Atualidades 20/12/2016

Acredite na justiça, mas não a que emana dos demais e sim na tua própria.



O Globo
Manchete : Alemanha investiga mortes em feira como atentado
Marinha invade a nova orla
Aeroportos privatizados terão ajuda
Planalto negocia alívio a estados
Cofre vazio no Rio - Déficit em 2017 será de R$ 19 bi
Lula se torna réu pela quinta vez
OEA condena Brasil por omissão
Milton Fernandes é eleito para o TJ (Pág. 13)
Destaque do ano - Ciência do Zika
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete : Ataque em Berlim mata 12 pessoas em feira natalina
Planalto faz pressão para banco público reduzir juro
Caixa 2 nem sempre significa corrupção, afirma Gilmar
"Tenentes de toga comandam essa balbúrdia jurídica"
Brasileira está entre os dez cientistas de 2016 (Metrópole A20)
José Márcio Camargo - Sem reforma, os gastos com a Previdência aumentam 4% em termos reais a cada ano. (Economia B2)
Notas&Informações - Abaixo do teto, finalmente - Recuo da inflação de 10,67% em 2015 a algo perto de 6,5% em 2016 é inegavelmente positivo (A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Caminhão deixa ao menos 12 mortos e 48 feridos em Berlim
Lobby de delator rendeu R$ 8,4 bi para Odebrecht
Lula torna-se réu pela quinta vez, a terceira na Lava Jato (Poder A6)
Na contramão, Forças Armadas planejam manter verba olímpica (B9)
Movimento nas estradas deve cair neste fim de ano
Promotoria pede condenação de Haddad em ação sobre o Municipal (Ilustrada C4)
Editoriais - Leia “Otimismo, por ora”, acerca de prognósticos para a economia em 2017, e “Fora dos trilhos”, sobre erros e gastos excessivos na Transnordestina. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

20 de dezembro de 2016
O Globo

Manchete : Alemanha investiga mortes em feira como atentado
Nove pessoas morrem e 50 se ferem após caminhão invadir mercado

Atropelamento faz alemães reviverem temores de um ataque de grandes proporções na Europa. Motorista é preso e outro homem, que estava na cabine, é morto. País estava sob alerta de ataque terrorista

A polícia alemã trabalha com a hipótese de ataque terrorista após um caminhão, de placa polonesa, ter invadido uma feira natalina lotada em Berlim, matando nove pessoas e ferindo mais de 50. A possibilidade de acidente também não foi descartada. Após o atropelamento, que fez alemães reviverem os temores de um ataque semelhante ao de Nice, na França, em julho, o motorista fugiu, sendo preso depois por agentes. Um outro homem, de nacionalidade polonesa, morreu na cabine do caminhão. Há suspeitas de que o veículo tenha sido sequestrado, mas as autoridades não confirmaram. A Alemanha estava sob alerta de terrorismo. (Pág. 24)
Marinha invade a nova orla
A Marinha tomou de assalto um trecho da Orla Conde e proibiu a circulação de civis pelo espaço revitalizado e festejado por cariocas e turistas. Hoje cercada com grades, a área entre a Praça Mauá e a Igreja da Candelária ficou restrita aos militares por mais de 250 anos e foi devolvida à cidade como parte do Porto Maravilha. Em troca, a Marinha exigiu da prefeitura um estacionamento subterrâneo, cujo acesso não está pronto, e reformas no 1º Distrito Naval, conta SIMONE CANDIDA. Agora, os militares dizem que a cessão foi provisória e usam parte da área como vagas de carros. (Pág. 10)
Aeroportos privatizados terão ajuda
A Infraero fará um aporte de R$ 120 milhões no Galeão e os sócios privados entrarão com a mesma quantia. Para ajudar as concessionárias do aeroporto e dos demais terminais privatizados, o governo aceitará o pagamento parcial de outorgas, informa GERALDA DOCA. (Pág. 19)
Planalto negocia alívio a estados
Pressionado pelos governadores, o Planalto negocia com o Congresso a retirada de contrapartidas do projeto que renegocia as dívidas dos estados com a União, que pode ser votado hoje. (Pág. 22)
Cofre vazio no Rio - Déficit em 2017 será de R$ 19 bi
O governo do Estado do Rio refez a previsão orçamentária e agora estima déficit de R$ 19 bilhões em 2017. O aumento do rombo em R$ 3,8 bilhões se deve à queda da arrecadação. (Pág. 14)
Lula se torna réu pela quinta vez
O ex-presidente Lula se tornou réu na Lava-Jato pela 5ª vez, quatro delas ligadas à Lava-Jato. O STF recebeu os documentos da delação de 77 executivos da Odebrecht. (Págs. 3 e 6)
OEA condena Brasil por omissão
A Corte Interamericana de Direitos Humanos da OEA condenou o país por ter falhado em punir o trabalho escravo em fazenda no Pará. Brasil terá de pagar US$ 4,7 milhões. (Pág. 21)
Milton Fernandes é eleito para o TJ (Pág. 13)

Destaque do ano - Ciência do Zika
Celina Turchi foi uma das 10 eleitas da revista “Nature”. (Pág. 28)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Ataque em Berlim mata 12 pessoas em feira natalina
Cerca de 50 ficaram feridas depois de caminhão invadir praça; governo trata caso como atentado

Pelo menos 12 pessoas morreram e cerca de 50 ficaram feridas em Berlim, após um caminhão carregado de vigas de aço invadir uma feira de Natal na Praça Breitscheid, um dos pontos turísticos mais importantes da cidade. O país trata o caso como atentado. O modo como ocorreu lembra o ataque de 14 de julho em Nice, na França, no qual 86 pessoas morreram atropeladas por um motorista que agiu em nome do Estado Islâmico. Dois funcionários do governo disseram ao Washington Post que o suspeito seria paquistanês. Se a identificação for confirmada, a pressão sobre a chanceler Angela Merkel por maior controle migratório tende a crescer. (Internacional A12)

Embaixador russo é morto na Turquia

O embaixador russo na Turquia, Andrei Karlov, foi assassinado com tiros pelas costas por um policial turco numa galeria de artes em Ancara. Segundo o analista sírio Hassan Hassan, o assassino ainda gritou em árabe: “Fizemos um juramento a Maomé de morrer no martírio. É uma vingança pela Síria e por Alepo”. (Internacional A14 e A15)
Planalto faz pressão para banco público reduzir juro
Equipe econômica e Planalto começam a pressionar bancos públicos para reduzir taxas de juros e fomentar a concorrência com instituições privadas. A avaliação é de que esse movimento será respaldado em 2017 pela queda dos juros básicos da economia quando o Banco Central aumentar o ritmo dos cortes. Além disso, o governo acredita que os bancos terão custos reduzidos por ações que serão divulgadas hoje pelo BC. (Economia B1 e B3)
Caixa 2 nem sempre significa corrupção, afirma Gilmar
Após executivos da Odebrecht delatarem caixa 2 na campanha de Dilma Rousseff e Michel Temer, o presidente do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), Gilmar Mendes, disse que a prática “não significa a priori propina ou corrupção”. Para ele, é preciso saber a causa do caixa 2 no âmbito do processo que apura abuso de poder na chapa. (Política A4)
"Tenentes de toga comandam essa balbúrdia jurídica"
Entrevista - Luiz Werneck Vianna (Política A8)
Brasileira está entre os dez cientistas de 2016 (Metrópole A20)

José Márcio Camargo
Sem reforma, os gastos com a Previdência aumentam 4% em termos reais a cada ano. (Economia B2)
Notas&Informações
Abaixo do teto, finalmente - Recuo da inflação de 10,67% em 2015 a algo perto de 6,5% em 2016 é inegavelmente positivo (A3)

Um revolucionário em ação (A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Caminhão deixa ao menos 12 mortos e 48 feridos em Berlim
Governo suspeita de ataque terrorista no local, que fica perto de pontos turísticos da capital alemã

Um caminhão atropelou dezenas de pessoas em uma feira de Natal em Berlim. Segundo a polícia, são ao menos 12 mortos e 48 feridos. O Ministério do Interior alemão suspeita de terrorismo — hipótese considerada certa pela França e por Donald Trump, presidente eleito dos EUA —, mas não descarta um acidente. Um dos ocupantes do veículo foi preso e outro morreu no local. O episódio lembra o ataque terrorista de julho em Nice (França), no qual 86 pessoas morreram atropeladas no Dia da Bastilha. (Mundo A10)
Lobby de delator rendeu R$ 8,4 bi para Odebrecht
O grupo Odebrecht obteve benefícios de pelo menos R$ 8,4 bilhões com a aprovação de duas medidas provisórias entre 2006 e 2015. De acordo com a delação de um ex-executivo da empreiteira, o sucesso na votação das medidas envolveu o pagamento de, no mínimo, R$ 16,9 milhões em propinas a parlamentares e doações de campanha. A empresa não retornou o contato da reportagem. (Poder A4)
Lula torna-se réu pela quinta vez, a terceira na Lava Jato (Poder A6)

Na contramão, Forças Armadas planejam manter verba olímpica (B9)

Movimento nas estradas deve cair neste fim de ano
Recessão e festas em fins de semana derrubaram a previsão de movimento nas estradas de SP para os últimos feriados do ano. Ante 2015, o tráfego deve cair 26% no Natal, de 6,7 milhões de carros para 5 milhões. (Cotidiano B1)
Promotoria pede condenação de Haddad em ação sobre o Municipal (Ilustrada C4)

Editoriais
Leia “Otimismo, por ora”, acerca de prognósticos para a economia em 2017, e “Fora dos trilhos”, sobre erros e gastos excessivos na Transnordestina. (Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016