. 4)
Míriam Leitão

------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Farpas no ar
Em debate na Rádio Gaúcha, Sartori (PMDB) e Tarso (PT) se alfinetaram ao vivo, mas deram espaço a brincadeiras nos intervalos.

No embate à presidência, poucas propostas

Pesquisas ditam ritmo da Bolsa e do dólar (Notícias | 6 a 14)

Governo tenta frear número de cesáreas
Na rede privada

Ministério da Saúde fará consulta pública com propostas de redução do índice de partos cirúrgicos por planos particulares, que no país é de 84%. (Sua Vida | 31)

Escola ficará 9,11% mais cara no ano que vem
Reajuste médio nos colégios particulares do Estado é o maior aplicado desde 2009. (Sua Vida | 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : Economias crescem pouco, mas bancos têm lucro maior
Enquanto governos buscam a fórmula para estimular a economia sem elevar a inflação, as instituições financeiras continuam a aumentar seus ganhos. O JPMorgan registrou lucro de US$ 5,6 bilhões no terceiro trimestre, enquanto o Citi elevou o resultado em 13%. No Brasil não será diferente, garantem analistas. (Págs. 20 e 21)
Seca reduzirá economia com horário de verão
A estiagem histórica deste ano fará com que o horário de verão, que entra em vigor no próximo domingo, obtenha uma redução no uso das termoelétricas menor do que a obtida nos anos anteriores. (Pág. 9)
Desigualdade está crescendo no mundo
O 1% mais ricos estão ainda mais ricos e detêm praticamente metade da riqueza global, mostra estudo do banco Crédit Suisse, que alerta para o crescimento da desigualdade e para o risco de ser um gatilho para a recessão. (Págs. 26 e 27)
EUA e Rússia unidos contra EI
O presidente Barack Obama reuniu-se com membros da coalizão contra o Estado Islâmico para avaliar os próximos passos da ofensiva. Em Paris, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry, anunciou o início da cooperação com a Rússia no combate ao grupo. (Pág. 28)
Ferramenta capta ‘paixão’ por Dilma e Aécio na internet
Plataforma utilizada nas campanhas eleitorais de Angela Merkel e Barack Obama faz a leitura em tempo real das menções aos candidatos à Presidência, além de medir o nível de positividade ou negatividade das citações. (Pág. 3)
Após segundo turno, uma agenda repleta
Dilma Rousseff e o futuro presidente terão dezenas de medidas a serem definidas, que ficaram esperando o final das eleições para serem, incluindo definição do PIB e da inflação. (Pág. 8)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

PSDB PROCURA ISOLAR DILMA

Para tucanos ligados ao presidenciável Aécio Neves, o efeito dos novos apoios ao candidato ainda estão por vir. O deputado federal Marcus Pestana, presidente do PSDB mineiro, acredita que os apoios conquistados pelo partido para o segundo turno deixaram a presidenta Dilma Rousseff (PT), candidata à reeleição, isolada. (Pág. 2)

O mercado como ele é...
Luiz Sérgio Guimarães

EM AÇÃO, O BOATO PREMONITÓRIO

Ainda faltam oito pregões até o segundo turno das eleições presidenciais, mas a especulação financeira já alcançou um paroxismo incapaz de respeitar até princípios elementares de lógica. (Pág. 22)

Ponto Final
Octávio Costa

O EXEMPLO DE MORALES

Foi impressionante a vitória de Evo Morales nas eleições de domingo na Bolívia. Aos 54 anos, o líder indígena foi reconduzido pela segunda vez à Presidência, com mais de 60% dos votos. A apuração oficial está atrasada, mas o empresário do cimento Samuel Medina, que ficou em segundo lugar, não deve passar de 20%. (Pág. 32)

------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Falta de água atinge todas as regiões de SP
Folha identifica corte no fornecimento em 23 bairros; Sabesp nega racionamento

Os relatos de falta de água se espalharam pela cidade de São Paulo. Há problemas de abastecimento em todas as regiões da capital, por intervalos que variam entre algumas horas a vários dias. A Sabesp, empresa do governo Alckmin (PSDB), não informou se a piora é geral. A companhia tem negado racionamento. Para a Sabesp, a população afetada não chega a 2% — são moradores de locais altos, sem caixa-d’água ou reservatório suficiente. A situação é mais dramática para os que têm esse perfil, mas não é exclusividade deles. (Cotidiano C1)

Com seca, horário de verão deve propiciar economia menor. (Mercado B3)

Queda do preço do petróleo zera defasagem da gasolina no país
A queda da cotação do petróleo no mercado internacional zerou a defasagem entre os preços da gasolina e do diesel praticados no Brasil e no exterior. A notícia é um alívio para as finanças da Petrobras, e o governo já cogita não reajustar os combustíveis neste ano. Nesta terça (14), o barril de petróleo do tipo Brent caiu 4% em Londres, para US$ 85, 04, o menor patamar em quatro anos. (Mercado B1)
Ala do PT defende que Dilma admita erros na Petrobras
A cúpula da campanha de Dilma Rousseff se di vide sobre a estratégia para o escândalo na Petrobras, que afeta a imagem do PT na reta final da eleição para presidente. Enquanto um grupo defende admitir que houve erros na estatal e responsabilizar os culpados, outro é contrário. (Eleições 2014 Pág. 1)
Conservadores da igreja contestam documento pró-gays
Cardeais conservadores presentes em reunião no Vaticano contestaram o documento divulgado na segunda (13) que defende maior aceitação pela Igreja Católica de homossexuais e divorciados. Para os dissidentes, o texto não reflete um consenso e os mais liberais atropelaram o debate. (Mundo A6)
Governo lança plano para incentivar os partos normais
O governo lançou propostas para incentivar o parto normal e reduzir as cesarianas na rede privada. Entre as ideias que vão a consulta pública, está a de garantir à usuária do plano acesso à taxa de cada médico por tipo de parto. Ginecologistas aprovam a medida. Para obstetriz, é paliativa. (Saúde C6)

Análise CLÁUDIA COLLUCCI

Contra a epidemia de cesáreas, é preciso fazer mais (Saúde C6)

Operação no Rio contra abortos clandestinos prende 57 pessoas (Cotidiano C5)

Elio Gaspari
Partido falhou ao levar com a barriga o caso da estatal

A doutora Dilma chamou de “golpe” a exposição dos depoimentos de Paulo Roberto Costa e Alberto Youssef. “Golpe” houve quando ocorreu delinquência na Petrobras. O comissariado achou que levaria o caso com a barriga. Errou. (Eleições 2014 pág. 3)

Editoriais
Leia “Até quando?”, sobre falta de medidas diante da crise hídrica em SP, e “Jogadas descoordenadas”, acerca de avanços do Estado Islâmico. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos