Atualidades 25/09/2015



O Globo
Manchete : Dólar bate recorde e cai a R$ 3,99 após BC ameaçar usar reserva
Desemprego sobe para 7,6%
Moro critica Justiça lenta depois de STF fatiar Lava-Jato
Mais votado do PT no Rio, Molon deixa o partido
No PMDB, Cunha ruma ao isolamento
Energia terá alta adicional de 8%
A tarifa de luz subirá mais em 2016 devido a uma liminar obtida por distribuidoras. A Petrobras subiu em 11% o preço do gás para a indústria. (Pág. 2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete : Divisão do PMDB faz Dilma adiar reforma
Advogados pedirão novos fatiamentos da Lava Jato 
Tombini manda recado e dólar fecha em queda 
BC prevê inflação de 5,3% em 2016 
Foto-legenda : Manobra arriscada
Comissão diz que família é só homem e mulher 
Fernando Gabeira - Navegando no pântano - Tarefa central de um governo minimamente articulado será levar o País a 2018, restabelecendo um fio de confiança no processo político (Espaço Aberto/Pág. A2)
Notas&Informações - Uma decisão a ser respeitada - Posição do STF é legítima, tecnicamente defensável e foi aprovada por ampla maioria (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora
Manchete : Impasse com PMDB adia reforma ministerial
Ao anunciar que pode usar reservas, BC faz dólar cair
Papa pede fim da pena de morte
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Impasse com PMDB faz presidente adiar reforma ministerial
Dilma está vendendo alma ao diabo para governar, diz FHC
Dólar cai a R$ 3,99 após BC sinalizar oferta de reservas
Livro investiga pacto que mantém ocultos arquivos sobre a ditadura (Ilustrada C1)
Alckmin não cumpre meta de entrega de caixas d’ água
Mônica Bergamo - Divisão da Lava Jato tende a dificultar acordos de delação (Ilustrada C2)
Marta Suplicy - PMDB está à altura dos princípios que ajudou a conquistar (Opinião A2)
Editoriais - Leia “Empregos piores”, acerca de efeito da recessão sobre os trabalhadores, e “Equilíbrio papal”, a respeito de viagem do pontífice a Cuba e EUA (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

25 de setembro de 2015
O Globo

Manchete : Dólar bate recorde e cai a R$ 3,99 após BC ameaçar usar reserva
Cotação da moeda americana chegou a R$ 4,25

Declaração do presidente do Banco Central, que também avisou que a taxa básica de juros deve ficar estável, fez mercado reduzir aposta contra o real

Depois de cinco altas consecutivas, o dólar fechou ontem em forte baixa, de 3,69%, a R$ 3,992. Pela manhã, a moeda americana bateu novo recorde e chegou a R$ 4,249, levando o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, a declarar que poderia usar as reservas cambiai s do país para conter a volatilidade do mercado. Ele também afirmou que a taxa de juros do país ficará estável. Com isso, os investidores diminuíram suas apostas contra o real, e o dólar caiu com força. O Brasil tem o sexto maior volume de reservas cambiais do mundo, com US$ 370 bilhões. Analistas divergem se a forte pressão sobre a moeda brasileira nos últimos dias foi resultado de ação especulativa ou se é mais um reflexo do agravamento da crise política e econômica. (Págs. 19 a 21)
Desemprego sobe para 7,6%
Número de desempregados em seis metrópoles do país aumenta 52% em um ano

A taxa de desemprego subiu de 5% em agosto de 2014 para 7,6% no mês passado. Há 1,8 milhão de desempregados nas seis maiores regiões metropolitanas, número 52% maior que há um ano. Desta vez, o aumento da desocupação foi causado por uma forte redução de vagas no mercado, e não apenas pela maior procura por postos de trabalho. E a taxa de desemprego subiu mais na faixa etária de 25 a 49 anos, que concentra os chefes de família. (Pág. 22)
Moro critica Justiça lenta depois de STF fatiar Lava-Jato
Após o STF decidir fatiar inquérito da Lava-Jato, reduzindo poder de Sérgio Moro, do Paraná, o juiz voltou a criticar a lentidão da Justiça, mas se recusou a comentar a decisão dos ministros. Os procuradores que atuam no caso vão se oferecer para ajudar outros estados em inquéritos que sejam retirados da Justiça Federal no Paraná. (Pág. 8) 
Mais votado do PT no Rio, Molon deixa o partido
Deputado federal mais votado pelo PT no Rio, Alessandro Molon deixou o partido, após 18 anos, e foi para a Rede, de Marina Silva. Por pressão do PMDB, a presidente Dilma adiou a reforma ministerial. (Pág. 4)
No PMDB, Cunha ruma ao isolamento
Aproximação do PMDB com o governo isolou Eduardo Cunha no partido, conta JOSÉ CASADO. (Pág. 6)
Energia terá alta adicional de 8%
A tarifa de luz subirá mais em 2016 devido a uma liminar obtida por distribuidoras. A Petrobras subiu em 11% o preço do gás para a indústria. (Pág. 2)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Divisão do PMDB faz Dilma adiar reforma
Com apoio de Cunha, parte do PT usa fase de mudança para pedir saída de Levy, Mercadante e Cardozo

A tentativa de Dilma Rousseff de fazer uma reforma ministerial que lhe permita aprovar o ajuste fiscal e barrar pedidos de impeachment sofreu revés ontem e a presidente teve de adiar o anúncio das mudanças para a próxima semana, após viagem a Nova York. O principal entrave está no PMDB, dividido em grupos que não se entendem quanto às indicações a cargos oferecidos pelo Planalto. Outro foco de preocupação são setores do PT, que, com apoio do presidente da Câmara, Eduardo Cunha (PMDB-RJ), aproveitam o momento de mudança no primeiro escalão para pedir a troca dos ministros Aloizio Mercadante (Casa Civil), Joaquim Levy (Fazenda) e José Eduardo Cardozo (Justiça). Em nota, o Planalto disse que Dilma adiou a reforma porque partidos aliados queriam mais tempo para consultas internas. Nos bastidores, porém, a informação é de que o PMDB na Câmara exige dois ministérios e não aceita incluir na cota nomes ligados ao vice-presidente Michel Temer. (Política / Pág. A4)

Para FHC, PT morde a língua

Nas redes sociais, o ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) ironizou as críticas de que o então presidente Lula recebeu uma "herança maldita" e um País "quebrado" em 2002: "O PT deve estar mordendo a língua". (Pág. A6)

Análises

Dora Kramer - Mocinhos bandidos

Em desapreço ao mandato conferido há menos de um ano, a presidente Dilma Rousseff toma decisões que a aproximam, com o PT, do cadafalso (Pág. A4)

Eliane Cantanhêde - 'Eu quero sumir daqui'

Nada poderia ser mais sintomático da perda de poder político da presidente. Dilma Rousseff está totalmente nas mãos do PMDB. E que PMDB! (Pág. A6)
Advogados pedirão novos fatiamentos da Lava Jato 
A decisão do Supremo Tribunal Federal de tirar um dos braços da Lava Jato das mãos do ministro Teori Zavascki, relator da operação na Corte, e do juiz Sérgio Moro, da 13ª. Vara Federal, em Curitiba, abre espaço para que ao menos outras dez frentes de apuração sejam espalhadas por outros Estados. Advogados de investigados preparam uma enxurrada de pedidos para que os processos saiam da alçada de Moro, que já condenou políticos, agentes públicos e empresários. (Política / Pág. 8)
Tombini manda recado e dólar fecha em queda 
O presidente do BC, Alexandre Tombini, disse que a Selic continuará em 14,25% e que as reservas internacionais do País poderão ser usadas para conter a alta do dólar. A moeda americana chegou a R$ 4,24 durante o dia, mas fechou cotada a R$ 4,04. (Economia / Pág. B1)
BC prevê inflação de 5,3% em 2016 
Em recado direto para o restante do governo, o Banco Central afirmou que, caso não haja um ajuste fiscal, será impossível levar a inflação para 4,5% no fim do próximo ano. (Economia / Pág. B3)
Foto-legenda : Manobra arriscada
Presidente Dilma Rousseff cruza pela faixa contínua a Via Palácio Presidencial, entre o Alvorada e o Planalto
Comissão diz que família é só homem e mulher 
Após protestos e bate-boca, deputados da Comissão Especial do Estatuto da Família aprovaram relatório sobre projeto de lei que define família como núcleo formado por homem, mulher e seus descendentes. Texto vai a plenário. (Metrópole / Pág. A14)
Fernando Gabeira
Navegando no pântano - Tarefa central de um governo minimamente articulado será levar o País a 2018, restabelecendo um fio de confiança no processo político (Espaço Aberto/Pág. A2)
Notas&Informações
Uma decisão a ser respeitada - Posição do STF é legítima, tecnicamente defensável e foi aprovada por ampla maioria (Pág. A3)

O BC culpa o governo - Ninguém pode dizer que envio de projeto orçamentário com déficit tenha sido último escorregão (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Zero Hora

Manchete : Impasse com PMDB adia reforma ministerial
Concebidos para sinalizar redução de gastos, cortes nos ministérios travaram em tentativa de reconstruir base do governo de Dilma (Notícias | 10, 11, 31 a 33)
Ao anunciar que pode usar reservas, BC faz dólar cair
Moeda bateu recorde de R$ 4,24 e fechou a R$ 3,99 com fala de Alexandre Tombini (Notícias | 10, 11, 31 a 33)
Papa pede fim da pena de morte
Francisco fez inédito discurso no Congresso dos EUA e se posicionou também pelo fim de hostilidades aos imigrantes. Foi aplaudido de pé. (Notícias | 20)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Impasse com PMDB faz presidente adiar reforma ministerial
Distribuição de pastas a partido aliado é vista no PT como última cartada contra o impeachment

Com dificuldades para agradar às diferentes alas do PMDB, que iniciaram uma queda de braço pelo controle de ministérios importantes, a presidente Dilma viajou sem fazer o anúncio da reforma ministerial. Ficou para a semana que vem, quando ela voltar dos EUA. A distribuição de cargos de peso a peemedebistas é considerada por petistas a última cartada para desmobilizar a deflagração de processo de impeachment contra Dilma patrocinado pelo principal partido de sustentação do governo. O PMDB preside Câmara e Senado. Para o Planalto, entregar ministérios estratégicos ao PMDB, que já controla seis pastas, dará fôlego a Dilma. Eduardo Cunha discorda. “Ocupação ou menos ocupação de cargos jamais vai resolver as divergências de base que existam”, disse o presidente da Câmara. (Poder a6)
Dilma está vendendo alma ao diabo para governar, diz FHC
O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (PSDB) afirma que a presidente Dilma fez um “pacto com o demônio” ao oferecer novas posições no ministério ao PMDB, seu maior aliado, para tentar salvar seu governo. “Vai governar como? Não vai. Vai ser governada”, disse o líder tucano à Folha. FHC sugere que Dilma debata com adversários um pacto em torno de reformas necessárias e ofereça sua renúncia como garantia de que se dedicará a aprová-las. Ele sugere mudanças no sistema eleitoral e no gasto público. “Aprovado esse pacto, em um ano ela renunciaria. É utópico, eu sei”. (Poder a4)
Dólar cai a R$ 3,99 após BC sinalizar oferta de reservas
O dólar caiu 3,69% e fechou a R$3,99 após o presidente do Banco Central, Alexandre Tombini, declarar que não pretende elevar juros e que pode vender recursos das reservas em dólar para conter a moeda. Os contratos de juros futuros também interromperam a escalada dos últimos dias. (Poder a8)
Livro investiga pacto que mantém ocultos arquivos sobre a ditadura (Ilustrada C1)

Alckmin não cumpre meta de entrega de caixas d’ água
Premiado pelo Congresso por sua gestão na crise hídrica, o governo Geraldo Alckmin (PSDB) só entregou 15 mil das 25 mil caixas-d’água prometidas até junho. Os equipamentos são essenciais para famílias que ficam até 20 horas por dia sem água em São Paulo. Segundo a Sabesp, a concentração de entregas nos fins de semana explica o atraso. (Cotidiano b1)
Mônica Bergamo
Divisão da Lava Jato tende a dificultar acordos de delação (Ilustrada C2)
Marta Suplicy
PMDB está à altura dos princípios que ajudou a conquistar (Opinião A2)
Editoriais
Leia “Empregos piores”, acerca de efeito da recessão sobre os trabalhadores, e “Equilíbrio papal”, a respeito de viagem do pontífice a Cuba e EUA (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016