Atualidades 27 de junho de 2017

Para a vida dar certo, não adianta manter o pensamento negativo! Comece a pensar positivo e perceba como a vida sorrirá para você! Confira algumas frases que vão te ajudar a cada dia pensar de forma mais alegre e positiva!




O Globo
Manchete : Temer é denunciado 
Homem forte dos governos Lula e Dilma, Palocci é condenado
Meirelles não abre mão de teto no Rio
Ato na Colômbia põe fim a guerrilha
Bens de Cabral vão a leilão
Miriam Leitão - Denúncia deixa o governo mais perto do fim. (Pág. 18)
Merval Pereira - Para Janot, Temer não honrou o cargo que ocupa. (Pág. 4)
Ancelmo Gois - Pelo “Fora, Temer”, artistas criam “Xô, Vampirão”. (Pág. 10)
José Casado - País vê fracasso de políticos eleitos após a ditadura. (Pág. 15)
Lydia Medeiros - Temer pagará o preço da própria salvação. (Pág. 2)
Governo recua de reter FGTS (Pág.17)
------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo
Manchete : Procurador denuncia Temer ao Supremo por corrupção passiva
Decreto dos Portos será apurado 
Moro condena Palocci a 12 anos de prisão e cita ‘ameaça’
Trump poderá barrar viajante de 6 países islâmicos
Base pressiona por escolha de relator da acusação
Eliane Cantanhêde - Loures e Temer; Palocci e Lula 
Eloísa Machado de Almeida - Repetidas denúncias 
Notas & Informações - Serenidade e responsabilidade
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo
Manchete : Janot acusa Temer de corrupção
Laudo da PF embasará nova denúncia
Moro condena ex-ministro Paloccia12 anos de prisão
BC propõe à Lava Jato ação conjunta contra suspeitos
Policiais e servidores municipais entram em confronto durante a votação de ajuste fiscal por vereadores de curitiba, noParaná; 24 pessoas ficaram feridas (Cotidiano B3)
Tratamentos de câncersãodesiguais no SUS, diz estudo
Justiça dos EUA libera veto parcial a viajante islâmico
Bernardo Mello Franco - Presidente passa à fase da guerra total pelo mandato
Marcelo Coelho - Papel de Temerem acordo é a questão a serinvestigada
Editoriais - “Eleitores à deriva”, sobre a fragmentação das intenções de voto no país, e “Desnorteio democrata”, acerca de indefinições do partido americano.(Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------

27 de junho de 2017
O Globo

Manchete : Temer é denunciado 
‘Não há dúvida da corrupção’

Janot apresenta ao STF primeira denúncia contra o presidente

‘Nada nos destruirá’, disse o peemedebista em solenidade

Com base na delação premiada dos donos da JBS, revelada pelo GLOBO, o procurador-geral, Rodrigo Janot, denunciou o presidente Temer e seu exassessor Rocha Loures ao STF pelo crime de corrupção passiva. É a primeira vez na História do país que um presidente é denunciado durante o mandato. Para Janot, a mala com R$ 500 mil entregue a Loures por diretor da JBS era para Temer, não deixando dúvida da prática de corrupção.

Agora, o relator no STF, ministro Edson Fachin, decidirá se ouve a defesa de Temer ou se envia logo o caso à Câmara, que precisa autorizar ou rejeitar a instauração da ação penal. Relatório da PF sobre o crime de obstrução de Justiça diz que Temer "incentivou" pagamentos ilícitos a Eduardo Cunha. (Págs. 3 a 6)
Homem forte dos governos Lula e Dilma, Palocci é condenado
Mesmo em ofensiva para tentar acordo de delação premiada, o ex-ministro Antonio Palocci foi condenado ontem pelo juiz Sergio Moro a 12 anos e dois meses de prisão por corrupção passiva e lavagem de dinheiro. No processo, Palocci é acusado de repassar US$ 10,2 milhões da Odebrecht a João Santana e Mônica Moura, marqueteiros de campanhas dos ex-presidentes Lula e Dilma. Na sentença, Moro afirma que as declarações do exministro de que teria muito a contribuir com a Lava-Jato soaram como "ameaça" para que outros o auxiliassem a sair da prisão. O exministro está proibido de exercer cargo ou função pública por 24 anos. (Pág. 7)
Meirelles não abre mão de teto no Rio
O governador Pezão espera o aval da União para mandar novo projeto de limite de gastos dos poderes para votação na Assembleia Legislativa. O ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, disse que não abre mão do teto para o socorro financeiro ao estado. (Pág. 10)
Ato na Colômbia põe fim a guerrilha
As Farc completaram ontem o processo de deposição de suas armas e hoje vão oficializar o fim da guerrilha, durante ato com o presidente Juan Manuel Santos. Em agosto, o grupo iniciará a transição para uma formação política. (Pág. 22)
Bens de Cabral vão a leilão
A Justiça autorizou o leilão da casa de Mangaratiba do exgovernador Sérgio Cabral, avaliada em R$ 8 milhões, de uma lancha e de três carros. (Pág. 8)
Miriam Leitão
Denúncia deixa o governo mais perto do fim. (Pág. 18)
Merval Pereira
Para Janot, Temer não honrou o cargo que ocupa. (Pág. 4)
Ancelmo Gois
Pelo “Fora, Temer”, artistas criam “Xô, Vampirão”. (Pág. 10)
José Casado
País vê fracasso de políticos eleitos após a ditadura. (Pág. 15)
Lydia Medeiros
Temer pagará o preço da própria salvação. (Pág. 2)
Governo recua de reter FGTS (Pág.17)

------------------------------------------------------------------------------------
O Estado de S. Paulo

Manchete : Procurador denuncia Temer ao Supremo por corrupção passiva
Pela primeira vez na história da República, um presidente é acusado de crime no exercício do mandato l Rodrigo Janot ainda pode pedir novo inquérito para apurar suposta obstrução de investigação l Defesa diz que ‘denúncia não está calcada em fatos concretos’

Oprocurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou criminalmente ontem ao STF o presidente Michel Temer por corrupção passiva com base na delação dos executivos do Grupo J&F. É a primeira vez na história da República que um presidente é acusado de crime no exercício do mandato. Em 1992, Fernando Collor foi denunciado quando já estava afastado do cargo. O ex-assessor especial de Temer Rodrigo Rocha Loures também foi alvo de acusação.

Janot indicou que vai fatiar a acusação relacionada aos crimes. Temer também poderá ser denunciado por obstrução a investigação de organização criminosa. A PF imputa a mesma conduta criminosa ao ex-ministro Geddel Vieira Lima (PMDB) e ao empresário Joesley Batista. Entre os pedidos encaminhados ao STF, a PGR cobra de Temer reparação por danos no valor de R$ 10 milhões e, de Rocha Loures, multa de R$ 2 milhões.

Janot tem cinco dias para decidir se oferece nova denúncia. Na visão da PF, o presidente cometeu crime ao incentivar a "manutenção de pagamentos ilegítimos" a Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Para o advogado de Temer, Antônio Cláudio Mariz, "a denúncia não está calcada em fatos concretos". (Política / Págs. A4, A6 e A8)
Decreto dos Portos será apurado 
A PGR também pediu a abertura de inquérito contra Temer e Loures para investigar o Decreto dos Portos, sob a suspeita de crimes de lavagem de dinheiro, corrupção ativa e corrupção passiva. (PÁG. A8)
Moro condena Palocci a 12 anos de prisão e cita ‘ameaça’
O juiz Sérgio Moro condenou Antonio Palocci, ex-ministro dos governos Lula e Dilma, a 12 anos, 2 meses e 20 dias de prisão pelos crimes de corrupção passiva e lavagem de dinheiro no caso envolvendo a Petrobrás. Também foram confiscados US$ 10,2 milhões de suas contas. Outras 12 pessoas foram condenadas, entre elas Marcelo Odebrecht e os marqueteiros João Santana e Mônica Moura.

Segundo Moro, as declarações de Palocci durante depoimento, em abril, de que "teria muito a contribuir", sugerindo possível acordo de delação premiada, "soaram mais como uma ameaça". (POLÍTICA / PÁG. A9)
Trump poderá barrar viajante de 6 países islâmicos
A Suprema Corte dos EUA liberou decreto do presidente Donald Trump que veta, por 90 dias, a entrada de pessoas de seis países de maioria muçulmana. A medida também barra o ingresso de refugiados por 120 dias. (Internacional / Pág. A11)
Base pressiona por escolha de relator da acusação
Governistas querem que o presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara, Rodrigo Pacheco (PMDB-MG), interfira na indicação de um parlamentar alinhado com o Palácio do Planalto para a relatoria da denúncia contra Temer.

A acusação tramita primeiro na CCJ antes de seguir para o plenário. Ontem, o Solidariedade decidiu tirar o deputado Major Olímpio (SP), crítico do governo, da vaga de titular da comissão. O presidente da Casa, Rodrigo Maia (DEM-RJ), afirmou que cada deputado vai "votar com a sua consciência". (Pág. A6)
Eliane Cantanhêde 
Loures e Temer; Palocci e Lula

O ex-deputado Rocha Loures está na antessala do presidente Michel Temer assim como o ex-ministro Palocci está na de Lula. (Pág. A6)
Eloísa Machado de Almeida 
Repetidas denúncias

Uma Câmara desprestigiada terá condições de barrar repetidas denúncias contra um presidente tão ou mais enfraquecido? (Pág. A6)
Notas & Informações
Serenidade e responsabilidade

Émais que hora de as autoridades se aterem à Constituição, em obediência ao princípio da legalidade. Cada Poder deve ter muito em conta sua missão institucional. (Pág. A3)


O que dizem as pesquisas

Nem Lula da Silva está pensando em 2018. Seu objetivo no momento é evitar a cadeia. (Pág. A3)
------------------------------------------------------------------------------------
Folha de S. Paulo

Manchete : Janot acusa Temer de corrupção
Segundo denúncia, presidente recebeu, por meio de Loures, R$ 500 mil de Joesley; ele nega e diz que não há provas

O procurador-geral da República, Rodrigo Janot, denunciou o presidente MichelTemer (PMDB) sob acusaçãode corrupção passiva. Segundo Janot, Temer "recebeu para si", por meio do ex-assessor Rodrigo Rocha Loures, vantagem indevida de R$ 500 mil ofertada por Joesley Batista, da JBS, e entregue em mala. Loures também foi denunciado. A informação de que a denúncia ligaria Temer à mala foi antecipada pela Folha.

É a primeira vez que um presidente brasileiro é acusado formalmente de crime no exercício do cargo. Os deputados precisam dar o aval para o Supremo decidir se abre processo contra o presidente — são necessários os votos de ao menos 342 dos 513 parlamentares. Se a ação penal for aberta, ele é afastado por até 180 dias e se torna réu. Para tentar barrar a denúncia,Temer acusará Janot de querer condená-lo sem provas. Ele argumenta que o dinheiro ficou com Loures e que não é possível provar que seria o beneficiário. Antes da denúncia, o presidente disse "que nada o destruirá" e que "não há plano B" para o país. (Poder A4)
Laudo da PF embasará nova denúncia
O relatório final da Polícia Federal entregue ao Supremo Tribunal Federal embasará nova denúncia da Procuradoria-Geral contra o presidente Michel Temer, desta vez sob acusação de obstrução de Justiça. Com base no áudio de Joesley, a PF afirma queTemer atuou para embaraçar investigações da Lava Jato e deixou de comunicar as autoridades sobre suposta corrupção no Judiciárioeno Ministério Público. (Poder A8)
Moro condena ex-ministro Paloccia12 anos de prisão
O ex-ministro petista Antonio Palocci foi condenado nesta segunda (26), em decisão do juiz Sergio Moro, na Operação LavaJato, a 12 anos de prisão por lavagem de dinheiro e corrupção passiva. Ele é acusado de ter interferido para favorecer a Odebrecht em licitação de 21 sondas da Petrobras.

Segundo a sentença, Palocci movimentou US$ 10,2 milhões de "conta de propinas" do PT. A defesa nega a acusaçãoe diz que recorrerá. Preso desde setembro de 2016, o ex-ministro negocia delação. Para o juiz, fala durante depoimento sobre "disposição" em colaborar soou como "ameaça". (Poder A9)
BC propõe à Lava Jato ação conjunta contra suspeitos
O Banco Central indicou a procuradores da Lava Jato disposição para compartilhar informações sigilosas de bancos sob suspeita. Poderá lhes oferecer lugar à mesa para negociar acordos com instituições investigadas. Atualmente se discutem mudanças na medida provisória que ampliou poderes do BC para apurar irregularidades nos bancos. (Mercado A17)
Policiais e servidores municipais entram em confronto durante a votação de ajuste fiscal por vereadores de curitiba, noParaná; 24 pessoas ficaram feridas (Cotidiano B3)

Tratamentos de câncersãodesiguais no SUS, diz estudo
Intitulado "Meu SUS é diferente do teu SUS", estudo nacional do Instituto Oncoguia aponta que, no tratamento de câncer, há hospitais públicos que oferecem terapias inferiores às recomendadas pelo Ministério da Saúde — e outros, superiores. Essa discrepância às vezes é verificada em uma mesma cidade. (Cotidiano B4)
Justiça dos EUA libera veto parcial a viajante islâmico
A Suprema Corte liberou, com restrições, o decreto que veta a entrada nos EUA de cidadãos de seis países de maioria muçulmana (Síria, Líbia, Iêmen, Irã, Somália e Sudão), enquanto analisa o caso. Donald Trump comemorou a decisão. (Mundo A13)
Bernardo Mello Franco
Presidente passa à fase da guerra total pelo mandato

Delatado, desmentido,denunciado. Michel Temer levou 40 diaspara completara cadeia dos trêsDs. Coma denúncia da Procuradoria, ele avança outra casa e passa à fasedaguerra totalpelomandato. Agora, fará de tudo para tentar escapar do quarto D, de derrubado. (Opinião A2)

Marcelo Coelho
Papel de Temerem acordo é a questão a serinvestigada

A questãoaser investigada é o papel de Temer em acordo sobre preço do gás feito entre a Petrobras e empresa do grupo JBS. Parcelas de R$ 500 mil citadas em conversa destinavam-se ao presidente? Após passos em falso, a suspeita contra ele se consolida agora. (Poder A6)

Editoriais
“Eleitores à deriva”, sobre a fragmentação das intenções de voto no país, e “Desnorteio democrata”, acerca de indefinições do partido americano.(Opinião A2)
------------------------------------------------------------------------------------
Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

MANUAL DE REDAÇÃO DA PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA

Plural de substantivos compostos

Atualidades - 15 de agosto de 2016