Atualidades 19/12/2016

É inútil a sabedoria estudada mas não aplicada.



O Globo
Manchete : Violência no Rio parou 33% das unidades básicas de saúde
Janot acelera delações
PSDB contraria plano de Alckmin
Vida de estudante
Microempreendedor - Concentração na renda mais alta
Crise na Venezuela - Fronteira fechada barra brasileiros
Vacina contra zika avança na UFRJ
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete : Doação à chapa Dilma-Temer teve caixa 2, diz Odebrecht
TRF confirma ou sobe pena de 71% dos condenados por Sérgio Moro
Samarco quer flotação para conter lama em MG (Metrópole A12)
Venezuela convoca Exército contra saques (Internacional A8)
Fabio Gallo -Caderneta de poupança é uma boa solução quando o prazo é curto e o dinheiro precisa ser liberado com facilidade. (Economia B7) 
Notas&Informações - De vazamento em vazamento - O jornalismo de qualidade é o único antídoto eficaz contra o envenenamento da democracia (A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Crescimento chinês acaba, e Nordeste vê crise aguda
Exclusão de Cuba sob Trump criaria desconforto na região
Centrais sindicais criticam proposta de jornada móvel
Distribuição de ganhos do FGTS só será sentida a longo prazo (FolhaInvest A19)
Prefeitos vão a deputados para custear dia a dia de hospitais
Dezoitômetro
Propina de Cabral usou curso de inglês e boliche
300 são presos na Venezuela após protestos
Ivar Hartmann - É preciso inibir os excessos de ministros do STF
Editoriais - Leia “Escola mais flexível”, sobre proposta de reforma do ensino médio, e “Invasão russa”, acerca de grupo de hackers que violou redes dos EUA. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------


19 de dezembro de 2016
O Globo

Manchete : Violência no Rio parou 33% das unidades básicas de saúde
Tiroteios afetaram rotina de 77 dos 232 centros e clínicas da cidade em 2016

De janeiro a outubro, serviços foram interrompidos 380 vezes por ameaças à segurança, causando um prejuízo estimado em R$ 12,1 milhões

Os tiroteios registrados no Rio fizeram com que, de janeiro a outubro deste ano, 77 (33,2%) das 232 unidades básicas de saúde do município interrompessem o atendimento à população. No total, foram 380 paralisações, que provocaram um prejuízo estimado em cerca de R$ 12,1 milhões, revela ANTÔNIO WERNECK. Um único posto numa comunidade em Santa Cruz teve que fechar as portas 33 vezes. Só na semana passada, em três dias, confrontos entre traficantes levaram à suspensão dos trabalhos num centro de saúde e numa clínica da família na Vila Kennedy. (Pág. 6)
Janot acelera delações
Irritado com cobranças de ministros do Supremo, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, decidiu acelerar a entrega ao STF de documentos e depoimentos prestados por executivos da Odebrecht na Lava-Jato. O conteúdo, que será encaminhado hoje, encheria uma van. (Pág. 3)
PSDB contraria plano de Alckmin
Partido decide lançar candidato próprio em São Paulo, passando por cima do plano do governador Geraldo Alckmin de apoiar seu vice, Márcio França (PSB). A permanência de Aécio Neves no comando da legenda já tinha irritado Alckmin. (Pág. 4)
Vida de estudante
Condenado a 37 anos de cadeia pelo mensalão, o operador Marcos Valério virou um aluno exemplar. Para reduzir a pena, que cumpre desde 2012, já fez cursos que vão de gestão ambiental a eletricidade de motos. (Pág. 5)
Microempreendedor - Concentração na renda mais alta
Mais de 60% dos inscritos no programa Microempreendedor Individual (MEI), que prevê contribuição previdenciária menor, estão entre os 30% mais ricos, contam GERALDA DOCA e MARCELLO CORRÊA. (Pág. 17)
Crise na Venezuela - Fronteira fechada barra brasileiros
Cerca de cem brasileiros não podem voltar ao país devido ao fechamento da fronteira ordenado pelo presidente venezuelano sob o argumento de combater o contrabando de moeda. O Itamaraty diz que busca uma solução. (Pág. 24)
Vacina contra zika avança na UFRJ
Pesquisas da UFRJ progridem na tentativa de criar uma vacina contra o vírus da zika. Em experimentos realizados, camundongos não contraíram a doença e tornaram-se imunes a ela. (Pág. 25)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Doação à chapa Dilma-Temer teve caixa 2, diz Odebrecht
Cerca de R$ 30 milhões foram dados ilegalmente em 2014, segundo pelo menos um dos depoimentos ao MPF

A chapa de Dilma Rousseff e Michel Temer recebeu dinheiro de caixa 2 da Odebrecht na campanha de 2014, segundo depoimentos de executivos da empreiteira feitos na semana passada ao Ministério Público Federal (MPF), informam Andreza Matais e David Friedlander. Em pelo menos um deles, a Odebrecht descreve doação ilegal de cerca de R$ 30 milhões à coligação Com a Força do Povo, que reelegeu Dilma e Temer em outubro de 2014. O valor representa quase 10% do total arrecadado oficialmente. O relato deve repercutir no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), que apura abuso de poder político e econômico na campanha. A fase de instrução na Corte ainda não foi concluída, o que permite que as partes ou o MPF peçam compartilhamento do material da Lava Jato ao STF, após homologação das delações. A defesa de Temer afirmou desconhecer o assunto. A de Dilma disse que quem responde pelas doações de 2014 é Edinho Silva, que não respondeu ao contato da reportagem. (Política A4)

Vera Magalhães

Michel Temer fará nesta semana um balanço de seu governo. O mais provável é que faça pronunciamento em TV e rádio, mas ainda há assessores reticentes quanto à convocação da rede nacional. (A6)
TRF confirma ou sobe pena de 71% dos condenados por Sérgio Moro
Sete em cada dez réus cujos casos foram analisados no Tribunal Regional Federal da 4.ª Região (TRF-4)tiveram a condenação dada pelo juiz Sérgio Moro mantida ou aumentada. Dos 28 réus com recurso julgado na segunda instância, nove tiveram a pena aumentada, somando em conjunto 78 anos de prisão a mais. Outros 11 terão de cumprir a pena decidida por Moro, quatro viram a sentença ser reduzida e quatro foram absolvidos. (Política A5)
Samarco quer flotação para conter lama em MG (Metrópole A12)

Venezuela convoca Exército contra saques (Internacional A8)

Fabio Gallo
Caderneta de poupança é uma boa solução quando o prazo é curto e o dinheiro precisa ser liberado com facilidade. (Economia B7)
Notas&Informações
De vazamento em vazamento - O jornalismo de qualidade é o único antídoto eficaz contra o envenenamento da democracia (A3)

A necessária reforma tributária (A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Crescimento chinês acaba, e Nordeste vê crise aguda
Inflação, desemprego e retração da economia superam a média do país

Carro-chefe do crescimento do Brasil na última década, o Nordeste enfrenta atualmente piora mais aguda em seus principais indicadores do que o resto do país. A conjunção de renda inferior nacional, dependência severa de verbas públicas por parte dos municípios e falta de reajuste do Bolsa Família em 2015 fez o desemprego na região bater em 14,1%, contra 11,8% no país. A economia local encolheu quase 6% no acumulado em 12 meses. A inflação nas principais capitais do Nordeste desacelera menos que o observado em outras partes do Brasil. Salvador, Recife e Fortaleza, com alta superior a 8% em 12 meses, registram os piores índices neste momento. A carestia afetou as vendas do comércio, cuja retração nomesmo período foide mais de 10%. A crise é intensificada pela estiagem que já dura cinco anos e causa quebra de safras, reduzindo o poder de compra no interior rural. (Mercado A13)
Exclusão de Cuba sob Trump criaria desconforto na região
Entrevista da 2ª - Thomas Shannon

Mesmo tendo a prerrogativa de anular a reaproximação entre EUA e Cuba, Donald Trump enfrentaria a resistência do bloco latino-americano para levar adiante a ideia, diz o subsecretário de Estado americano para assuntos políticos, Thomas Shannon, a Patrícia Campos Mello. O diplomata, que foi embaixador no Brasil, afirma admirar a agenda de reformas “importantes e necessárias” que o governo Temer tem levado ao Congresso. A respeito da crise na Venezuela, avalia que a marcação de eleições é desdobramento essencial para o fim do impasse. (A12)
Centrais sindicais criticam proposta de jornada móvel
Sindicalistas atacaram o projeto do governo que permite que funcionários sejam escalados em horários e dias diferentes da semana, em expediente flexível. “A jornada intermitente criaria uma situação análoga à escravidão”, afirmou Ricardo Patah, presidente da União Geral dos Trabalhadores. O assunto será debatido na quinta (22), em Brasília. (Mercado A18)
Distribuição de ganhos do FGTS só será sentida a longo prazo (FolhaInvest A19)

Prefeitos vão a deputados para custear dia a dia de hospitais
Com dificuldades para fechar as contas, municípios apelam ao Congresso para financiar a saúde no dia a dia. Antes, emendas parlamentares destinavam-se sobretudo a construção e reforma de hospitais, e não ao custeio. Esta modalidade, que representava 8% do gasto do Ministério da Saúde com emendas em 2014, hoje chega a 28%. (Cotidiano B1)
Dezoitômetro
Os principais possíveis candidatos à disputa pelo Palácio do Planalto em 2018 apareceram em propostas de delação premiada de empreiteiras investigadas pela Operação Lava Jato. Entre os presidenciáveis, apenas o ex-presidente Lula (PT) é réu. Ele lidera as simulações de primeiro turno de pesquisa Datafolha divulgada neste mês. (Poder A6)
Propina de Cabral usou curso de inglês e boliche
O empresário John O’ Donnel disse à PF ter emitido R$ 1 milhão em notas fiscais frias para Luiz Carlos Bezerra, suposto operador do esquema de propina do ex-governador do Rio Sérgio Cabral (PMDB). Para isso, usou um curso de inglês e uma empresa de entretenimento. O advogado de Bezerra não comentou. (Poder A4)
300 são presos na Venezuela após protestos
No terceiro dia de protestos e saques após a retirada de circulação da nota de 100 bolívares, a de maior valor no país, o presidente Nicolás Maduro afirmou que mais de 300 pessoas foram detidas. Em seu programa de TV, Maduro acusou manifestantes de “responder ao governo americano” em golpe contra o socialismo, sem apresentar evidências. (Mundo A9)
Ivar Hartmann
É preciso inibir os excessos de ministros do STF

A raiz da tensão entre Congresso e Supremo é a ausência de mecanismos para responsabilizar ministros do STF por seus excessos. O momento atual resulta em boa parte do descontrole das medidas unilaterais dos ministros. Se o Supremo não exerce a autocontenção, é preciso impedir um ministro. (Opinião A3)
Editoriais
Leia “Escola mais flexível”, sobre proposta de reforma do ensino médio, e “Invasão russa”, acerca de grupo de hackers que violou redes dos EUA. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016