Atualidades 30 de maio de 2017

A dor é inevitável, o sofrimento é opcional. Levando em consideração que as pessoas só podem nos machucar se souberem ao que damos importância, evitar o sofrimento inútil pode consistir, simplesmente, em dar um passo para trás, em se desligar emocionalmente e ver as coisas sob outra perspectiva.






O Globo
Manchete: Deputado da ‘mala da propina’ já planeja delação
Novo ministro quer maior controle da PF (Pág. 4)
Mantega admite conta na Suíça não declarada (Pág. 7)
Colunistas
JORGE BASTOS MORENO - Campanha por eleições diretas agora tira o foco do “Fora Temer”. (Pág. 5)
MERVAL PEREIRA  - Investigação sobre conta na Suíça pode complicar situação de Lula. (Pág. 4)
MÍRIAM LEITÃO - Delação de Joesley mostra propina no BNDES e fraude na eleição. (Pág. 18)
LYDIA MEDEIROS - Justiça nega pedido de Cláudia Cruz para repatriar recursos. (Pág. 2)
JOSÉ CASADO - Sindicatos silenciam em fraude da JBS com fundos de pensão. (Pág. 15)

Reforma com foco no servidor
Tiroteio em loja da Zona Sul: 3 baleados
No trânsito, país perde R$ 146 bi
Falha no Sisu afeta 600 mil alunos
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete: Base aliada defende reforma da Previdência mais ‘enxuta’
‘TSE não é joguete de ninguém’, diz Gilmar Mendes
Rocha Loures troca defesa
CVM abre 8º processo para investigar conduta da JBS
USP corta jornada e propõe reajuste zero
Foto-legenda: Calamidade no Nordeste 
Roraima vai acolher venezuelanos em fuga (Internacional / Pág. A9)
Colunistas
Eliane Cantanhêde - Alerta para novo ministro Torquato Jardim: Lava Jato é blindada, Temer não. (POLÍTICA / PÁG. A6)
Bernard Appy - O agravamento da crise política tornou o cenário econômico extremamente incerto. (ECONOMIA / PÁG. B2)

Notas & Informações - Cuidado com as aparências -
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Gilmar critica o Planalto e diz que TSE não é ‘joguete’
Planalto quer votar nesta semana a reforma trabalhista
Ex-tesoureiro do PT e outros 13 viram réus na Greenfield
Editoriais - Leia “Contas de semanas”, acerca de troca de comando no Ministério da Justiça, e “Muito além da Amazônia”, sobre devastação da mata atlântica. (Opinião a2)
------------------------------------------------------------------------------------

30 de maio de 2017
O Globo

Manchete: Deputado da ‘mala da propina’ já planeja delação
Defesa de Loures, aliado de Temer, procurou Lava-Jato

‘Tenho de buscar o melhor para meu cliente’, diz advogado; MPF exigirá mais dados sobre crime

A defesa do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures, aliado do presidente Temer que foi flagrado pela PF recebendo mala com R$ 500 mil da JBS, procurou semana passada a Lava-Jato para discutir possível delação premiada. Ontem Loures trocou de advogado, mas o novo não descartou acordo: “Não afasto a possibilidade. Sou filosoficamente contra, mas tenho que buscar o que é melhor para o cliente”, disse Cezar Bitencourt. (Pág. 3)

EDITORIAL

‘Polícia Federal não pode ser manipulada pelo governo’ (Pág. 14)
Novo ministro quer maior controle da PF (Pág. 4)

Mantega admite conta na Suíça não declarada (Pág. 7)

Colunistas
JORGE BASTOS MORENO

Campanha por eleições diretas agora tira o foco do “Fora Temer”. (Pág. 5)

MERVAL PEREIRA

Investigação sobre conta na Suíça pode complicar situação de Lula. (Pág. 4)

MÍRIAM LEITÃO

Delação de Joesley mostra propina no BNDES e fraude na eleição. (Pág. 18)

LYDIA MEDEIROS

Justiça nega pedido de Cláudia Cruz para repatriar recursos. (Pág. 2)

JOSÉ CASADO

Sindicatos silenciam em fraude da JBS com fundos de pensão. (Pág. 15)
Reforma com foco no servidor
Parlamentares governistas se articulam para restringir a reforma da Previdência aos servidores públicos, relatam GERALDA DOCA e CRISTIANE JUNGBLUT. No setor privado, mudanças pontuais seriam feitas por MPs. (Pág. 17)
Tiroteio em loja da Zona Sul: 3 baleados
Três clientes foram feridos a tiros dentro de loja de departamentos em Laranjeiras, durante assalto às 19h30m de ontem. O local foi invadido por três rapazes armados de pistolas. Um idoso foi baleado na perna e dois adolescentes, na mão e no braço. No Alemão, uma mulher de 55 anos foi morta por bala perdida na cabeça durante ataque de bandidos à UPP da Fazendinha. O aplicativo Fogo Cruzado contabilizou tiroteios em 17 regiões do Rio em 24 horas. (Pág. 9)
No trânsito, país perde R$ 146 bi
A violência no trânsito custa ao país R$ 146,8 bilhões, ou 2,3% do PIB, com perda de produção no trabalho causada por mortes e invalidez, mostra estudo da Escola de Seguros. (Pág. 19)
Falha no Sisu afeta 600 mil alunos
Uma falha na base de dados do MEC afetou 600 mil estudantes que tentam vaga no Sistema de Seleção Unificada (Sisu). Com o problema resolvido, inscrições acabam quinta-feira. (Pág. 24)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete: Base aliada defende reforma da Previdência mais ‘enxuta’
Deputados propõem somente aumento da idade mínima agora; governo diz que manterá projeto em tramitação

Líderes da base aliada na Câmara dos Deputados já defendem a votação de uma reforma da Previdência mais “enxuta”, que contemple somente o aumento da idade mínima para a aposentadoria. As demais mudanças no texto ficariam para 2019. Outra opção é passar uma “minirreforma” via medida provisória ou projeto de lei. A avaliação dos parlamentares é que, depois da delação da JBS, ficou mais difícil para o governo conseguir apoio dos 308 deputados e 49 senadores necessários para a aprovação de uma proposta de emenda à Constituição. Os ministros Eliseu Padilha, da Casa Civil, Henrique Meirelles, da Fazenda, e Antônio Imbassahy, da Secretaria de Governo, por outro lado, negam a existência de um “plano B”. “Só tem plano A. É a proposta em tramitação”, disse Padilha. O presidente da Câmara, Rodrigo Maia, pretende colocar a reforma em votação entre 5 e 12 de junho. (ECONOMIA / PÁG. B1)

Com mudança, economia é menor

De acordo com analistas, o aumento da idade mínima para a aposentadoria traria uma economia de apenas 46% em relação ao que seria poupado com o projeto original proposto pelo governo para a reforma da Previdência. (PÁG. B1)
‘TSE não é joguete de ninguém’, diz Gilmar Mendes
O presidente do TSE, ministro Gilmar Mendes, disse que a corte “não é instrumento para solução de crise política” e que “não é joguete de ninguém”. Ao comentar o julgamento da chapa Dilma-Temer, marcado para dia 6, o ministro afirmou que “pedido de vista é algo absolutamente normal” e criticou a “organização Tabajara, que é no que se transformou o Brasil”. (POLÍTICA / PÁG. A4)
Rocha Loures troca defesa
Alegando questões de “foro íntimo”, o advogado José Luís de Oliveira Lima deixou ontem a defesa do deputado afastado Rodrigo Rocha Loures. O novo defensor disse não descartar a possibilidade de delação. (PÁG. A8)
CVM abre 8º processo para investigar conduta da JBS
A Comissão de Valores Mobiliários (CVM) abriu o oitavo processo para investigar a JBS desde a delação feita por sócios e executivos da empresa. O primeiro, do dia 18, quer que os membros do conselho de administração se manifestem sobre como e quando tomaram conhecimento da delação. (ECONOMIA / PÁG. B3)
USP corta jornada e propõe reajuste zero
Em crise, a USP vai propor um plano de redução de jornada. Em decisão com Unicamp e Unesp, instituição defende reajuste zero para servidores no ano. (METRÓPOLE / PÁG. A12)
Foto-legenda: Calamidade no Nordeste 
As fortes chuvas que atingem Pernambuco e Alagoas provocaram inundações e deixaram 38,9 mil desabrigados e desalojados. Pelo menos 40 cidades da região estão em situação de emergência e calamidade. Em Palmares, zona da mata pernambucana, 17 mil dos 65 mil moradores tiveram de abandonar as casas e a população corre para garantir alimentos descartados por supermercado alagado. (METRÓPOLE / PÁG. A15)
Roraima vai acolher venezuelanos em fuga (Internacional / Pág. A9)

Colunistas
Eliane Cantanhêde

Alerta para novo ministro Torquato Jardim: Lava Jato é blindada, Temer não. (POLÍTICA / PÁG. A6)

Bernard Appy

O agravamento da crise política tornou o cenário econômico extremamente incerto. (ECONOMIA / PÁG. B2)
Notas & Informações 
Cuidado com as aparências

Se tem opinião pessoal sobre assuntos tão espinhosos para o presidente, o novo ministro da Justiça deveria guardá-la para si. (PÁG. A3)

A substituição de Maria Silvia

Saída revela métodos condenáveis tolerados no Planalto. (PÁG. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Gilmar critica o Planalto e diz que TSE não é ‘joguete’
Para presidente da corte, auxiliares de Temer tumultuam julgamento; governo vê possibilidade de evitar cassação

O presidente do Tribunal Superior Eleitoral, Gilmar Mendes, também ministro do Supremo, disse ontem que a corte “não é joguete nas mãos do governo”. O discurso é uma reação às informações divulgadas nos últimos dias de que membros do tribunal poderiam pedir vista do processo para dar uma sobrevida ao presidente Michel Temer. O início do julgamento que pode resultar na cassação do mandato do peemedebista está marcado para o dia 6. Para Gilmar, a tese de que a análise pode ser protelada é repassada a jornalistas por integrantes do governo. “Essas fontes tumultuam um julgamento que já é dificílimo. Num julgamento complexo é normal pedir vista”, afirmou o ministro. Ele ressaltou, porém, que se alguém o fizer “não será a pedido do Palácio”. “As fontes do Planalto são outro ramo das Organizações Tabajara, que é no que se transformou o Brasil.” A Folha apurou que Temer ainda vê possibilidade de vitória no plenário do TSE. O placar seria de 4 votos a 3 a favor do peemedebista, sem pedido de vista. (Poder A4)
Guido Mantega admite a Moro que tinha conta oculta na Suíça
O ex-ministro da Fazenda Guido Mantega admitiu ao juiz Sergio Moro que tinha conta oculta na Suíça, jamais declarada à Receita Federal. O saldo era de US$ 600 mil, fruto da venda de imóvel herdado do pai, segundo ele. A defesa do petista diz que ele não espera “perdão”. Nega, porém, que Mantega tenha pedido vantagem ilícita quando ministro, nas gestões Lula e Dilma. (Poder a10)
Planalto quer votar nesta semana a reforma trabalhista
A fim de mostrar força política diante da crise aberta pelas delações da JBS, o Planalto quer acelerar a aprovação da reforma trabalhista no Senado. O objetivo é levar o texto a plenário nesta semana. Para isso, ê preciso aprovar um requerimento de urgência na Casa. (Mercado A17)
Ex-tesoureiro do PT e outros 13 viram réus na Greenfield
O ex-tesoureiro do PT João Vaccari Neto e outras 13 pessoas tornaram-se réus na Operação Greenfield, que apura supostos desvios em fundos de pensão. Foi a primeira denúncia aceita na investigação. Vaccari nega ilegalidades. (Mercado A18)
Editoriais
Leia “Contas de semanas”, acerca de troca de comando no Ministério da Justiça, e “Muito além da Amazônia”, sobre devastação da mata atlântica. (Opinião a2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016