Atualidades 27/01/2016

“A morte não é a maior tragédia do ser humano, é pior quando algo vital dentro da pessoa morre enquanto ela ainda está viva. Essa morte é certamente a coisa mais temível e trágica.” ( Daisaku Ikeda )




O Globo
Dirceu atribuirá indicação de Duque ao PT, que reage
PT: candidato cuidará de financiamento
Casos de microcefalia já passam de 4 mil
O Brasil registrou, desde o ano passado, mais de 4 mil casos de microcefalia relacionados ao vírus zika. O dado é do boletim que o Ministério da Saúde divulga hoje, que aponta ainda cerca de 200 novos casos suspeitos por semana. O governo, temoroso do impacto da epidemia nas Olimpíadas, prepara nova campanha de combate ao Aedes aegypti. (Págs. 8 e 9)
Apreensão olímpica
Rio tem 158 casos de dengue por dia
Conta de luz vai cair 1,9%
A bandeira vermelha, sobretaxa cobrada nas contas de luz, terá nova regra a partir de fevereiro. Em vez de um custo extra de R$ 4,50 a cada cem quilowatts-hora consumidos, a cobrança agora será de R$ 3. Na prática, a redução de preços será em torno de 1,9% nas contas de luz no Rio. (Pág. 25)
Crise faz hospital antecipar altas
Executivo da JBS é denunciado
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete - Governo quer injetar R$ 50 bi no crédito via bancos públicos
Déficit externo diminui 43%
Aneel reduz taxa extra e conta de luz cai em fevereiro
SP registra menor taxa de homicídios desde 2001
Teori nega buscas por falta de provas contra Renan
Joesley Batista é réu por crime financeiro
PMDB defende ministro da Saúde e acusa PT de desgastá-lo
Secretário e Capez são acusados de pegar propina
Dora Kramer - Pastel de vento 
Hábito de Dilma de convocar reuniões com propósito exclusivo de se fazer ouvir é conhecido. Não será, portanto, ao Conselhão que abrirá os ouvidos. (Política / Pág. A6)
Notas & Informações - Dilma e o vírus zika
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
SP registra a menor taxa de homicídios em 20 anos
Delator muda versão e isenta José Dirceu ao depor à Justiça
Agência altera cobrança extra, e contas de luz devem cair 3%
Máfia da merenda pode envolver duas secretarias paulistas
Dono da JBS vira réu em ação de crime financeiro
Elio Gaspari - Conselhão de Dilma se tornou, em vez de foro, pastel de vento
------------------------------------------------------------------------------------

27 de janeiro de 2016
O Globo

Dirceu atribuirá indicação de Duque ao PT, que reage
Delator diz que ex-ministro fez 113 voos em seus jatos como parte de propina

Petista será interrogado pela primeira vez pelo juiz da Lava-Jato, Sérgio Moro, na sexta-feira, e, segundo seu advogado, poderá revelar nomes para se defender de acusações que pesam contra ele

Preso há seis meses pela Lava-Jato, o ex-ministro José Dirceu será ouvido pela primeira vez pelo juiz Sérgio Moro na sexta-feira, quando pretende "se defender e contestar" as acusações que pesam contra ele, segundo seu advogado Odel Antun.

"O que pode acontecer é surgirem nomes", diz o advogado, afirmando que Dirceu vai confirmar declaração do delator Fernando Moura de que foi o diretório do PT de São Paulo, e não ele, quem indicou o ex-diretor da Petrobras Renato Duque para o cargo. O presidente do PT-SP na época, Paulo Frateschi, reagiu e disse desconhecer Duque. Outro delator, Júlio Camargo, contou que Dirceu usou seus jatinhos 113 vezes, em 2010 e 2011, como pagamento de propina por desvios na Petrobras. (Pág. 3)
PT: candidato cuidará de financiamento
O PT decidiu que o financiamento das campanhas agora é responsabilidade só dos candidatos. (Pág. 3)
Casos de microcefalia já passam de 4 mil
O Brasil registrou, desde o ano passado, mais de 4 mil casos de microcefalia relacionados ao vírus zika. O dado é do boletim que o Ministério da Saúde divulga hoje, que aponta ainda cerca de 200 novos casos suspeitos por semana. O governo, temoroso do impacto da epidemia nas Olimpíadas, prepara nova campanha de combate ao Aedes aegypti. (Págs. 8 e 9)
Apreensão olímpica
A epidemia de zika no Brasil ganha destaque na imprensa internacional e preocupa organizadores das Olimpíadas do Rio. (Pág. 9)
Rio tem 158 casos de dengue por dia
O número de casos de dengue no Estado do Rio aumentou quase 100% em uma semana. Este ano, já são 3.954, uma média de 158 novos casos por dia. (Pág. 15)
Conta de luz vai cair 1,9%
A bandeira vermelha, sobretaxa cobrada nas contas de luz, terá nova regra a partir de fevereiro. Em vez de um custo extra de R$ 4,50 a cada cem quilowatts-hora consumidos, a cobrança agora será de R$ 3. Na prática, a redução de preços será em torno de 1,9% nas contas de luz no Rio. (Pág. 25)
Crise faz hospital antecipar altas
Sem roupa limpa e comida para os pacientes, o Hospital Pedro Ernesto, da Uerj, está antecipando as altas médicas. Por economia, UPAs vão deixar de fazer internações. (Pág. 14)
Executivo da JBS é denunciado
O empresário Joesley Batista, da JBS, e a ex-banqueira Kátia Rabello, condenada no mensalão, foram denunciados à Justiça pelo Ministério Público por crime financeiro. (Pág. 27)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete - Governo quer injetar R$ 50 bi no crédito via bancos públicos
Anúncio deve ser amanhã; dinheiro virá de Banco do Brasil, BNDES, Caixa e FGTS

O governo deve liberar cerca de R$ 50 bilhões em linhas de crédito do Banco do Brasil, BNDES e Caixa (incluindo recursos do FGTS) no esforço para retomar investimentos e impulsionar a economia, segundo apurou o 'Broadcast'. O anúncio será feito amanhã pelo ministro da Fazenda, Nelson Barbosa, na reabertura do Conselho de Desenvolvimento Econômico e Social, o Conselhão. Também será anunciada ampliação de linhas do BNDES para financiar a produção de bens e serviços para exportação. A presidente Dilma Rousseff quer que o comércio exterior seja um dos caminhos para reativar a economia. Embora a intenção da equipe econômica não seja anunciar um pacote de medidas, o reforço no crédito será o principal resultado prático da reunião. A avaliação é de que há demanda para empréstimos, apesar do ceticismo no mercado. Economia/ Pág. B1)
Déficit externo diminui 43%
O déficit do setor externo recuou 43% no ano passado por causa da crise e da alta do dólar. Caiu de US$ 104,1 bilhões em 2014 para US$ 58,9 bilhões em 2015. (Pág. B3)
Aneel reduz taxa extra e conta de luz cai em fevereiro
Com a melhora do nível dos reservatórios das hidrelétricas e a menor projeção de aumento do consumo de eletricidade, a Aneel reduziu os valores das bandeiras tarifárias aplicadas nas contas de luz. O adicional cobrado na agora chamada bandeira vermelha 1 cairá de R$ 4,50 para R$ 3,00 a cada 100 quilowatts-hora (kWh)consumidos a partir de fevereiro. Uma bandeira vermelha 2, de R$ 4,50, será acionada quando as térmicas mais caras precisarem ser ligadas. (Economia / Pág. B4)
SP registra menor taxa de homicídios desde 2001
A Secretaria da Segurança Pública anunciou ontem que São Paulo teve em 2015 taxa de homicídios dolosos (com intenção) inferior a 9 casos por 100 mil habitantes. A marca é considerada histórica e a menor do País. Também foi anunciada queda em 11 índices criminais.

No Estado, foram 3.757 assassinatos em 2015, ante 4.293 no ano anterior. Com a redução de 12,49%, a taxa de homicídios ficou em 8,73 por 100 mil habitantes. Na capital, a queda foi de 12,38%, com 991 ocorrências em 2015 e taxa de 8,56. (Metrópole / Pág. A14)
Teori nega buscas por falta de provas contra Renan
O relator da Lava Jato no STF, ministro Teori Zavascki, negou, em dezembro, pedido de busca e apreensão em imóveis do presidente do Senado,Renan Calheiros, por considerar que o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, não demonstrou ligação do senador com crimes na Transpetro. (Política / Pág.A5)
Joesley Batista é réu por crime financeiro
A Justiça Federal abriu ação contra nove executivos por operação ilegal de empréstimo, incluindo Joesley Batista, do Grupo JBS, e João Heraldo dos Santos Lima, do Banco Rural. (Economia/ Pág.B5)
PMDB defende ministro da Saúde e acusa PT de desgastá-lo
O PMDB saiu em defesa do ministro da Saúde, Marcelo Castro, desgastado por declarações polêmicas e pelo avanço das epidemias de dengue e zika. Para Michel Temer, ele "merece" seguir no cargo. Eduardo Cunha disse que o mosquito Aedes aegypti" está aí há muito tempo".

A avaliação no partido é de que setores do PT estão tentando "fritar" Castro. A presidente Dilma Rousseff decidiu dar mais prazo para ele mostrar serviço. POLÍTICA / PÁG.A4
Secretário e Capez são acusados de pegar propina
Presidente da Cooperativa Orgânica Agrícola Familiar, Cássio Chebabi disse a investigadores da Operação Alba Branca que o presidente da Assembleia Legislativa paulista, Fernando Capez (PSDB), e o secretário estadual de Logística e Transportes, Duarte Nogueira, recebiam propina de 10% em contratos da Secretaria da Educação da gestão Geraldo Alckmin. Eles negam. (Política/ Pág. A6)
Dora Kramer
Pastel de vento
Hábito de Dilma de convocar reuniões com propósito exclusivo de se fazer ouvir é conhecido. Não será, portanto, ao Conselhão que abrirá os ouvidos. (Política / Pág. A6)
Notas & Informações
Dilma e o vírus zika

A declaração do ministro da Saúde ao menos trata com transparência um problema sério. (Pág. A3)

A fórmula da impunidade

Embora tenha ficado evidente a articulação entre “black blocs”, amaior parte deles ficará em liberdade. (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

SP registra a menor taxa de homicídios em 20 anos
Em 2015, foi a primeira vez desde 1996 que o índice anual ficou abaixo da zona considerada epidêmica

O Estado de São Paulo registrou em 2015 sua menor taxa de homicídio doloso (com intenção de matar) em ao menos duas décadas. O índice fechou em 8,73 casos por 100 mil habitantes. É a primeira vez na série histórica iniciada em 1996 que o nível fica abaixo de dez homicídios por 100 mil, a zona considerada epidêmica por governo e relatórios internacionais da ONU.

O melhor resultado anterior tinha sido de 10,06, em 2014. A redução dos homicídios de um ano para outro foi de 12,5% —3.757 casos em 2015ante 4.293 em2014. O governador Geraldo Alckmin (PSDB) atribuiu os resultados à ação da polícia. Especialistas em segurança ouvidos pela Folha concordam que houve melhoria na investigação policial desses crimes nas últimas duas décadas, incluindo mapeamentos de áreas críticas.

Eles citam ao menos outros dois fatores: melhor controle das armas após o Estatuto do Desarmamento, de 2003, e redução da disputa por pontos de venda de droga devido ao domínio do PCC como facção criminosa. O Estado de São Paulo também registrou redução em todos os indicadores de criminalidade divulgados mensalmente, como roubo de carga, roubo a banco, roubo de veículos, latrocínio, seqüestro e estupro. (Cotidiano B1)
Delator muda versão e isenta José Dirceu ao depor à Justiça
Diferentemente do que prometera relatar à Justiça ao fazer acordo com procuradores, o lobista Fernando Moura, amigo há 30 anos de José Dirceu, isentou o ex-ministro de ter aparelhado diretoria da Petrobras para alimentar o caixa dois do PT. "Se mentiu, o acordo de colaboração pode ser anulado", disse o procurador Carlos dos Santos Lima. (Poder A4)

Janot afirma que depoimentos de delatores não foram alterados. (Poder A5)
Agência altera cobrança extra, e contas de luz devem cair 3%
As contas de energia elétrica devem ficar 3% mais baratas para consumidores de todo o país em fevereiro. A redução se deve a mudanças feitas pela Agência Nacional de Energia Elétrica nas bandeiras tarifárias, sistema de taxa extra criado em janeiro passado para bancar usinas térmicas em períodos de seca. Em 2015, as contas de luz subiram, em média, 51% no país, segundo o IPCA (índice oficial de inflação). (Mercado A13)
Máfia da merenda pode envolver duas secretarias paulistas
Investigadores que atuam na operação que apura pagamento de propina a agentes públicos em contratos de merenda escolar em SP afirmam ter indícios de que o esquema pode ser mais amplo, envolvendo as secretarias de Educação e Agricultura e mais cidades. (Poder A8)
Dono da JBS vira réu em ação de crime financeiro
A Justiça Federal em SP abriu processo contra Joesley Batista, da holding J&F, controladora do grupo JBS e do Original, e outros oito ligados à empresa e ao Banco Rural, sob acusação de crime contra o sistema financeiro. A J&F alega inocência de citados. (Mercado A17)
Elio Gaspari
Conselhão de Dilma se tornou, em vez de foro, pastel de vento

O Conselhão pretendia ser um foro de debates.Tornou-se um pastel de vento a serviço da propaganda de um governo cuja titular diz que "o Brasil não parou, nem vai parar". É marquetagem inútil. (Poder A5)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016