Atualidades 19/12/2014

Desistir de aprender é egoísmo. Este é um ditado que eu gosto muito. Quando acalentamos o desejo de aprender mais, nossas vidas estarão repletas de genuína vitalidade e brilho. 
(Daisaku Ikeda).



O Globo
Manchete : Na diplomação, Dilma diz que vai renovar Petrobras
Ministro do STF homologa hoje delação de doleiro
Ex-tesoureiro do PT tem imóvel em Guarujá também
Foto-legenda: Pausa para risadas na CPI
Sete milhões passam fome no país
SP multará quem gastar mais água
Entidades reagem a censura a jornal
Desvio mensal de R$ 30 milhões
O último ato de Sarney
EUA: cabo de guerra sobre Cuba
Reaproximação de rivais pode isolar Venezuela
Cursos de medicina - Reprovação é de 17%
Ilimar Franco - Pressionando o Judiciário
Ancelmo Gois - LEI ATINGE CASAL GAY
Míriam Leitão - Visão de Tombini
Editoriais - Indefinição do governo prejudica Petrobras
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Salário maior para deputado, governador, vice e secretários
Raúl y los cinco
Promotor é afastado por suposta fraude (Notícias | 30)
------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico
Manchete : Elétricas querem aumentar as tarifas em janeiro
Ritmo de geração de empregos diminui
Cuba está madura para receber investidores
CPMI da Petrobras aprova texto de Maia 
Cai a proporção de brasileiros que passam fome
Mosaico Político - ENDEREÇO LULISTA EM BRASÍLIA
Sintonia Fina - 
Cinema Corrente - ANCINE INVESTE EM TEVÊS PÚBLICAS SOB O SIGNO DA POLÊMICA
O mercado como ele é... - JURO DESAFIA "PARCIMÔNIA" DO BC
Ponto Final - UMA PONTE COM HAVANA
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Alckmin mira 'gastão' com taxa extra na conta de água
Acordo com os EUA divide cubanos
Procurador deixa para 2015 ações contra políticos
Envolvida no caso da Petrobras, OAS vende jatos e demite
Juiz quebra sigilo telefônico de jornal do interior de SP (Poder A13)
Governo de SP atrasa entrega do leite de crianças alérgicas (Cotidiano C3)
Desmate total da Amazônia afetaria os EUA e a China, afirma estudo (C5)
Marcos Troyjo
Editoriais - Leia "Fim de um paradigma", sobre retomada de relações entre Cuba e EUA, e "Velhos problemas", a respeito de novo secretário da Segurança de SP. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

19 de dezembro de 2014
O Globo

Manchete : Na diplomação, Dilma diz que vai renovar Petrobras
Em cerimônia no TSE, presidente defende estatal e pacto anticorrupção

Petista promete implantar na empresa uma nova estrutura de controle e governança e defende modelo de partilha dos campos de petróleo; oposição afirma que não basta falar e que é preciso agir

Em meio à crise que atinge a Petrobras por causa das denúncias de corrupção, a presidente Dilma aproveitou a cerimônia de sua diplomação no TSE do segundo mandato para sair em defesa da estatal. Apesar de manter Graça Foster no comando da petroleira, disse que a estatal será renovada e que é preciso apurar com rigor “tudo de errado que foi feito”, prometendo implantar a estrutura de governança e controle “mais eficiente que uma estatal já teve” e defendendo o modelo de partilha dos campos de petróleo. “Temos de punir as pessoas, não destruir as empresas”, afirmou ela, que agora propôs um pacto nacional contra a corrupção. A oposição pôs em dúvida as medidas moralizadoras anunciadas por Dilma. “Não basta só falar, é preciso agir e renovar toda a diretoria”, reagiu o deputado Mendonça Filho, líder do DEM. (Pág. 3)
Ministro do STF homologa hoje delação de doleiro
MERVAL PEREIRA

O ministro do STF Teori Zavascki vai homologar hoje a delação premiada do doleiro Alberto Youssef e pode determinar a imediata abertura de inquérito contra 30 deputados e 6 senadores suspeitos de envolvimento com desvios na Petrobras. (Pág. 4)
Ex-tesoureiro do PT tem imóvel em Guarujá também
Acusado na Lava-Jato e no caso Bancoop, Vaccari tem imóvel no prédio onde Lula comprou tríplex. (Pág. 6)
Foto-legenda: Pausa para risadas na CPI
O relator da CPI da Petrobras, o petista Marco Maia, e Gim Argelo, que presidia a sessão, caem na gargalhada durante votação do relatório da comissão, que poupa políticos e não cita a presidente da estatal, Graça Foster. (Pág. 5)
Sete milhões passam fome no país
Caiu de 6,9% para 3,2%, em 10 anos, o número de lares com insegurança alimentar grave. Mas ainda havia 7,2 milhões de pessoas que passavam fome em 2013, mostrou o IBGE. E 22% dos lares estavam vulneráveis à falta de comida. (Pág. 19)
SP multará quem gastar mais água
O governador Geraldo Alckmin (PSDB) anunciou que quem aumentar o consumo de água, em São Paulo, poderá ser multado em até 50% a partir de janeiro. (Pág. 9)
Entidades reagem a censura a jornal
Entidades criticaram a decisão da Justiça de quebrar sigilo telefônico de repórter do “Diário da Região”, de São José do Rio Preto. (Pág. 9)
Desvio mensal de R$ 30 milhões
A PF desarticulou grupo de 50 pessoas suspeito de desviar, por mês, R$ 30 milhões dos cofres de Itaguaí. O acusado de chefiar o esquema é o prefeito Luciano Mota (PSDB). (Pág. 10)
O último ato de Sarney
No discurso de despedida, o senador (PMDB) disse que errou ao seguir na vida pública após deixar a Presidência. (Pág. 8)
EUA: cabo de guerra sobre Cuba
O presidente Barack Obama já enfrenta uma articulação da linha dura republicana para torpedear a reaproximação com Cuba. Analistas, no entanto, creem que ele tem o apoio de uma poderosa coalizão de interesses econômicos de olho em negócios com a ilha, além da opinião pública favorável e de um Partido Democrata unido em torno da questão. A Casa Branca anunciou não descartar uma visita de Raúl Castro aos EUA. (Págs. 29 a 35)
Reaproximação de rivais pode isolar Venezuela
Principal aliado de Cuba — e adversário dos Estados Unidos —, o presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, corre o risco de ficar isolado na região com o restabelecimento de relações diplomáticas entre Washington e Havana após 53 anos. Um dia depois de anunciar a histórica reaproximação com Cuba, o presidente Obama assinou ontem projeto de lei aprovado pelo Congresso que aplica sanções a venezuelanos envolvidos na repressão a manifestantes no início do ano. (Pág. 35)
Cursos de medicina - Reprovação é de 17%
Avaliação divulgada ontem pelo MEC reprovou 17,5% dos cursos de medicina do país em 2013. Até federais como a UFRGS tiveram nota insuficiente. O Conselho Federal de Medicina considerou o resultado catastrófico. (Pág. 26)
Ilimar Franco
Pressionando o Judiciário

O PSDB produziu relatório alternativo ao da CPI da Petrobras para pressionar o Judiciário. Seus estrategistas apostam que, fomentando a gana por justiça da opinião pública, vão constranger o ministro do STF Teori Zavascki e o procurador-geral da República, Rodrigo Janot. O alvo imediato da oposição é obter o indiciamento da presidente Graça Foster e do restante da diretoria da Petrobras. (Pág. 2)
Ancelmo Gois
Maria da Penha

LEI ATINGE CASAL GAY

Um homem foi enquadrado na Lei Maria da Penha por agressão a seu companheiro. A vítima é um arquiteto italiano casado há dez anos com um brasileiro. A queixa foi registrada na 13ª DP, em Copacabana. (Pág. 12)
Míriam Leitão
Visão de Tombini

O presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, está visivelmente mais relaxado com a esperança de que a política fiscal fortaleça a política monetária. Numa entre vista que me concedeu ontem, ele disse novamente , mas com um tom mais persuasivo, que “nós faremos o que for necessário para que haja um cenário benigno de inflação ”. Ele, diversas vezes, repetiu que a meta é 4,5%. (Pág. 20)
Editoriais
Indefinição do governo prejudica Petrobras

Com ações desvalorizadas, sem balanço auditado, portanto com acesso ao crédito barrado, situação da empresa é crítica, mas Planalto se mantém numa posição dúbia. (Pág. 16)

Manobra no Congresso premia a má gestão dos clubes

Emenda contrabandeada para MP alivia as agremiações com dívidas milionárias, sem contrapartidas. Resta à presidente Dilma vetar o arranjo, que vai à sua sanção. (Pág. 16)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Salário maior para deputado, governador, vice e secretários
Quarta foram deputados federais e senadores. Ontem, parlamentares gaúchos aprovaram reajustes de 26,34% para eles próprios, 64,22% para secretários estaduais e o vice-governador e 45,97% para o governador. (Notícias | 18 e 20)
Raúl y los cinco
Presidente Raúl Castro recebeu cubanos presos por mais de 15 anos na Flórida, acusados de espionagem. Três só foram libertados na quarta-feira, dia do anúncio da reaproximação de Cuba com os Estados Unidos.

Em Havana, otimismo e frustração

Rodrigo Lopes - enviado especial (Notícias | 6 a 16)
Promotor é afastado por suposta fraude (Notícias | 30)

------------------------------------------------------------------------------------
Brasil Econômico

Manchete : Elétricas querem aumentar as tarifas em janeiro
As distribuidoras de energia se preparam para solicitar revisão extraordinária nas tarifas já no início do ano. O objetivo é evitar mais perdas com a compra de eletricidade no mercado de curto prazo e com o aumento da tarifa de Itaipu. Segundo as empresas, a conta chega a R$ 17 bilhões, o que justificaria aumento de 17% nas contas de luz. (Pág. 4)
Ritmo de geração de empregos diminui
De janeiro a novembro, o saldo de postos de trabalho foi 39% menor do que em igual período de 2013, segundo a pesquisa oficial. Foram gerados 938.043 empregos, contra 1,54 milhão no ano passado. (Pág. 6)
Cuba está madura para receber investidores
A ilha de 11 milhões de habitantes não tem produtos americanos como Coca-Cola e Pepsi, mas dispõe de um moderno sistema de comunicações e quer atrair maior volume de investimentos estrangeiros. (Págs. 26 e 27)
CPMI da Petrobras aprova texto de Maia 
Apesar de críticas da oposição, governistas garantem votação em relatório que livra atual direção da Petrobras. Documento pede o indiciamento de 52 por corrupção na estatal. (Pág. 3)
Cai a proporção de brasileiros que passam fome
País diminuiu em 35,7% total de pessoas sem acesso à alimentação. Mas 7,2 milhões ainda têm comida insuficiente. (Pág. 5)
Mosaico Político
Gilberto Nascimento

ENDEREÇO LULISTA EM BRASÍLIA

O ex-presidente Lula pretende abrir uma filial do instituto que leva seu nome em Brasília. Hoje, a sede fica na zona sul paulistana. O local abrigaria políticos e formuladores petistas ligados ao ex-presidente que estão na capital federal e não devem permanecer no governo. (Pág. 2)
Sintonia Fina
Julio Gomes de Almeida

A ECONOMIA NO LIMIAR DE 2015

A economia brasileira na virada de 2014 para 2015 não poderia deixar de mostrar sinais mais negativos. A impressão que se tem é que estão sendo agravados fatores já conhecidos do quadro econômico e se dissolvendo os poucos determinantes de um melhor nível de atividade. Setor a setor e segundo cada item de demanda, o estado da economia é o seguinte. (Pág. 7)
Cinema Corrente
Ricardo Cota

ANCINE INVESTE EM TEVÊS PÚBLICAS SOB O SIGNO DA POLÊMICA

A Agência Nacional de Cinema (Ancine) anunciou esta semana um pacotaço de R$ 162 milhões de recursos do Fundo Setorial do Audiovisual. Eles estão divididos em várias linhas de ação que prometem injetar ânimo na área da produção alternativa, cujo compromisso maior é coma suposta qualidade do conteúdo e não com os potenciais resultados de mercado. (Pág. 19)
O mercado como ele é...
Luiz Sérgio Guimarães

JURO DESAFIA "PARCIMÔNIA" DO BC

Investidores do mercado futuro de juros da BM&F foram obrigados ontem a desmontar parte das operações que traziam implícita a certeza de que o Copom do Banco Central não teria condições de exercer a prometida "parcimônia" monetária no início de 2015. (Pág. 23)
Ponto Final
Octávio Costa

UMA PONTE COM HAVANA

Aviso aos empresários brasileiros: após 53 anos de isolamento diplomático, Cuba necessita urgentemente de investimentos e de executivos com visão empreendedora. Desde que perdeu a generosa mesada da União Soviética em meados dos anos 90, o país de Fidel Castro vem fazendo enorme esforço para reorganizar a economia. (Pág. 32)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Alckmin mira 'gastão' com taxa extra na conta de água
Consumidor da Grande SP que superar a sua média terá ônus de até 50%

Em meio à estiagem e com os principais reservatórios sob risco de colapso, Geraldo Alckmin (PSDB) cobrará sobretaxa na conta de água dos "gastões", como o governador paulista chama as que desperdiçam. A medida vale a partir de janeiro para 31 cidades da Grande SP. Se a alta no consumo foi igual ou menor e 20% em relação à média de fevereiro de 2013 a janeiro de 2014, o contribuinte terá 20% de acrésdmo na conta. Aquele que gastar acima de 20% em relação à média pagará 50% a mais. O bônus para quem economizar foi prorrogado.
Para tentar reduzir o consumo, o governo distribuirá kits de economia de água, com válvulas para diminuir a vazão das torneiras. Have-á também a entrega de caixas-d'água de 500 litros para 10 mil casas, a fim de que não dependam mais só do abastecimento da rua. Alckmin declarou que a sobretaxa não rem "caráter punitivo, mas educat ivo". "Queremos que rodos colaborem." Para a Proteste, entidade de defesa do consumidor, a medida é punitiva. A OAB-SP diz que ela pode ser abusiva e avalia acionar a justiça. (Cotidiano C1)
Acordo com os EUA divide cubanos
Um dia depois do histórico anúncio de reaproximação com os EUA, cubanos em Havana demonstravam alegria pela libertação de três compatriotas soltos pela gestão Barack Obama. A população, porém, se dividia sobre as consequências do reatamento para superar as dificuldades do pais, relatam os enviados Fabiano Maisonnave e Patrícia Campos Mello. O Itamaraty informou que foi avisado do acordo entre os dois países momentos antes do anúncio oficial, pelo fato de a diplomacia brasileira ter ajudado no diálogo nos últimos anos. Principal empresa do país em Cuba, a Odebrecht espera um boom de negócios. Em Miami, há ceticismo em relação à reaproximação, relata a enviada especial Giuliana Vallone. (Mundo A14)
Procurador deixa para 2015 ações contra políticos
O procurador geral da República, Rodrigo Janot, pedirá abertura de inquéritos e fará denúncias sabre políticos citados na Operação Lava-Jato em fevereiro, quando acaba o recesso do Judiciário. Excesso de trabalho atrasou o cronograma. (Poder A6)
Envolvida no caso da Petrobras, OAS vende jatos e demite
Com executivos na cadeia e finanças sufocadas pela Operação Lava-Jato, a empreiteira OAS vive grave crise. Para resolver dívida de RS 7,9 bilhões, a empresa cortou custos, demitiu 60 funcionários e pôs jatos à venda. Ela enfrenta dificuldades para renegociar débitos. (Mercado B1)
Juiz quebra sigilo telefônico de jornal do interior de SP (Poder A13)

Governo de SP atrasa entrega do leite de crianças alérgicas (Cotidiano C3)

Desmate total da Amazônia afetaria os EUA e a China, afirma estudo (C5)

Marcos Troyjo
Estilhaços da estatal ferem a reputação do país

Quando 2014 começou, a conjuntura era dura para os emergentes. No caso do Brasil, estilhaços da má governança da Petrobras também se espalham sobre a reputação do país e de suas companhias globais. (Mundo A18)
Editoriais
Leia "Fim de um paradigma", sobre retomada de relações entre Cuba e EUA, e "Velhos problemas", a respeito de novo secretário da Segurança de SP. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016